Cólera – O Que é, Sintomas, Causas e Tratamentos

Cólera é uma doença que já foi motivo de pânico entre adultos e crianças. Infelizmente, até hoje, devido a problemas como falta de saneamento básico, ela pode afetar uma parcela significativa da população e causar sérios danos no organismo.

Para saber tudo sobre este problema, confira nosso artigo.


O Que é Cólera?

Cólera é uma doença infecciosa provocada por uma bactéria chamada Vibrio cholerae, que ataca o intestino delgado e é transmitida sobretudo pela água e alimentos contaminados.

Exatamente por esse motivo, o surgimento e proliferação da Cólera estão ligados às condições de higiene e saneamento básico.

Cólera

Como a Cólera é Transmitida?

A Cólera é transmitida via fecal-oral. Isso significa que essa doença chega ao organismo pela ingestão de alimentos ou água contaminada pela bactéria Vibrio cholerae e também ocorre pela contaminação de uma pessoa para outra.

Muitas das vezes, os alimentos são infectados pela água que teve contato com fezes de portadores da bactéria. Essa situação ocorre em áreas nas quais o saneamento básico é precário ou inexistente, gerando grande risco de contágio de Cólera.

Quando os alimentos infectados não são bem lavados, a bactéria sobrevive por até 5 dias em temperatura ambiente, sendo que no período de 2 a 3 dias começam a aparecer os primeiros sintomas.

O período de transmissão se mantém enquanto a pessoa infectada estiver eliminando a bactéria nas vezes, quadro que dura cerca de 20 dias.

Em suma, a Cólera é transmitida ao ingerir água ou alimentos contaminados pela bactéria causadora da doença, que afeta sobretudo áreas com baixo índice de higiene e saneamento básico.

Quais os Sintomas da Cólera?

Os sintomas da Cólera variam de acordo com o avanço da doença. Quando o problema não é tratado logo no início, esses sintomas vão se agravando e os efeitos provocados no organismo podem levar à morte.

Inicialmente, os principais sintomas da Cólera são:

Náuseas;

– Vômitos;

– Diarreia.

Diante desse quadro, o organismo começa a passar por um processo de desidratação, que acarreta:

– Boca seca;

– Sede intensa;

–  Irritação;

– Apatia;

– Olhos fundos (olhos encovados);

– Diminuição da pressão arterial;

– Batimentos cardíacos acelerados;

– Pele com aspecto seco e enrugado;

– Baixa concentração de minerais na corrente sanguínea;

– Baixa ou nenhuma produção de urina.

Devido ao processo intenso de perda de minerais no sangue, o organismo passa a apresentar uma sequência de novos sintomas, que são:

– Choque;

– Cãibras musculares.

Quando a Cólera atinge níveis críticos e alarmantes, a doença passa a causar:

– Fraqueza nos intestinos;

– Necrose dos rins;

– Arritmia cardíaca (provocada pela queda brusca dos níveis de potássio na corrente sanguínea);

– Quadros de hipoglicemia (baixa quantidade de açúcar no sangue), o que acarreta crises convulsivas e coma em crianças;


– Redução da quantidade de sangue que circula pelo organismo (choque hipovolêmico).

Causas da Cólera

A Cólera, conforme mencionado, é causada pela bactéria Vibrio cholerae, que infecta sobretudo água e alimentos.

O surgimento e proliferação dessa bactéria ocorre devido aos níveis inadequados de higiene e saneamento básico em determinados locais.

Fatores de Risco da Cólera

Quanto à Cólera, é preciso apontar também as situações consideradas como maiores fatores de risco para contaminação. Esses fatores são:


– Exposição aos locais infectados;

– Más condições de higiene;

– Tipo sanguíneo O (possui duas vezes mais chances de desenvolver cólera);

– Inexistência ou redução dos níveis de ácido estomacal;

– Consumo de peixes ou frutos do mar que estejam crus ou malcozidos.

Como Tratar a Cólera

A Cólera é tratada primeiramente com um rápido processo de reidratação dos pacientes infectados com a utilização de soro, líquidos e, em alguns casos, fluidos endovenosos.

Na maioria dos casos (cerca de 80%), a Cólera apresenta sintomas nos níveis leves ou moderados, o que se resolve com a administração de soro.

Já no caso das pessoas com quadros severos de desidratação é preciso fazer uso dos fluidos endovenosos.

Paralelo a esse tratamento, existe a possibilidade de uso de antibióticos para reduzir os efeitos da diarreia e adequar o volume de fluidos de reidratação.

Obs.: apenas determinados tipos de antibióticos podem ser administrados quando o quadro de desidratação é grave. Logo, somente o médico pode prescrever qual dos fármacos é melhor indicado de acordo com o estado de saúde do paciente.

Como Prevenir a Cólera

A Cólera pode ser prevenida de forma simples ao adotar cuidados básicos no dia a dia. Vejamos quais são:

– Não beber ou se banhar com água de rios, riachos, cacimbas ou poços contaminados;

–  Armazenar a água tratada em recipientes limpos e com tampa;

– Lavar constantemente as mãos com sabão comum e água limpa, sobretudo antes de iniciar o preparo dos alimentos, antes das refeições, depois de ir ao banheiro, após uso de transporte público, depois do contato com superfícies que possam estar com sujidades, após tocar ou brincar com animais, ao retornar da rua e após amamentar e trocar fraldas de crianças ou idosos;

– Nos locais nos quais não é possível uso do vaso sanitário, as fezes sempre devem ser enterradas longe dos cursos de água, evitando a contaminação;

– Desinfetar e lavar bem os equipamentos, utensílios e superfícies utilizadas na preparação de alimentos e bebidas;

– Manter a tampa do lixo sempre fechada. Nos locais onde não há coleta seletiva, o lixo deve ser enterrado longe dos cursos de água;

– Proteger os alimentos da ação de insetos e demais tipos de animais (domésticos ou não). Obs.: todos os alimentos devem ser armazenados em recipientes fechados;

– Evitar o consumo de alimentos malcozidos ou crus, principalmente peixes e frutos do mar;

– Sempre tratar a água antes de consumir (filtrar ou ferver).

Por mais que a Cólera não seja uma doença tão assustadora quanto há décadas, ela continua afetando muitas pessoas, sobretudo aquelas que moram em regiões mais precárias.


Nos casos mais graves nos quais o tratamento não é iniciado a tempo, a Cólera pode levar à morte. Compartilhe essas informações com seus amigos e familiares para que eles também adotem esses cuidados.

Por mais que você se sinta bem, faça um Check-up  uma vez por ano.  Exames regulares ajudam seu médico acompanhar sua saúde e identificar alguma ameaça de doença, colocando você no caminho do tratamento.