Sepurin – Bula, O Que é, Indicações e Contraindicações

Sepurin consiste em um fármaco que atua como antibiótico. Produzido pelo laboratório Gross, esse medicamento é disponibilizado em formato de drágeas e é um dos mais consumidos pela população.

Para saber todos os detalhes sobre o Sepurin, confira nosso artigo.


Para que o Sepurin é Indicado?

Sepurin

Sepurin é recomendado para o tratamento de cistites (tipos de infecções que afetam a bexiga), causadas sobretudo pela ação perniciosa das bactérias.

Esse medicamento também é empregado como forma de prevenir infecções na bexiga em casos de pacientes que estão submetidos ao uso de sonda e também aqueles que apresentam quadro de infecção urinária (que pode afetar a bexiga).

Como o Sepurin Age?

Sepurin tem ação antibacteriana e antisséptica e atua na limpeza das vias urinárias, promovendo a prevenção ou eliminação de quadros infecciosos.

O início da ação desse medicamento ocorre entre 24h e 48h após a administração e o efeito dura por aproximadamente 12h.

Composição da Fórmula

Sepurin é composto por diversas substâncias, considerando os princípios ativos e excipientes. Vejamos quais são.

– Metenamina (princípio ativo);

– Metiltionínio (princípio ativo);

– Benzina (excipiente);

– Cera de abelha (excipiente);

– Celulose microcristalina (excipiente);

– Carbonato de cálcio (excipiente);

– Estearato de magnésio (excipiente);

– Sacarose (excipiente);

– Corante amarelo tartrazina (excipiente);

– Goma laca (excipiente);

– Água de osmose reversa (excipiente);

– Talco (excipiente);

– Goma arábica (excipiente);

– Corante azul brilhante (excipiente);

– Cera de carnaúba (excipiente);

– Álcool etílico (excipiente).

Contraindicações do Sepurin

Sepurin, ainda que seja altamente eficaz no tratamento e prevenção de infecções que afetam a bexiga, possui contraindicações. Esse fármaco não é recomendado nas situações abaixo:

– Gestantes ou mulheres que desejam engravidar em um futuro próximo;

– Lactantes (mulheres que estão amamentando);

– Pacientes com idade inferior a 12 anos;

– Pessoas diagnosticadas com problemas urológicos;

– Indivíduos que apresentam metemoglobinemia (quadro clínico ocasionado pela conversão em excesso da hemoglobina em metahemoglobina que, por sua vez, não pode ligar-se e transportar oxigênio);

– Pessoas que sofrem com doenças renais;

– Pessoas que apresentam doenças no fígado;

– Indivíduos diagnosticados com diabetes;

– Pacientes que serão submetidos a algum tipo de exame de laboratório (especialmente os de urina);

– Pessoas com histórico de alergias a uma ou mais substâncias contidas na fórmula desse medicamento;

– Pacientes com histórico de reações alérgicas ao ácido acetilsalicílico (aspirina).

Todas as pessoas que apresentam as condições acima necessitam informá-las ao médico. No caso de outros problemas de saúde ou uso frequente de algum tipo de medicamento, também é indicado expor a situação ao médico para evitar reações provocadas por interações medicamentosas inadequadas.

Efeitos Colaterais do Sepurin

Sepurin, sobretudo quando utilizado por períodos maiores ou em dosagens mais elevadas, pode provocar os seguintes efeitos colaterais:

Náuseas e/ou vômitos;


– Dores na região do abdômen;

– Reações cutâneas (normalmente provocadas por reações alérgicas);

– Nos casos em que a metenamina é usada em doses excessivas, esse medicamento pode provocar processos inflamatórios no trato urinário, o que acarreta: dor ao urinar, aumento da necessidade de urinar e presença de sangue na urina.

Obs.: é possível que ocorra hemólise (destruição prematura dos glóbulos vermelhos) nos casos de pacientes portadores de metemoglobinemia.

O aparecimento de um ou mais desses efeitos colaterais também está relacionado ao estado geral de saúde do paciente e às condições do organismo.

Ao observar um ou mais desses efeitos, sobretudo os mais intensos, é obrigatório procurar o médico para fazer uma possível mudança no tratamento ou substituir o Sepurin por outro fármaco.

Cuidados Gerais ao Usar Sepurin

Sepurin, assim como a maioria dos medicamentos, requer alguns cuidados básicos antes e durante o consumo. Vejamos quais são.

– Devido a um corante presente nesse medicamento, a urina do paciente que faz uso de Sepurin pode apresentar cor esverdeada ou azulada. Essa alteração de cor também pode aparecer nas fezes. Tais ocorrências são totalmente esperadas ao ingerir esse medicamento. Logo, não são consideradas um dos efeitos colaterais;

– Diabéticos, quando necessitam ingerir esse medicamento, precisam contar com acompanhamento médico ainda mais frequente;

– Em virtude de um corante amarelo de Tartrazina presente nesse medicamento, é possível que ocorram reações de natureza alérgica como, por exemplo, asma brônquica. Isso é mais comum nos casos de pessoas alérgicas ao ácido acetilsalicílico;

– Por mais que o Sepurin promova a melhora da ardência ao urinar, esse fator não significa que o problema foi totalmente resolvido. Sempre é preciso consultar o médico e realizar os exames que confirmem a resolução do quadro de infecção;

– Ao realizar exames de urina, é necessário que ela seja colhida para exame apenas depois de 24h após a última ingestão de Sepurin;


– Ao ingerir Sepurin, é indicado não beber muito líquido e não esvaziar a bexiga em um prazo inferior a 2 horas após a administração desse medicamento.

Interação de Sepurin Com Alguns Alimentos

Sepurin, quando ingerido de forma concomitante com determinados tipos de alimentos (frutas, leite e seus derivados), tem o efeito comprometido.

Por isso, durante o tratamento, recomenda-se evitar a ingestão desses alimentos.

Dosagem Indicada de Sepurin

De forma geral, a dosagem indicada de Sepurin é de 2 drágeas de 3 a 4 vezes por dia. No entanto, essa dosagem sempre pode ser alterada mediante prescrição médica.

A Importância de Consultar Um Médico

Quadros de infecção na bexiga sempre requerem acompanhamento médico. Tal acompanhamento é ainda mais necessário quando são frequentes infecções urinárias, que podem ser provocadas por outros fatores no organismo, tais como uma redução ou problemas no sistema imunológico.

Para evitar problemas na bexiga e infecções urinárias, uma das medidas mais importantes é ingerir 2 litros de água todos os dias e adotar uma alimentação mais saudável, rica em legumes, frutas, verduras, fibras e demais itens benéficos para o organismo, ricos em vitaminas e minerais que aumentam as defesas imunológicas.

Sepurin, juntamente com outros cuidados médicos, é bastante eficaz no tratamento de infecções na bexiga e todos eles devem ser considerados para promover a saúde do paciente.


Compartilhe este conteúdo com seus amigos e familiares para que eles também fiquem bem informados sobre esse medicamento.

Para que os medicamentos possam ser comercializados, eles devem ser registrados na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Em casos de dúvida, verifique no portal da Agência em “Consulta de Produtos”, pois pode ser um medicamento irregular ou falsificado.