Varicell: Bula, Indicações, Efeitos Colaterais, Como Usar

Confira Todas as Informações Sobre o Varicell, Um Medicamento Que Deve Ter Prescrição Médica. Conheça Também Os Efeitos Colaterais e Modos de Uso.

O Varicell é uma medicação administrada oralmente, em que há o comércio por cartelas com comprimidos pequenos.


Este remédio promove o auxílio direto para aliviar tensões, a sensação do cansaço e da perna pesada em virtude das varizes.

Ainda, pode cooperar na melhora de sinais desagradáveis. A medicação age, também, como uma substância inibidora, com prevenção do aparecimento de veias com lesões.

Varicell: Quais as Indicações?

Varicell

A indicação, nestas situações em que há a ocorrência de insuficiência de veias e capilares frágeis, são para as varizes e todos os sinais indesejáveis como:

  • dores;
  • queimações;
  • sensação de membros pesados;
  • cansaço da perna.

Entende-se que o medicamento, em questão, tem atuação por meio de dois ativos. São eles:

  • queratina parcialmente hidrolisada;
  • enxofre sublimado com pó de sene e bitartarato do potássio.

Queratina Parcialmente Hidrolisada

Este elemento é capaz de atuar da seguinte forma sobre o organismo:

  • reduz as dores;
  • reduz a sensação do peso das pernas;
  • reduz inchaços – atuando de forma direta na corrente sanguínea das veias prejudicadas por varizes;
  • melhora o fluxo do sangue;
  • desobstrui veias com bloqueamento;

Enxofre Sublimado Lavado, Pó de Folha de Sene e Bitartarato de Potássio

Caracterizam-se por categorias laxantes que promovem o auxílio na boa funcionalidade intestinal.

Contudo, há a consideração fraca desta substância, sem que ocasionem idas frequentes ao banheiro.

As composições estão inseridas para o alívio das varizes nas regiões anais, em situações de hemorroidas que possam provocar sangramentos, inflamações e dores.

Apresentações do Varicell

O medicamento, de acordo com cada drágea, é composta por:

  • Queratina parcialmente hidrolisada com 200mg;
  • Bitartarato de potássio com 20mg;
  • Pó de folha de sene com 20mg;
  • Enxofre sublimado lavado com 20mg;

Excipientes

  • estearato de magnésio;
  • carboximetilcelulose;
  • carvão ativo;
  • talco;
  • polietilenoglicol;
  • água destilada.

Efeitos Colaterais do Varicell

Dentre os possíveis efeitos colaterais, o medicamento pode apresentar:


  • náusea;
  • desconforto gastrointestinal;
  • coceira;
  • transtorno de coagulação do sangue;
  • tontura;
  • espasmos dos músculos;
  • dores de cabeça;
  • hipoglicemia.

Contraindicações do Varicell

A medicação tem contraindicação, portanto, para o público infantil menor que 10 anos, bem como os seguintes critérios:

  • indivíduos com patologia dos rins ou doença hepática prévia;
  • indivíduos com hipersensibilidade aos compostos do medicamento;
  • indivíduos que façam uso de substâncias anticoagulantes;
  • grávidas;
  • lactantes.

Interação Por Medicamentos

Com base em pesquisas em animais, portanto, é possível que existem ações aditivas com remédios de teor hipoglicemiante.

De forma teórica, pode haver interferência com substâncias ligadas a proteínas como as seguintes:


Ainda que não haja a existência de situações reportadas.

Como Usar o Varicell?

A versão em drágeas deve ser consumida da seguinte forma: uma drágea, três a quatro vezes por dia, em período matutino, antes das alimentações e em período noturno, ao se deitar.

As drágeas devem ter o consumo de forma inteira e com um quantitativo com suficiência da água para que haja a possibilidade de deglutinação.

A versão em solução deve ser consumida da seguinte forma: 30 gotas num copo de água, três a quatro vezes por dia, no período matutino, antes das alimentações e no período noturno, ao se deitar.

Varicell Funciona Mesmo Para as Varizes?

O Varicell é uma medicação indicada de forma assídua, quando há o quadro de varizes. Muitos indivíduos brasileiros fazem uso desta medicação para tratar e solucionar os problemas relacionados a varizes.

O medicamento é capaz de amenizar e muito as condições desta situação clínica, de forma visível na estética.

O amplo uso deve-se ao fato de que muito mais que 25milhões de indivíduos no mundo inteiro estão apresentando esse quadro clínico.

Ao passo que não haja o devido tratamento, é possível que ocasionem problemas seríssimos como dores de teor agudo, coceiras, inchaços e possíveis desconfortos.

Em situações determinadas, ao passo que o problema seja deixado de lado, ultrapassando a etapa inicial do seu desenvolvimento, é possível, portanto, provocar a pele endurecida e o aparecimento de úlcera.

Há, contudo, a possibilidade de realizar o procedimento de intervenções cirúrgicas para tratar varizes.

Porém, é uma das últimas situações consideradas somente ao passo que esteja a um grau avançado, de fato. 

Antes de qualquer atitude, é preciso que haja, então, um parecer médico para avaliar a sua situação, independentemente do quadro que esteja apresentando.

Só o especialista poderá dizer o que, então, será melhor para cada caso. O medicamento, em questão, pode solucionar, de fato, o seu problemas, mas não subestime o parecer do médico.

O que pode ser muito bom para o organismo de outras pessoas, contudo, pode não ser muito interessante para o seu.

O cuidado com a saúde, portanto, deve ser cauteloso. Procure sempre praticar bons hábitos alimentares e físicos.


O exercício fará com que este quadro de varizes seja menos crescente. A alimentação, por isso, também é importantíssima.

Além disso, faça seus exames periódicos e sempre busque, portanto, o parecer dos especialistas da medicina. Saúde em primeiro lugar!