Penicilina: Bula, Indicação, Efeitos Colaterais, Como Usar

A Saiba Tudo Sobre o Medicamento Penicilina, Bem Como os Possíveis Efeitos Colaterais. Confira As Indicações, Contraindicações e Ainda As Formas de Uso Deste Remédio Que Deve Ter Prescrição Médica.

A Penicilina é a substância antibiótica mais antiga, tendo descoberta no ano de 1928 pelo especialista Alexander Fleming. Depois de 100 anos do desenvolvimento deste feito, o medicamento e suas derivações permanecem tendo amplo uso em práticas da medicina como uma arma poderosíssima em combate a infecção de bactérias.

Penicilina: Quais as Indicações?

Penicilina

A substância antibiótica atua para o tratamento de diversos tipos de infecções provocadas por elementos bacterianos. O medicamento é capaz de combater a diversos tipos de bactérias, com a inclusão das que provocam as infecções de:

  • garganta;
  • ouvido;
  • urina;
  • pele;
  • intestino;
  • meningites;
  • sinusites;
  • febre reumática;
  • pneumonia;
  • infecção sistêmica do sangue.

É também utilizada para tratar determinadas doenças de teor sexual de transmissão como sífilis e demais. Atua também prevenindo endocardite de infecções.

A Penicilina de maior conhecimento pelo público é a Benzetacil. Ela é utilizada em formato de infeções intramusculares, de modo geral, na região de nádegas. Porém, existem diversas outras variantes do medicamento como:

A injeção, de mesma forma que outras substâncias antibióticas, só pode ter o uso a partir de recomendação e prescrição de um médico, pelo tempo orientado pelo profissional.

Apresentações da Penicilina

Por isso, ao dizermos que um indivíduo apresenta a alergia a esta substância, dizendo na verdade que ele tem alergia a todas as substâncias antibióticas disponíveis pelo elemento da Penicilina. São eles:

  • Amoxicilina;
  • Ticarcilina;
  • Ampicilina;
  • Carbenicilina;
  • Azlocilina;
  • Cloxacilina;
  • Mezlocilina;
  • Nafcilina;
  • Dicloxacilina;
  • Oxacilina;
  • Benzetacil;
  • Piperacilina.

Ainda que sejam de uma mesma classe antibiótica, existem diversas penicilinas que atuam em cobate aos elementos bacterianos e distintas infecções. O antibiótico é a forma mais utilizada para tratar infecção de respiração simples, ao passo que nomes como piperacilina tratam outros tipos de infecções como as hospitalares.

Efeitos Colaterais da Penicilina

As queixas mais comuns do medicamento da Benzetacil são as dores em momento da aplicação. Em virtude de que a substância antibiótica é, de forma frequente, indicada para tratar público pediátrico, esta experiência é capaz de causar traumas.

É possível encontrar diversos audltos que, até os dias de hoje, conseguem lembrar da experiência ruim com a injeção em questão de quando pequenos.

Para o alívio da infeção da Benzetacil, o especialista pode fazer a indicação de anestésicos como:

Estes podem ter diluição em conjunto da substância antibiótica. A técnica apresenta eficácia não apenas em momento da aplicação, porém nos dias a seguir. Ela reduz as dores musculares na região onde recebeu a injeção. Porém, há a necessidade de existir indicações escritas do especialista para que haja a possibilidade de fazer a mistura de elementos.

Outras reações adversas do medicamento se assemelham a demais modos da injeção como:


  • diarreia;
  • náusea;
  • dores estomacais;
  • tonturas;
  • candidíase;
  • dores estomacais.

Contraindicações da Penicilina

A injeção, em questão, não pode ter a administração em indivíduos com histórico alérgico a substância. O medicamento pode ter uso em período gestacional, caso haja necessidade.

Contudo, assim como quaisquer outras substâncias, a sua utilização em mulheres grávidas deve apresentar diversos critérios. A mesma orientação se aplica em momento de lactação materna.

O medicamento não corta e nem prejudica o bebê, porém, se houver a possibilidade de evita-la, melhor.

O medicamento pode ter administração em público feminino que utiliza anticoncepcionais hormonais, visto que não existem indicações de diminuição da ação do comprimido.

Em indivíduos que apresentem insuficiência dos rins, as dosagens devem ter redução conforme as taxas de filtrações renais.

Como Usar a Penicilina?

A substância antibiótica deve ter administração pela injeção intramuscular, com aplicação num grupamento do músculo que seja grande, como a região glútea ou parte lateral de coxas.

Não administre a injeção pela veia, porque existe a possibilidade de causar parada cardíaca.

A medicação benzatina é, de forma habitual, comercializada sob as dosagens de:

  • 600.000 U – ampola composta por 4ml de soluções em 150.000 U/ml;
  • 1.200.000 U – ampola composta por 4ml de soluções em 300.000 UI/ml.

As dosagens indicadas no público adulto correspondem a:

Faringoamigdalite de Bactérias

  • 1.200.000 UI em uma dosagem, apenas.

Sífilis

  • 2.400.000 UI em uma dosagem, apenas.

Prevenção da febre reumática

  • 1.200.000 UI de três em três ou quatro em quatro semanas.

Infecção Estreptocócica A

  • público infantil até 27 kg – injeção única de 300.000 a 600.000U;
  • público maior – injeção única de 900.000U;
  • público adulto – injeção única de 1.200.000U;

Crianças Entre a Faixa Etária de 2 a 12 Anos

Dosagens com ajuste, conforme a posologia adulta.

Febre Reumática e da Glomerulonefrite

A indicação é fazer uso periódico, de três em três ou quatro em quatro semanas da dosagem de 1.200.000U. Ainda que as taxas de incidência da febre reumática tenha baixa, o uso em regime de quatro em quatro semanas, é possível considerar o consumo de três em três semanas, se o indivíduo tiver histórico de múltiplas incidências, bem como:

  • lesões valvulares;
  • incidência de administração entre 4 em 4 semanas;

O especialista deve fazer a avaliação dos vantagens das injeções de maior frequência em combate a possível redução e aceitação do indivíduo a tal procedimento.

Sífilis Endêmicas e Pintas

  • Injeção de 1.200.000U em dosagem única.

A preparação deste medicamento deve ser a partir da injeção do conteúdo da ampola em diluição do frasco e agitação pelo tempo de 1min.

Antes de fazer a injeção da dosagem, é preciso puxar os êmbolos de seringas, certificando-se de que a agulha não permaneça num vaso de sangue.

Caso surja sangue ou quaisquer modificações nas cores dos produtos, é preciso fazer a retirada da agulha e injeta-la em outros locais.

Observação

Este medicamento deve ter administração de forma exclusiva pelo músculo profundo, em quadrante superior da parte do lado da nádega. Bebês e crianças pequenas podem ter a aplicação do lado da coxa.

Esta infeção deve ter a aplicação de forma lenta e continuamente, tendo interrupção se o indivíduo se queixar de dor muito forte no local.