Sertralina: O Que é, Para Serve e Como Usar

Sertralina é um medicamento antidepressivo chamado também de Cloridrato de Sertralina. O medicamento é de uso oral, indicado para adultos e crianças com mais de 6 anos de idade.

A embalagem da medicação contém 30 comprimidos revestidos, sendo que cada um contém 50 mg (além dos excipientes inativos: celulose microcristalina, hiprolose, amidoglicolato de sódio, fosfato de cálcio dibásico di-hidratado, macrogol, estearato de magnésio,corante laca amarelo crepúsculo, hipromelose e dióxido de titânio).


Para Que Serve a Sertalina?

A medicação é indicada para tratar a depressão acompanhada ou não de ansiedade, o transtorno obsessivo compulsivo em adultos e crianças, o estresse pós-traumático, o transtorno do pânico, a fobia social, o ou transtorno da ansiedade social, transtorno disfórico pré-menstrual e a síndrome da tensão pré-menstrual.

Sertralina

Como Age no Organismo

A Sertralina se trata de um antidepressivo do tipo antidepressivos ISRS (Inibidor Seletivo da Recaptação de Serotonina).

Dessa forma, ele aumenta a disponibilidade do neurotransmissor serotonina nas fendas cerebrais, facilitando a sua comunicação com outros neurotransmissores.

Assim, os desagradáveis sintomas da depressão e da ansiedade são aliviados e as funções cerebrais retornam a funcionar adequadamente.

Os efeitos iniciais de melhora dos sintomas da depressão e da ansiedade costumam a começar a serem aliviados com 7 dias de tratamento.

Já o tempo preciso para uma resposta clínica completa pode levar até 8 semanas, dependendo do paciente.

Posologia

A dosagem recomendada depende do problema apresentado pelo paciente e da sua resposta do tratamento, além da indicação médica. No entanto, a posologia usual da Sertralina é:

Depressão e Transtorno Obsessivo Compulsivo

  • A dosagem inicial para esses dois problemas é de 50 mg ao dia.

Transtorno do Pânico, Transtorno do Estresse Pós-Traumático (TEPT) e Fobia Social

  • Indica-se que o tratamento para esses transtornos se inicie com 25 mg de Sertralina. Após o período de uma semana, a dosagem pode ser elevada para 50 mg ao dia. Isso porque a administração inicial de 50 mg no caso desses transtornos revelou a piora dos sintomas.

Síndrome da Tensão Pré-Menstrual (STPM) e/ou Transtorno Disfórico Pré-Menstrual (TDPM)

  • Para tratar esses problemas a dose inicial pode ser de 50 mg ao dia. Alguns profissionais indicam que a medicação seja tomada todos os dias, enquanto outros recomendam a ingestão apenas durante o período lúteo da mulher.

Doses Maiores

Para o tratamento da Depressão, do Transtorno Obsessivo Compulsivo, Transtorno do Estresse Pós-Traumático ou Transtorno do Pânico há pacientes que não respondem a dose diária de 50 mg de Sertralina.

Nesses casos, existe a possibilidade do aumento das doses, de preferência, semanalmente, até 200 mg ao dia.


Uso em Crianças

A Sertralina é um dos poucos antidepressivos que podem ser utilizados em crianças acima de 6 anos de idade. Nesses casos, a dose recomendada diária é de 25 mg para problemas como depressão, ansiedade e transtorno obsessivo compulsivo.

Já crianças de 13 a 17 anos podem ser beneficiadas com doses de até 50 mg de Sertralina, sendo que o tratamento deve começar com a dose de 25 mg diária, durante a primeira semana.

Contraindicações

Sertralina é uma medicação que não deve ser usada nos seguintes casos:


  • Pessoas com histórico conhecido de hipersensibilidade a Sertralina ou a quaisquer um dos componentes da fórmula dos comprimidos da medicação,
  • Uso de forma concomitante de Sertralina com outras medicações inibidoras de monoaminoxidase (IMAO) é contraindicado.

Além disso, o paciente deve informar o médico sobre qualquer medicação que esteja usando ou algum tratamento de saúde a qual está sendo submetido.

Efeitos Colaterais

Os principais efeitos colaterais de Sertralina costumam ser leves e se manifestarem apenas nas 2 primeiras semanas de uso da medicação. Entre os principais efeitos colaterais relatados em relação ao uso da medicação são:

  • Pensamentos suicidas
  • Alterações de humor: euforia, depressão, irritação, etc
  • Tremores
  • Enjoos
  • Náuseas
  • Falta de Apetite
  • Sensação persistente de secura na boca
  • Cansaço excessivo
  • Leves dores de cabeça
  • Redução da libido
  • Impotência sexual masculina
  • Distúrbios de ejaculação masculina
  • Alterações gastrointestinais, entre outros.

Vale ressaltar que é indicado não consumir bebidas alcoólicas durante o tratamento com Sertralina. Também deve-se ter cuidado ao dirigir e operar máquinas, pois a capacidade de atenção pode ser reduzida com o uso do medicamento.

Sertralina Emagrece?

Realmente Sertralina é uma medicação que pode fazer o usuário perder peso, devido ao se efeito colateral da perda de apetite e redução da ansiedade.

Porém, a medicação não é a mais indicada para o tratamento da obesidade, pois nem todas as pessoas tem o apetite reduzido com o uso da Sertralina. Além disso, a redução do apetite pode ser um efeito colateral que dure apenas algumas semanas.

Superdosagem Com Sertralina

Os principais sintomas que podem indicar uma superdosagem com Sertralina são: enjoos, sonolência, vômitos, aumento dos batimentos cardíacos, tremores e agitação.

Pode ocorrer casos de coma com a ingestão da dose de Sertralina, porém, são raros. Já mortes relacionadas a superdosagem foram associadas ao uso concomitante com outros medicamentos.

Não existem práticas específicas para tratar a superdosagem com Sertralina, mas não se deve induzir o vômito.

O mais indicado é levar o paciente até o serviço mais próximo de atendimento médico, de preferência, levando a embalagem ou a bula da medicação.


Caso o acompanhante saiba, informar a equipe de atendimento qual foi a dosagem excessiva ingerida pelo paciente.

Mais informações sobre os riscos e como agir no caso da superdosagem com Sertralina podem ser obtidas pelo número de telefone 0800 722 6001 – a ligação é gratuita para todo o país, se realizada de telefone fixo.

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.