Floratil: Bula, Indicações, Efeitos Colaterais, Como Usar

Confira Todas as Informações Sobre o Floratil, Um Medicamento Que Deve Ter Prescrição Médica. Conheça Também Os Efeitos Colaterais e Modos de Uso.

O Floratil é uma medicação utilizada para o restabelecimento da flora do intestino e para o tratamento da diarreia provocada pelos microorganismos Clostridium difficile e, só podem ser consumidos por recomendação do médico, em período de três dias.


O medicamento é utilizado, principalmente, por pessoas que estejam sofrendo de intoxicação alimentar e precisam restaurar a saúde da flora intestinal.

O medicamento é capaz de melhorar o cenário clínico, em questão, dentre outros.

Floratil: Quais as Indicações?

Floratil

O medicamento de teor pediátrico ou em cápsulas, tem indicação para a restauração da flora do intestino e para o auxílio do tratamento de diarreias com causas diferenciadas, tanto em adultos quanto em crianças.

O medicamento de teor probiótico apresenta em sua composição o elemento bacteriano denominado como Saccharomyces boulardii, que trata-se de uma substância viva que, ao passo que tenha a administração em quantitativos adequados, trazem benefícios em relação à saúde.

O organismo apresenta ação sobre o equilíbrio das bactérias intestinais, auxiliando a controlar diarreias.

Apresentações do Floratil

  • Cápsulas gelatinosas;

Utilização oral, adulta e pediátrica.

  • Floratil  de 100mg com 12 drágeas;
  • 200mg com 6 drágeas;

Excipientes

  • lactose;
  • estearato de magnésio;
  • sacarose.

Saccharomyces Boulardii é um elemento ativo com preparação biológica de levedo, com isolação de frutas silvestres de teor tropical. 

Trata-se de um microorganismo vivo que resiste ao efeito do suco gástrico, pancreático e entérico, bem como o da bile, de substâncias quimioterápicas e antibióticas.

Este princípio ativo traz benefícios do desenvolvimento da flora do intestino fisiológico, de modo a impedir a disseminação dos elementos de potencial nocivo até o tubo digestivo.

Efeitos Colaterais do Floratil

Neste momento não há conhecimento de efeitos colaterais indesejáveis em decorrência da utilização do medicamento.


Em determinados públicos como crianças e recém nascidos, é possível fazer a observação de cheiro de fermento em relação as fezes, sem quaisquer significados prejudiciais.

Informar ao médico o surgimento de reação indesejável pela utilização da medicação. É preciso, também, informar ao ambiente da empresa por meio do SAC.

Lactantes e Grávidas

O remédio pode ter uso em período de gravidez, desde que haja a prescrição do médico. 

Direção de Transportes e Operação de Máquinas

É possível efetuar a direção dos transportes, bem como operar máquinas de forma normal em período de tratamento com o medicamento, em questão.

Contraindicações do Floratil

Não há o conhecimento, até agora, de situações de contraindicação da utilização do medicamento, com exceção das alergias ao elemento ativo ou quaisquer excipientes.


Interação Por Medicamentos

Não há o conhecimento de interação por medicamentos para o remédio, em questão, a não ser a redução do efeito quando é consumido em conjunto com demais remédios para o tratamento de micoses.

Se estiver sob tratamentos com substâncias quimioterápicas ou antibióticas, consuma o medicamento antes destes remédios.

Não faça uso do produto em companhia de bebidas com álcool.

Como Usar o Floratil?

De modo geral, o médico fará a exposição da melhor forma de consumir este medicamento.

Siga à risca todas as orientações, bem como a hora, a dosagem e o tempo em que deverá seguir o tratamento com a medicação.

Confira, também, a possibilidade ou não de fazer a ingestão dos medicamentos em companhia de alimentos ou líquidos.

Isto, portanto, é imprescindível para uma resposta saudável do seu organismo.

Os elementos encapsulados do medicamento precisam, portanto, ser consumidos inteiros, sem mastigação e com água.

Para aqueles da faixa etária infantil ou indivíduos que sentem dificuldades para deglutir, os medicamentos podem sofrer aberturas, sendo acrescidos à mamadeiras ou águas, bem como alimento semissólido.

Não fazer a adição do medicamento a bebidas quentes ou geladas.

Desde que ocorra a abertura da cápsula, o medicamento precisa ser consumido de forma imediata. Isto porque o contato com a umidade e o ar são capazes de alterar o período de validade do remédio.

A medicação precisa ser consumida preferencialmente em jejum ou 30min antes das alimentações.

Seguir de forma atenta a instrução para retirar a cápsula da cartela é imprescindível. O modo correto de fazer o destaque do blíster é puxando conforme a indicação da seta.

Automedicação

Esta atitude pode causar danos irreparáveis a sua saúde. Portanto, não deixe de prestar muita atenção a tudo o que diz a bula e jamais faça uso dos medicamentos sem que haja a prescrição do médico.

Só este profissional é capaz de diagnosticar o seu cenário com certeza e eficácia. Além disso, as prescrições medicamentosas serão exatamente aqueles que seu organismo necessita.

Do contrário, automedicar-se pode piorar o cenário da sua condição.


Para tanto, não deixe de visitar o seu especialista periodicamente, de 6 em 6 meses, e busque formas saudáveis de manter a qualidade de vida.

Feito isso, compartilhe de bons hábitos e se alimente bem. Um cuidado maior com a sua saúde pode evitar possíveis quadros clínicos.

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.