Sibutramina: Bula, Indicações, Efeitos Colaterais, Como Usar

Descubra Tudo Sobre a Sibutramina, Um Remédio Prescrito Para o Tratamento da Obesidade Que Atua de Maneira Eficaz Na Perda de Peso. Confira Todas as Informações Aqui!

A Sibutramina é uma medicação utilizada para o tratamento da obesidade, porque promove o rápido aumento da sensação de satisfação e saciedade. Isso evita que se faça o consumo excessivo da alimentação.


Portanto, é dessa forma que a perda de peso é conquistada de maneira fácil. Ainda, tal medicamento promove o aumento da termogênese, que também age na contribuição da perda do peso.

Este remédio precisa ser utilizado como uma complementação do programa estipulado para a redução do peso, a partir de supervisão do especialista, que deve fazer a inclusão de uma alimentação balanceada com calorias reduzidas e exercícios físicos apropriados.

Sibutramina

A Sibutramina é utilizada em cápsulas e disponível em diversas farmácias, em formato genérico ou nomenclatura comercial como os seguintes:

  • Biomag;
  • Reductil;
  • Plenty;
  • Nolipo;
  • Sibus.

Sibutramina: Quais as Indicações?

O medicamento, em questão, tem sua prescrição a indivíduos que apresentem obesidade, em que haja a possibilidade de sofrimento com problemas relacionados à saúde, em virtude do peso em excesso. Síndromes metabólicas são exemplos.

Indivíduos que apresentam peso excessivo, e que este revele problemas de saúde, são passíveis da recomendação deste medicamento por prazo determinado pelo médico, sempre.

Em razão de que o remédio se trata de um inibidor do apetite e que promove o aumento da saciedade, ele atua no emagrecimento e, de forma consequente, o auxílio ao melhor cenários dos problemas de:

  • diabetes;
  • colesterol alto;
  • obstrução de artérias obstruídas.

Apresentações da Sibutramina

Este medicamento pode ser encontrado nas seguintes apresentações:

Comprimidos 10mg

Caixas contendo 15 e 30 comprimidos;

Utilização Oral e Adulta.

Comprimidos 15mg

Caixas contendo 15 e 30 comprimidos;

Utilização Oral e Adulta.

Efeitos Colaterais da Sibutramina

A administração deste medicamento resulta em muitos benefícios ao bem estar emocional e físico do paciente. Entretanto, sua ingestão pode proporcionar alguns efeitos colaterais indesejados, entre os mais frequentes, estão:


  • Cefaleia;
  • Intestino preso;
  • Boca seca;
  • Aflição;
  • Modificação do paladar;
  • Hipertensão;
  • Falta de sono;
  • Enjoo;
  • Tonteira;
  • Suor excessivo;
  • Arritmia cardíaca.

Estas reações são mais comuns no primeiro mês de utilização do medicamento e, geralmente, tende diminuir no decorrer das semanas, assim como sua intensidade.

Contraindicações da Sibutramina

Este remédio é contraindicado para pessoas em algumas situações. Dentre elas, estão:

  • Relatos familiares de patologia coronariana ou infarto;
  • Problemas do coração;
  • Relatos familiares de ataque isquêmico transitório ou derrame cerebral;
  • Arritmia do coração;
  • Patologia arterial;
  • Pressão alta sem acompanhamento adequado – maior de 145/90 mmHg.
  • Diabetes tipo 2, acompanhada de algum problema do coração como pressão alta, mesmo com acompanhamento médico;
  • Pessoas com diabetes tipo 2 e, também fumantes;
  • Relatos de distúrbios da alimentação como anorexia ou bulimia;
  • Pessoas que utilizam medicamentos que inibem monoamina oxidase;
  • Gestantes;
  • Durante o período de amamentação;
  • Depressão;
  • Patologia das válvulas do coração;
  • Pessoas com pressão arterial elevada afetando as artérias do pulmão e do coração.
  • Patologia dos rins.

Como Usar a Sibutramina?

Esta medicação deve ser utilizada de acordo com a indicação médica. Geralmente, a recomendação para o tratamento inicial é pela dosagem de 10 mg, entretanto, pode ser aumentada para 15mg, em alguns casos, no decorrer do tratamento.

A dosagem de início é:

  • 1 comprimido de 10mg por dia.

Em situações específicas de extrema necessidade, a dosagem pode ser de:


  • 1 comprimido de 15mg por dia.

Em situações de esquecimento da ingestão do medicamento por um dia, é importante que no dia seguinte não seja feita a administração em dobro. A ingestão diária acima de 15mg pode proporcionar diversos perigos à saúde, principalmente, no coração.

Sibutramina Emagrece?

Conforme os relatos daqueles que já utilizaram a medicação para o emagrecimento, o parecer é positivo. O remédio realmente funciona para este objetivo.

É imprescindível perceber, contudo, que grande parte desses relatos ainda reforça o “efeito sanfona” depois que o tratamento a partir do remédio é interrompido. O elemento, em questão, atua na perda de peso, porém não há a garantia de que os kgs perdidos não possam voltar.

O medicamento age no aumento rápido da sensação de satisfação após se alimentar, gerando a saciedade. Isto faz com que o indivíduo tenha um consumo muito menor de alimentos, elevando a termogênese. Tal ação atua na contribuição para a redução do peso.

Ainda, como apresenta contraindicação e a possibilidade de provocar diversas ações colaterais, o remédio não deve ter o uso sem recomendação de um médico.

Sibutramina é Tarja Preta?

A contar o ano de 2010, o remédio passou a ter a classificação de medicação psicotrópica anorexígeno. Portanto, a tarja deste modificou de vermelho para a cor preta.

O remédio teve seu desenvolvimento nos 80, como uma substância antidepressiva e atua em regiões cerebrais que promovem o controle não apenas do sentimento de bem estar e do humor, mas também do apetite.


Em virtude de destacar a sensação de satisfação após a alimentação, gerando a saciedade, a indicação do medicamento é para tratar a obesidade ou em casos que a perda do peso é recomendada de forma clínica.

Não se automedique. Busque sempre o auxílio de um médico!

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.