Dramin: Bula, Indicações, Efeitos Colaterais, Como Usar

Confira Todas as Informações Sobre o Dramin, Um Medicamento Que Deve Ter Prescrição Médica. Conheça Também Os Efeitos Colaterais e Modos de Uso.

O Dramin é um medicamento específico para aqueles que sentem-se muito enjoados, principalmente quando precisam viajar ou passar muito tempo em transportes que se locomovem.


O remédio é capaz de promover alívio de tais sintomas, em diversos eventos, desde os cirúrgicos até os mais rotineiros.

Dramin: Quais as Indicações?

Dramin

Trata-se de um medicamento com indicação para a prevenção e tratamento dos sinais de tontura, enjoo e vômito.

Neste caso, faz-se a inclusão dos enjoos e vômitos relacionados ao período gestacional, bem como ao pré ou pós-operatórios e possíveis tratamentos com radioterapias. Além disso, esta medicação é capaz de atuar:

  • prevenindo e tratando tonturas, vômitos e enjoos provocados pela movimentação em viagem de avião, ônibus, barco, automóveis;
  • prevenindo e tratando vertigem e labirintite, de modo geral.

O medicamento é composto pela substância anti-histamínica dimenidrinato. Não há o conhecimento exato sobre o sistema pelo qual o medicamento faz o controle das tonturas, enjoos e vômitos.

Porém, é de se admitir que há a inibição direta na região central do vômito e das funcionalidades do labirinto cerebral.

O efeito da ação do medicamento acontece de 15 a 30min posteriores a ingestão de forma oral. O tempo do efeito permanece entre 4 a 6h.

Viagem

Como já mencionado, o medicamento é um excelente auxílio para aqueles que se sentem muito enjoados ou apresentam o vômito ao longo de viagens.

Neste caso, um comprimido do remédio, em questão, pode ser eficaz para viagens que durem entre duas a quatro horas.

Se a viagem for exceder este período, utilize-o em intervalos de seis em seis horas.

É importante também que o paciente faça a hidratação do organismo de forma adequada, consumindo o quantitativo de água especificado para o seu peso corporal.

Geralmente, é necessário que o indivíduo beba, por dia, 2l de água. Mas isso depende muito do tamanho e do peso da pessoa.

Apresentações do Dramin

  • drágea de 100mg;
  • embalagem composta por 20 e 400 unidades;

Utilização oral e adulta.

  • cada drágea do medicamento é composta por 100mg de dimenidrinato;

Excipientes

  • amido;
  • estearato de magnésio;
  • lactose monoidratada;
  • croscarmelose sódica.

Efeitos Colaterais do Dramin

Todo e qualquer medicamento apresenta efeito colateral. As reações adversas são disponíveis, portanto, da seguinte forma:


  • sono e sedação;
  • dores de cabeça;
  • vista turva;
  • erupção cutânea;
  • manchas roxas na pele;
  • secura da boca;
  • tontura;
  • insônia;
  • retenção de urina;
  • irritabilidade.

Contudo, de forma específica o dimenidrinato, os documentos dos sinais presentes em literaturas da ciência são precários ou não há a existência.

Contraindicações do Dramin

O medicamento tem contraindicação para aqueles que apresentem, portanto, os seguintes quadros:

  • alergia ao elemento dimenidrinato ou demais compostos;
  • indivíduos que apresentem porfiria.

A medicação é contraindicada para o público menor de 12 anos.

Como Usar o Dramin?

O medicamento deve ser deglutido com água em quantitativo com suficiência. É possível, portanto, consumir o Dramin de forma imediata, antes ou em período da refeição. 

Em situação de viagem, contudo, utilizar os medicamentos de modo preventivo, com, no mínimo, 20min antecipados.

Faixa Etária Adulta Maior Que 12 Anos

  • uma drágea de 4h a 6h, sem exceder 400mg do dimenidrinato em 24h;

Insuficiência do Fígado

Se tiver insuficiência do fígado, avisar o especialista, porque dessa forma ele poderá considerar a redução da dosagem do medicamento, em questão.

Seguir as orientações do especialista é essencial, observando a hora, a dosagem e o tempo do tratamento. Não interromper o tratamento sem que haja o conhecimento do especialista.

Em Caso de Esquecimento

Se você esqueceu, portanto, de consumir a dosagem prescrita, é possível consumi-la assim que se lembrar.

Contudo, em caso de estar muito próximo da administração seguinte, não a consuma. Só faça a ingestão da dosagem seguinte e prossiga com o esquema de posologia normal.

Não consuma a dose dupla para a compensação da dosagem em esquecimento.

Em situação de haver dúvidas, procurar as orientações dos especialistas.


Automedicação

Evite de todas as formas a automedicação. Ela é muito prejudicial a saúde e pode tornar o seu quadro clínico ainda mais grave do que se estabeleça.

Cuidado com os relatos de outros pacientes próximos a você. O que pode ser muito bom para alguns pode ser ruim para outros.

O organismo é algo muito peculiar e age de maneira diferenciada para cada situação e cada indivíduo.

A prática de exercícios físicos, a boa alimentação, os hábitos saudáveis e demais atitudes positivas são válidas para manter o organismo em trabalho correto.

Por isso, verifique em sua rotina as atividades mencionadas e procure sempre estar em dia com estes hábitos.


Evite gorduras e demais alimentos que possam acabar atrapalhando a sua saúde. Busque, também, ter uma vida sociável e mantenha aqueles que você ama bem próximos a você.

Consulte, portanto, sempre um especialista e faça seus exames periódicos. Só assim é possível permanecer mais próximo da qualidade de vida! Saúde em primeiro lugar!

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.