Bálsamo Bengué – Bula, O Que é, Indicações e Contraindicações

O Bálsamo Bengué é recomendado para tratar diversos tipos de dores e desconfortos, sendo disponibilizado em pomada, gel e aerossol.

Para conhecer todos os detalhes desse fármaco fabricado pelo laboratório EMS, fique de olho no nosso artigo.


Para Que o Bálsamo Bengué é Indicado?

Bálsamo Bengué serve para aliviar dores, inchaço e demais desconfortos provocados por doenças ou lesões que atingem os músculos, as articulações e ossos).

Dessa forma, esse bálsamo é indicado para pessoas que apresentam reumatismo, nevralgias, contusões, torcicolo e dores musculares que podem ser provocadas por má postura, estresse etc.

Bálsamo Bengué

Como Ele Age?

Duas substâncias contidas no Bálsamo Bengué são responsáveis pelos efeitos benéficos que ele oferece. Elas são o salicilato de metila e o mentol.

A partir do momento em que essas substâncias entram em contato com a pele, ocorre uma dilatação dos vasos sanguíneos, provocando uma sensação de frio e, logo depois, de alívio da dor (ação analgésica).

Composição da Fórmula

O Bálsamo Bengué, conforme mencionamos, pode ser utilizado no formato de pomada, gel e aerossol. Vejamos a composição em cada um dos casos.

Pomada

  • Mentol (princípio ativo)
  • Salicilato de metila (princípio ativo)
  • Petrolato branco (excipiente)
  • Lanolina anidra (excipiente)
  • Vaselina (excipiente)

Gel

  • Mentol (princípio ativo)
  • Salicilato de metila (princípio ativo)
  • Água purificada (excipiente)
  • Carbômer 980 (excipiente)
  • Propilenoglicol (excipiente)
  • Dietildihexilamina (excipiente)
  • Álcool etílico (excipiente)
  • Edetato dissódico di-hidratado (excipiente)
  • Benzofenona (excipiente)
  • Cetilacerato + álcool de lanolina acetilada + polissorbato 80

Aerosol

  • Mentol (princípio ativo)
  • Salicilato de metila (princípio ativo)
  • Gás butano (excipiente)
  • Álcool etílico (excipiente)
  • Propilenoglicol (excipiente)

Quais as Contraindicações do Bálsamo Bengué?

Por mais que o Bálsamo Bengué favoreça o alívio de dores e demais desconfortos, ele não é indicado nas situações abaixo:

– Histórico de hipersensibilidade aos princípios ativos ou demais itens contidos na fórmula;

– Quadros de alterações ou desordens na coagulação sanguínea, tais como hemofilia (distúrbio que impede a coagulação correta do sangue) e hemorragia gastrintestinal;

– Gestantes e mulheres que estão amamentando só podem fazer uso desse fármaco mediante autorização médica.

Efeitos Colaterais do Bálsamo Bengué

O Bálsamo Bengué pode apresentar alguns efeitos colaterais em virtude das reações próprias de cada organismo, podendo ser esses efeitos comuns ou menos frequentes. Vejamos.

Efeito Comum (afeta mais de 10% das pessoas que usam esse fármaco)

  • Ardência na pele.

Efeito Incomum (afeta entre 0,1% e 1% das pessoas que usam esse fármaco)

  • Irritação na pele.

Efeito Incomum (afeta entre 0,01% e 0,1% das pessoas que usam esse fármaco)


  • Ulceração superficial na pele.

Indivíduos que apresentam hipersensibilidade ao ácido salicílico possuem maiores chances de apresentar efeitos colaterais. É possível que o mentol provoque reações de hipersensibilidade no caso de pessoas com predisposição a tais reações.


Atenção especial: o Bálsamo Bengué não pode ser aplicado sobre a pele quente como, por exemplo, após banho com água quente, exposição do sol, exercícios que aumentam a temperatura corporal etc.

O motivo é que quando a pele está quente, o valor aumenta os riscos quanto ao surgimento de efeitos colaterais. É necessário aguardar o corpo retomar a temperatura normal antes de aplicar a pomada, gel ou aerossol na pele.

Ao notar efeitos colaterais de maior intensidade é preciso consultar o médico para reavaliação do tratamento.

Cuidados Gerais ao Usar o Bálsamo Bengué

Sobre o Bálsamo Bengué, também é necessário ficar por dentro dos principais cuidados que devem ser adotados antes e durante o uso desse medicamento. Vejamos quais são.

– Antes de fazer a aplicação do Bálsamo Bengué, é necessário lavar bem as mãos;

– Logo depois da aplicação, também é preciso lavar bem as mãos para remover o excesso do medicamento;

– Esse medicamento nunca deve ser inalado. Obs.: atenção redobrada ao utilizar o aerossol;

– Esse medicamento nunca deve entrar em contato com os olhos, nariz e região genital;

– O Bálsamo Bengué não pode ser aplicado em regiões com ferimentos ou sobre mucosas;

– Esse medicamento precisa ficar fora do alcance de crianças e animais domésticos.

Como Usar o Bálsamo Bengué?

Pomada e Gel

Tanto no formato de pomada quanto em gel, a recomendação quanto à aplicação desse medicamento é a mesma.

  • O Bálsamo Bengué deve ser aplicado 2 ou 3 vezes ao dia sobre a região afetada, sendo recomendado que uma dessas aplicações seja feita antes de dormir.
  • Evitar aplicar a pomada ou gel em áreas muito grandes.
  • Caso sejam observadas irritações ou reações alérgicas, suspender o uso e procurar um médico.
  • A pomada e o gel nunca podem ser usados sobre feridas ou mucosas.
  • A região na qual foi aplicada a pomada ou gel não pode ser coberta com faixas ou curativos, já que isso aumenta as chances de efeitos colaterais.

Aerosol

Antes de aplicar o aerossol é preciso agitar bem o frasco. A aplicação sobre a região afetada deve ser feita duas vezes ao dia, sendo uma delas antes de dormir.

É necessário evitar que a aplicação seja feita em áreas muito grandes. Ao usar o aerossol, evitar de inalar o medicamento e proteger os olhos no momento da aplicação.

Nos casos de aparecer irritação ou sinais de reação alérgica, suspender a utilização e consultar um médico.

Sobre a região em que foi aplicado o aerossol, não podem ser feitos curativos ou demais procedimentos que cubram a região, pois isso eleva os riscos quanto às reações adversas.

Por Que Consultar um Médico?

Sobretudo no caso de pessoas que sofrem com reumatismo, nevralgias e dores provocadas por lesões, é fundamental consultar um médico para uma avaliação mais detalhada do problema.

Por mais que o Bálsamo Bengué atue no alívio da dor e inchaço, esses são apenas efeitos de problemas mais graves, que precisam ser tratados, na maioria das vezes, juntamente com outros tipos de medicamentos (como analgésicos e anti-inflamatórios) e requerem acompanhamento constante.

Pessoas vítimas de lesões moderadas ou graves também precisam procurar o médico para uma avaliação detalhada e, quando recomendado, fazer tratamentos de fisioterapia.


Após ver detalhes sobre o Bálsamo Bengué, compartilhe essas informações com outras pessoas para que elas também fiquem por dentro dos benefícios e cuidados necessários antes de utilizar esse medicamento.

Para que os medicamentos possam ser comercializados, eles devem ser registrados na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Em casos de dúvida, verifique no portal da Agência em “Consulta de Produtos”, pois pode ser um medicamento irregular ou falsificado.

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.