Trulicity: Bula, O Que é, Indicações e Contraindicações

O Trulicity é uma solução injetável, disponibilizada na forma de caneta para uso único. Produzido pelo laboratório Eli Lilly do Brasil, trata-se de um dos medicamentos mais conhecidos no mercado.

Para saber todos os detalhes sobre essa substância, tais como indicações, efeito esperado, contraindicações, reações adversas, como usar etc., confira nosso artigo.


Para Que o Trulicity é Indicado?

Trulicity

O Trulicity é recomendado para o tratamento do diabetes mellitus tipo 2 em adultos com o objetivo central de melhorar a taxa de glicose (açúcar) no sangue.

O uso desse medicamento deve ser combinado com uma alimentação equilibrada e prática regular de exercícios físicos.

O uso do Trulicity pode ser combinado com outros tipos de medicamentos que atuam na redução dos índices de glicose, tais como:

Insulina basal com ou sem metformina;
– Metformina;
– Tiazolidinediona e metformina;
– Insulina prandial (no momento das refeições) com ou sem metformina;
– Sulfonilureia com ou sem metformina.

Composição do Trulicity

Com relação à composição, cada 0,5ml desse medicamento contém:

– Dulaglutida (0,75 mg ou 1,5 mg).
– Excipientes (citrato trissódico di-hidratado, manitol, ácido cítrico anidro e polissorbato 80 em água para injeção).

Contraindicações do Trulicity

Ainda que o Trulicity apresente excelentes resultados no tratamento do diabetes mellitus tipo 2, ele não é indicado nos seguintes casos:

– Pacientes com histórico pessoal ou familiar de carcinoma medular de tireoide;
– Pacientes com neoplasia endócrina múltipla;
– Pessoas com diabetes tipo I;
– Pessoas que apresentam quadro de cetoacidose diabética;
– Pacientes com histórico de diagnóstico de tumor maligno na tireoide;
– Pessoas alérgicas a qualquer um dos componentes da fórmula desse medicamento (princípio ativo e excipientes).
– Grávidas e lactantes (mulheres que estão amamentando) devem usar esse medicamento somente mediante autorização do médico, de acordo com o quadro clínico de cada paciente;
– Pacientes que ingerem outros tipos de medicamentos ou que são diagnosticados com algum tipo de doença também devem informar ao médico tais condições antes de iniciar o tratamento.

Efeitos Colaterais do Trulicity

Com relação aos efeitos colaterais desse medicamento, os mais comuns são:

– Náuseas e/ou vômitos;
– Diarreia ou intestino solto;
– Dores no abdômen;
– Baixa quantidade de açúcar no sangue (hipoglicemia);
– Dores no estômago;
– Problemas de digestão;
– Redução do apetite;
Prisão de ventre;
– Gases;
Cansaço excessivo.

Obs.: ao notar um ou mais desses efeitos colaterais, é necessário informar imediatamente ao médico responsável pelo tratamento para que sejam feitas alterações na dosagem ou prescrição de outros tipos de medicamento de acordo com as condições clínicas do paciente.

Posologia e Como Tomar Trulicity

A dosagem ideal deve ser estipulada pelo médico responsável pelo tratamento, já que essa quantidade depende do nível de gravidade da doença.

Quando o Trulicity é administrado sozinho, o recomendado é tomar 0,75 mg 1 vez por semana, atingindo uma dose máxima de 1,5 mg por semana.


Quando administrado em combinação com outros medicamentos, a dosagem indicada é de 1,5mg 1 vez por semana.

Cuidados de Armazenamento e Manuseio

O armazenamento e manuseio do Trulicicy deve seguir cuidados especiais em virtude de ele ser disponibilizado em formato de caneta e também devido ao conteúdo do próprio medicamento. Esses cuidados são:

– Guardar a caneta no refrigerador;

– Por conter partes de vidro, a caneta do Trulicity deve ser manuseada com cuidado. Caso ela caia numa superfície dura, a caneta fica totalmente imprópria para uso, sendo necessário usar outra;

– A caneta não pode ficar congelada. Caso isso ocorra, ela se torna imprópria para uso, sendo recomendado utilizar outra caneta;

– O Trulicity deve ser mantido fora do calor direto e da luz, já que esses fatores deterioram a caneta;

– Quando não houver possibilidade de refrigeração, é recomendado manter a caneta em temperatura ambiente (abaixo de 30 graus) por até 14 dias;

– Para maiores detalhes quanto aos cuidados necessários para armazenamento, é indicado ler a bula com atenção.

Precauções Gerais do Trulicity

Além de observar as contraindicações, efeitos colaterais e demais informações sobre esse medicamento, é necessário ter atenção especial com relação às precauções gerais para uso do Trulicity. Essas precauções são:

– No caso de pacientes que estão utilizando Trulicity juntamente com insulina ou sulfonilureia, é necessário cuidado redobrado para evitar crises de hipoglicemia ao dirigir veículos ou operar máquinas;

– Esse medicamento não deve ser usado por pessoas diagnosticadas com diabetes mellitus tipo 1 ou para o tratamento de quadros de complicação do diabetes ocasionados por deficiência de insulina e caracterizada pelo aumento dos níveis de glicose e de substâncias ácidas na corrente sanguínea;

– O medicamento Trulicity está relacionado à elevação da quantidade de enzimas do pâncreas, amilase e/ou lipase, em relação ao início do tratamento. Na falta de sinais e sintomas decorrentes de pancreatite aguda, os aumentos isolados das enzimas do pâncreas não predizem o quadro de pancreatite;


– Não há confirmação de que o Trulicity pode causar tumores de células C da tireoide em humanos. No entanto, caso o paciente apresente ou venha a apresentar nódulos na tireoide, identificados em exames físicos e de imagem na região do pescoço, é necessário consultar o médico imediatamente para uma avaliação mais profunda;

– Quadros de inflamação aguda do pâncreas (pancreatite) foram observados depois do uso do Trulicity e de medicamentos dessa mesma categoria. Caso ocorra suspeita de pancreatite, é necessário interromper imediatamente o tratamento com o Trulicity até a confirmação do diagnóstico. Caso o diagnóstico de pancreatite se confirme, o uso desse medicamento deve ser totalmente eliminado;

– A administração de medicamentos pertencentes à mesma categoria do Trulicity, chamados de agonistas do receptor GLP-1, pode estar associada à ocorrência de reações adversas no aspecto gastrointestinal, tais como náusea, vômito e diarreia. Tais reações podem provocar quadros de desidratação, o que pode causar sérios problemas aos rins, incluindo insuficiência renal aguda;

– Não é indicado que o Trulicity seja usado nos casos de pacientes diagnosticados com doenças gastrointestinais graves.

É de suma importância que, durante o tratamento com o Trulicity, o paciente se comprometa ao máximo em adotar uma alimentação adequada, adotar a atividade física no dia a dia e seguir todos os demais cuidados recomendados. É este conjunto de fatores que permite os melhores resultados no tratamento do diabetes.


Depois de saber sobre o Trulicity, consulte seu médico e verifique todos os demais detalhes antes de iniciar o tratamento com esse medicamento.

Para que os medicamentos possam ser comercializados, eles devem ser registrados na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Em casos de dúvida, verifique no portal da Agência em “Consulta de Produtos”, pois pode ser um medicamento irregular ou falsificado.

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.