Pílula do Dia Seguinte: Bula, Indicações, Efeitos Colaterais, Como Usar

A Pílula do Dia Seguinte é uma medicamento específico para que se evite a gravidez. Depois de uma relação sexual desprotegida, este remédio é utilizado como uma substância contraceptiva emergencial.

Mas, antes de fazer uso desta medicação, atente-se a todas as suas reações adversas e demais cuidados.


Pílula do Dia Seguinte: Quais as indicações?

Pílula do Dia Seguinte

Este medicamento é uma substância contraceptiva emergencial que pode ter uso para que se evite o acontecimento de gravidez.

Isto porque, em casos de uma relação sexual desprotegida, ou ainda a falha de metodologia anticoncepcional de rotina, esta é uma opção para não engravidar.

Este contraceptivo emergencial deve ter uso somente em condição em que se apresenta a suspeita das falhas da metodologia contraceptiva usada normalmente.

Exemplos disso são as possibilidades de rupturas ou preservativo deslocado, com a permissão de espermas no órgão genital feminino, em situação de relação sexual sem proteção em ato incorreto da utilização da pílula anticoncepcional de rotina.

Não deve ter uso como uma metodologia anticoncepcional rotineira. Trata-se de um medicamento que apresenta taxas elevadíssimas de hormônios, sendo que a repetição desta utilização não apresenta segurança.

Para utilização rotineira, existem outras metodologias anticoncepcionais de maior eficácia. 

O medicamento, em questão, não promove a proteção dos riscos da gravidez pelo sexo desprotegido a partir do elemento anticoncepcional que tenham acontecido antes do prazo pelo qual houve a indicação.

Também não protege a relação sexual desprotegida que aconteçam posteriormente a sua utilização.

Depois da utilização do medicamento, é preciso fazer uso de outras metodologias anticoncepcionais até a menstruação seguinte. Pedir recomendações do seu especialista.

O sistema de efeito do medicamento que pode ser o Diad, Levonorgestrel pode ter variação, incluindo a etapa de ciclo menstrual da mulher.

Dessa forma, seu efeito pode acontecer:

  • pelo retardo e inibição dos óvulos;
  • pela dificuldade da locomação do esperma até o útero;
  • pela alteração da passagem dos óvulos ou esperma a partir da tuba do útero;

Caso houver a ocorrência de fecundações, os espermas unidos com os óvulos compõe o ovo, o medicamento não tem eficácia maior por não apresentação do efeito no endométrio.

Apresentações da Pílula do Dia Seguinte

  • drágea de 0,75mg;
  • embalagem composta por duas drágeas.

Utilização adulta e oral.

Efeitos Colaterais da Pílula do Dia Seguinte

Dentre as possíveis reações adversas, estão dispostas as seguintes, a partir deste medicamento:

Náuseas

Acontece, em uma média de 23,1 % do público feminino, que consome a Pílula do Dia Seguinte, em questão.

Além disso, acontecem os seguintes sintomas adversos:

  • vômito;
  • tontura;
  • fadiga;
  • dores abdominais;
  • cefaleia;
  • sensibilidade nos seios;
  • diarreia;
  • atraso da menstruação.

Determinadas mulheres também podem sentir pequenas hemorragias. Grande parte deste público terá o período de menstruação no período esperado ou mais cedo, caso haja atraso de menstruação maior que uma semana, é possível considerar a gravidez.


Contraindicações da Pílula do Dia Seguinte

Pílula do Dia Seguinte não pode ter a administração em situação de gravidez com confirmação, bem como:

  • em situação que não pode descartar o vigor da gravidez – a recomendação é confirmar em laboratório antes de administrar a medicação;
  • indivíduos hipersensíveis a qualquer dos compostos da fórmula;
  • casos em que ocorram hemorragias vaginais anormais e com origem desconhecida.

Como Usar a Pílula do Dia Seguinte?

A primeira drágea da Pílula do Dia Seguinte deve ter administração o mais rápido possível, depois do sexo, sem ultrapassar 72h, porque acontece a redução da eficácia, ao passo que haja a demora para iniciar o tratamento.

A segunda drágea deve ser consumida sempre 12h posteriormente à primeira.

Caso ocorra o vômito, em período de 2h posteriores ao consumo da drágea, é preciso fazer a repetição da dosagem.

Posologia

Uma drágea do levonorgestrel precisa ser consumida logo, de acordo com a recomendação mencionada, sem ultrapassar 72h depois do coito com desproteção.

A segunda drágea deve ser consumida 12h depois da primeira.

Os tratamentos não podem ser tardios em virtude da eficácia que pode ter declinação. A substância do levonorgestrel pode ter uso a quaisquer períodos do ciclo da menstruação.

Caso aconteça o vômito em período de 2h depois do consumo da drágea, é preciso dividir a dosagem.

Seguir as orientações do especialista, observando sempre o horário, dosagem e tempo do tratamento, é imprescindível. Não interrompa o tratamento sem que haja conhecimento médico.

Há diversas formas anticoncepcionais que auxiliam a evitar a gravidez, bem como implantes nos braços e pílulas anticoncepcionais.

Contudo, somente a camisinha é capaz de evitar a gravidez e proteger em combate as DSTs, e portanto, deve ter uso em toda e qualquer relação, de forma principal quando não há muito conhecimento sobre o parceiro ou parceira.

Antes de fazer a seleção e uso da metodologia anticoncepcional é imprescindível fazer a consulta do especialista para a decisão de quais alternativas são as de maior adequação, bem como uso de cigarros, patologias, alergias e demais condições do homem e mulher.


É Possível Engravidar Mesmo Tomando a Pílula do Dia Seguinte?

Embora seja indicada para não ocorrer a gravidez, esse método da Pílula do Dia Seguinte não tem 100% de eficiência caso seja tomada 72 horas da relação sexual.

Porém, se tomada no mesmo dia, as chances da mulher engravidar são quase nulas, no entanto, pode ser que aconteça a gravidez, mas é raro.

Nesses caso, indica-se aguardar alguns dias até vir a menstruação, caso ela atrase, é indicado fazer um teste de gravidez que compra na farmácia.

Nomes de Pílulas do Dia Seguinte

A Pílula do Dia Seguinte é comprada em farmácias,e não precisa de recita médica, porém, é bom consultar seu ginecologista para que ele faça a prescrição.

Alguns nomes que a pílula é comercializada são:

  • Diad;
  • Pilem;
  •  Postinor Uno.

Pílula Anticoncepcional

Este elemento anticoncepcional oral, é conhecido também como pílula e é a metodologia mais usada pelo público feminino para que se evite a gravidez indesejada.

Isto porque os hormônios se assemelham aos que têm produção pelos ovários, para que não ocorra a produção dos óvulos e não exista a fecundação do óvulos.


Este medicamento pode ser obtido sem custos em posto de saúde, contudo, dependendo da marca desta medicação, pode ser adquirida em farmácias:

Para que os medicamentos possam ser comercializados, eles devem ser registrados na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Em casos de dúvida, verifique no portal da Agência em “Consulta de Produtos”, pois pode ser um medicamento irregular ou falsificado.

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.