Condroflex: Bula, O Que é, Indicações, Contraindicações

O Condroflex, disponibilizado em forma de cápsulas gelatinosas e produzido pelo laboratório Zodiac, é um dos medicamentos mais conhecidos para o tratamento de doenças que afetam ossos e articulações. Para saber todos os detalhes sobre este medicamento, confira nosso artigo.

Condroflex − Indicações

O Condroflex é indicado para o tratamento de artrose ou osteoartrite (doença degenerativa e inflamatória das articulações ou juntas) primária e secundária, em todas as manifestações.


Condroflex

Como o Condroflex Age?

O Condroflex age em benefício da cartilagem que reveste as articulações. A partir do momento em que esse medicamento é utilizado por um período superior a 3 semanas, ele proporciona a proteção e redução do processo inflamatório e degenerativo que prejudica a cartilagem.

Esse efeito reduz significativamente os efeitos dessas doenças ósseas, que são dores e limitação dos movimentos.

Ao obter esse efeito, o paciente adquire maior qualidade de vida e sensação de bem-estar podendo retornar, mediante autorização médica, às rotinas domésticas do dia a dia e atividade profissional, prática de atividades físicas leves e moderadas etc.

Composição da Fórmula

Cada cápsula de Condroflex contém as seguintes substâncias:

– Sulfato de glicosamina (500mg);
– Sulfato sódico de condroitina (400mg);
– Excipientes: estearato de magnésio, povidona K30 e álcool etílico (que evapora durante a fabricação).

Contraindicações do Condroflex

O Condroflex, assim como a maioria dos medicamentos, embora ofereça diversas vantagens para a saúde, apresenta algumas contraindicações. Dessa forma, o tratamento com esse medicamento não é recomendado nos seguintes casos:

– Grávidas;
– Lactantes (mulheres que estão amamentando);
– Pessoas alérgicas à glicosamina, condroitina ou demais itens contidos na fórmula desse medicamento (estearato de magnésio e povidona K30);
– Pacientes que apresentam quadro de insuficiência renal severa;
– Fenilcetonúria (defeito congênito que causa acúmulo do aminoácido fenilalanina no corpo);
– Crianças. Obs.: esse medicamento é indicado apenas para uso adulto.
– Fenilcetonúria (defeito congênito que causa acúmulo do aminoácido fenilalanina no corpo);
– Insuficiência renal severa (problemas nos rins).

Advertências e Precauções do Condroflex

Além de considerar as contraindicações do Condroflex, é preciso observar essas importantes advertências e precauções quanto ao uso desse medicamento. Vejamos quais são.

– Pacientes que apresentam distúrbios gastrointestinais (que afetam estômago e intestino) devem usar o Condroflex com cuidado, observando alterações e informando-as ao médico responsável pelo tratamento.

– Pacientes diagnosticados com diabetes mellitus devem, obrigatoriamente, informar essa condição ao médico para verificar a possibilidade de iniciar (ou não) o tratamento com esse medicamento.

– Pessoas que apresentam histórico de úlcera intestinal (no intestino) ou úlcera gástrica (no estômago) geralmente não podem fazer uso desse medicamento, a não ser que o médico tenha autorizado e prescreva dosagens considerando as condições clínicas dos pacientes.

– Pacientes com ocorrência atual ou anterior de problemas nos rins, fígado e coração também devem adotar cuidados especiais quanto ao uso do Condroflex, sempre com base nas orientações médicas.

– As pessoas que manifestam problemas no sistema de produção do sangue ou da coagulação sanguínea devem informar essa condição ao médico e realizar exames específicos antes de iniciar o consumo de Condroflex.

– Caso o paciente apresente úlcera na mucosa do estômago ou duodeno ou sangramento gastrointestinal no decorrer do tratamento, é necessário informar ao médico imediatamente, pois nesse caso o uso desse medicamento geralmente deve ser suspenso.


– Durante o tratamento com Condroflex, não é permitido uso de bebidas alcoólicas, já que elas inibem o efeito benéfico do medicamento e podem causar sérias complicações no organismo ao serem misturadas com as substâncias contidas no Condroflex.

Efeitos Colaterais Desse Medicamento

Com relação aos efeitos colaterais do Condroflex, alguns são mais comuns, outros incomuns e reações raras. Vejamos todos eles.

Efeitos Colaterais Mais Comuns

– Náuseas;
– Diarreia;
– Desconfortos gástricos;
– Dor de cabeça;
– Coceira na pele.

Reações Incomuns

– Inchaço nas extremidades (edema periférico);
– Aumento dos batimentos cardíacos (taquicardia).

Reações Raras

– Crises de insônia ou sonolência excessiva (reação de ordem neurológica);
– Dores abdominais;
– Dificuldades digestivas;
– Vômito;
Prisão de ventre (constipação);
– Azia;
– Redução ou perda do apetite.

Ao notar um ou mais desses efeitos colaterais, é essencial que o paciente informe o médico responsável pelo tratamento para readequações na dosagem ou substituição dessas cápsulas por outras alternativas de medicamento para tratar artrose ou osteoartrite.

Posologia, Dosagem e Instruções de Uso do Condroflex

Com relação à posologia, a dosagem recomendada desse medicamento é de 1 cápsula, 3 vezes ao dia, ou 3 cápsulas 1 vez ao dia, de acordo com as orientações do médico.

A duração do tratamento deve ser definida pelo médico de acordo com o quadro clínico do paciente.

É imprescindível que o paciente siga à risca todas as recomendações médicas quanto aos horários nos quais os medicamentos devem ser ingeridos, dosagem e duração do tratamento.

Em hipótese alguma o paciente deverá interromper o tratamento sem consentimento do médico, já que isso pode acarretar sérias alterações no organismo.

Interações Medicamentosas

O Condroflex deve ser usado com todo cuidado, sempre com acompanhamento médico, quando o paciente estiver ingerindo os seguintes medicamentos:

– Tetraciclinas (grupo de antibióticos naturais ou semissintéticos usados no tratamento dos mais diversos tipos de bactérias);
Penicilina (antibiótico utilizado no tratamento de infecções provocadas por bactérias classificadas como sensíveis);
– Clonanfenicol (antibiótico de ampla aplicação no tratamento de bactérias);
– Diuréticos (como, por exemplo, hidroclorotiazida);
– Anticoagulantes (como, por exemplo, aspirina e varfarina).


Logo, nos casos dos pacientes que fazem uso desses medicamentos, é ainda mais necessário detalhar ao médico sobre o uso dessas substâncias.

O Condroflex pode ser utilizado normalmente em conjunto com medicamentos para dor (analgésicos), anti-inflamatórios esteroidais (corticoides) e não-esteroidais (AINEs).

É bastante provável que, dependendo das condições de cada paciente, o médico prescreva outros medicamentos com a finalidade de obter resultados ainda mais expressivos no tratamento. Toda essa interação medicamentosa só pode ser prescrita pelo médico.

Outras Alternativas de Tratamento

No caso de pacientes que optam também pela adoção de tratamentos alternativos (além daquele prescrito pela medicina tradicional), tais como sessões de acupuntura, reiki, massagens, hidroterapias etc., todas essas condições devem ser informadas ao médico.

Geralmente, essas alternativas naturais de tratamento são mais indicadas a partir do momento em que os medicamentos convencionais, como o Condroflex, começam a fazer o efeito desejado.

Manter a regularidade quanto à realização dos exames de sangue e imagem é outra das medidas essenciais para o tratamento e definição do tempo necessário para uso dos medicamentos.

Dependendo das condições apresentadas pelos pacientes, é comum que esse período de tratamento se estenda por um longo tempo, sendo combinado (ou não) com outros tipos de medicamentos, principalmente analgésicos e anti-inflamatórios.

Depois de saber sobre o Condroflex, sempre consulte seu médico antes de iniciar o tratamento e jamais interrompa o uso sem autorização.


Esses cuidados são essenciais para garantir os melhores resultados para sua saúde, qualidade de vida e bem-estar geral do organismo.

Para que os medicamentos possam ser comercializados, eles devem ser registrados na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Em casos de dúvida, verifique no portal da Agência em “Consulta de Produtos”, pois pode ser um medicamento irregular ou falsificado.

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.