Kaloba: Bula, Indicação, Efeitos Colaterais, Como Usar

Confira Todas as Informações Sobre o Kaloba, Um Medicamento Que Deve Ter Prescrição Médica. Conheça Também Os Efeitos Colaterais e Modos de Uso.

O Kaloba é um remédio específico para tratar os sinais de infecções agudas relacionadas ao trato da respiração.


O medicamento é capaz de atuar em combate a tosse, coriza e demais sintomas que afetam a qualidade da saúde das pessoas.

É também utilizado para o tratamento de sinusites, bronquites e demais condições provocadas por vírus.

Kaloba

Kaloba: Quais as Indicações?

O remédio tem indicação para tratar os sinais como:

  • tosse acompanhada de catarro;
  • tosse seca;
  • coriza;
  • obstruções nasais;
  • dores de cabeça;
  • dores na garganta;
  • dificuldades para deglutir;
  • indisposição;
  • mal estar.

Tudo isso pode se encaixar nos sintomas de resfriados, por exemplo, os quais o medicamento, em questão, têm indicação também, ao se tratar de infecção aguda do sistema da respiração como:

  • sinusites;
  • bronquite não-alérgica;
  • infecção da garganta;
  • infecções provocadas por vírus.

O Kaloba é composto pelo extrato padrão de EPs 7630 de raízes do Pelargonium sidoides D.C, que é um tipo de planta.

Esta tem origem na África do Sul, e tem utilidade em relação a medicina desde os anos de 1665. O teor de sua eficácia para tratar a infecção respiratória teve demonstração pelas pesquisas clínicas a contar os anos de 1970.

O aprimoramento dos sinais infecciosos da respiração acontece a partir das ações do medicamento em relação ao sistema de imunidade.

O medicamento promove o auxílio de defesas de teor natural do corpo, combatendo aos elementos infecciosos provocados por microrganismos.

Pesquisas clínicas também fazem a comprovação de que este remédio atua no exercício de ajudar a eliminar o catarro que, de modo geral, é acompanhante das tosses de infecção respiratória.

Grande parte das pesquisas clínicas realizadas com o medicamento trouxe a revelação de aprimoramento dos sinais de infecção respiratória entre 1º e 4º dia do tratamento.

Esta melhora íntegra dos sinais tem, de modo geral, observação até o 7º dia do tratamento. Desse modo, o medicamento faz a redução do tempo da patologia e intensidade dos sinais.

Apresentações do Kaloba

Cada ml desta substância é composta por:

  • 825mg de extrato etanólico – planta;
  • Glicerol.

Efeitos Colaterais do Kaloba

Dentre as principais reações adversas deste medicamento, podemos citar as seguintes:


  • transtornos gastrointestinais – náusea, diarreia, dores estomacais;
  • hemorragia discreta de gengivas;
  • hemorragia discreta do nariz;
  • reação de hipersensibilidade como coceiras e lesões;
  • aumento de enzimas hepáticas.

A causa entre a situação e a utilização do medicamento não teve demonstração.

Contraindicações do Kaloba

Para que o indivíduo tenha maior segurança, a utilização do medicamento não apresenta recomendação para as situações de:

  • alergias aos compostos desta substância;
  • forte tendência a hemorragias;
  • patologias de teor grave em relação ao fígado e rins;
  • uso de anticoagulantes como Heparina, Varfarina.

Este remédio tem contraindicação para o público menor de um ano.

Como Usar o Kaloba?

Utilização oral e interna.


As gotas deste medicamento precisam da ingestão acompanhada por líquidos, 30min antes das alimentações. Segurar o frasco de maneira vertical e, se houver necessidade, bater de leve o frasco no fundo como a indicação a seguir:

  • rompa o lacre da tampa;
  • vire o frasco e mantenha-o no posicionamento vertical;
  • inicie o gotejamento a partir de uma batida leve com o dedo da região do fundo do recipiente.

Não faça a administração do remédio de forma direta na boca da criança. É imprescindível utilizar recipientes para pingar as gotas.

Exceto se o médico fizer a indicação diferenciada, as dosem indicadas costumam ser as seguintes:

Infecção Aguda

Para o público adulto e pediátrico maior que 12 anos, é preciso que se utilize 30 gotas, 3x por dia.

Para o público entre seis a doze anos, é preciso que se utilize 20 gotas, 3x por dia.

Para o público menor que seis anos de idade, é preciso que se utilize 10 gotas, 3x por dia.

O tempo médio deste tratamento corresponde entre cinco a sete dias e não deve ter interrupção, mesmo depois que o surgimento dos sinais aconteça, de acordo com a recomendação médica.

Seguir as orientações do especialista é imprescindível, sempre observando horário, dosagem e tempo de tratamento. Não interromper o tratamento sem que o especialista saiba. 

Ação do Kaloba

O remédio apresenta o extrato padronizado de raízes da planta “Pelargonium sidoides DC”.

Tem seu uso a partir da medicina popular e se aplica de forma particular para tratar patologias do trato da respiração. Este extrato padrozinado é fonte de:


  • elementos flavonoides;
  • elementos cumarinas hidroxiladas;
  • elementos leucoantocianidinas;
  • elementos esterinas;
  • elementos aminas biogênicas;
  • compostos fenólicos;
  • compostos polifenólicos;
  • óleos essenciais.

Tais resultados das investigações relacionadas ao medicamento fazem a indicação que o exercício farmacológico deste extrato etanólico da planta em questão, faz a inclusão moderada da ação antimicrobiana de amplo espectro e marca as modulações de respostas da imunidade não-específica, de forma especial com elementos imunorrestauradores ou imunomoduladores.

Sempre consulte um médico antes de se automedicar. A automedicação pode causar sérios riscos à saúde e, em alguns casos, piorar o cenário patológico presente. Evite esta atitude.

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.