Gingilone: Bula, Indicação, Efeitos Colaterais, Como Usar

Confira Todas as Informações Sobre o Gingilone, Um Medicamento Que Deve Ter Prescrição Médica. Conheça Também Os Efeitos Colaterais e Modos de Uso.

A Gingilone é um remédio específico para tratar infecção bucal causada por microrganismos. Além disso, trata as condições comuns como aftas e lesionamentos da língua e gengivas.


É possível também sanar os problemas relacionados a hemorragias e demais condições como estomatites. Acompanhe o modo de uso deste remédio para o trato bucal.

Gingilone: Quais as Indicações?

Gingilone

É indicado para a etapa aguda de infecção bucal pelos microrganismos que tenham sensibilidade a substância de neomicina.

  • estomatites;
  • lesões da mucosa da boca, língua e gengivas;
  • aftas;
  • hemorragias de gengivas.

A substância da hidrocortisona é um elemento esteroide adrenocortical que faz a inibição da resposta da inflamação com indução pelos elementos de natureza:

  • química;
  • mecânica;
  • imunológica.

Este sulfato é uma substância antibiótica bactericida que apresenta eficácia em combate a microrganismo gram-positivos e negativos.

A substância da troxerrutina é derivada sintética de rutina que faz a redução da permeabilidade e fragilidade dos cabelos.

Este elemento ascórbico é fundamental para a síntese e manejo de integridade do elemento colagenoso.

Isto em virtude do processo que envolve a cicatrização e demais compostos de teor orgânico de muitos tecidos, como o endotélio e demais.

Apresentações do Gingilone

  • Acetato de hidrocortisona de 5 mg;
  • Sulfato de neomicina de 5 mg;
  • Troxerrutina de 20 mg;
  • Ácido ascórbico de 0,50 mg;
  • Benzocaína de 2 mg.

Excipientes

  • essência de hortelã;
  • mentol;
  • essência de anis;
  • metabissulfito de sódio;
  • edetato dissódico;
  • glicerol;
  • sacarina sódica;
  • macrogol 4000;
  • sorbitol;
  • álcool etílico;
  • clorobutanol;
  • povidona;
  • água.

Hidrocortisona

O Hidrocortisona é uma substância adrenocorticoide não-fluorada de potencial baixo. As substâncias corticosteroides têm difusão de membranas de células e compõe complexos de receptores citoplasmáticos.

Tais complexos têm entrada na região nuclear das células, conectando-se a cromatina e têm estimulação da transcrição do elemento mensageiro do RNA.

Depois da síntese das proteínas de diversos elementos enzimáticos inibitórios, eles se responsabilizam pelas ações anti-inflamatórias destes adrenocorticoides tópicos.

As ações anti-inflamatórias fazem a inclusão de inibições do procedimento de início como:

  • deposições de fibrinas;
  • edemas;
  • dilatações vasculares;
  • migrações;
  • exercício fagocitário.

Procedimento tardio, como as deposições do colágeno e a composição de queloides, também têm inibição a partir dos adrenocorticoides.

É indicado para todos os tipos de dermatoses de inflamação e alergias que responsam a corticoterapia de teor tópico como:

  • eczemas de contato, disidrótico, numular, microbiano, atópicos;
  • dermatite seborréica;
  • eczemas perianais;
  • eczemas de estase.

Ácido Ascórbico

Este elemento é usado para tratar a deficiência do ácido ascórbico, conhecido também como vitamina C, tanto para curar quanto para profilaxia.


É indicado em casos de suplementos pela vitamina C, como em período gestacional e de lactação. Também para indivíduos que apresentem pancreatite de teor agudo, em que há a utilização de alta dosagem por dia da vitamina C, em período de tratamento.

O elemento ativo tem ação como um elemento de diversos efeitos da hidroxilação e também da amidação a partir de elétrons transferidos para os elementos enzimáticos que promovem o fornecimento que equivale a redução.

Esta vitamina é necessária ou torna mais fácil as conversões de determinados resíduos de lisina e prolina de pró-colágeno, bem como:

  • oxidação de cadeia lateral da lisina em elementos proteicos, de modo a fornecer hidroxitrimetillisina para a carnitina sintetizar;
  • a conversão do ácido fólico para o ácido folínico;
  • o metabolismo microssomal de medicamento;
  • hidroxilação do elemento de dopamina para a formação de norepinefrina.

A substância da vitamina C atua promovendo o exercício de um elemento enzimático de amidação, em que há a crença de ter envolvimento no processo de hormônios específicos como ocitocina.

Em relação aos dentes, ao endotélio capilar e aos dentes, a vitamina C tem relação com o colágeno sintetizado, bem como demais compostos orgânicos de matrizes intercelulares.

Este elemento C não tem produção pelo organismo e, portanto, há a necessidade de fazer parte dos alimentos diários.

A vitamina apresenta boa absorção, de modo a distribuir rápida e uniformemente os seus compostos, tendo eliminação em partes pelas oxidações e em outras pelos rins.

Efeitos Colaterais do Gingilone

A utilização prolongada das substâncias corticosteroides, ainda que se suspensão tópica, sob determinadas situações é possível que origine as reações sistêmicas destes, e pode acontecer o desequilíbrio eletrolítico, retendo líquidos e sódio, bem como:

  • edemas;
  • hipertensão;
  • excreção do potássio;
  • alcalose;
  • hipercalcemia.

Público Idoso

Em consideração as reações adversas, que acontecem em grande proporção em público idoso, é preciso atentar-se a segurança ao fazer a administração deste remédio a tais indivíduos.

Período Gestacional

A segurança da utilização destas substâncias corticosteroides tópicas em período gestacional ainda não teve estabelecimento de maneira definitiva.

A utilização prolongada das substâncias antibióticas pode facilitar o surgimento de infecção secundária pelos elementos bacterianos não sensíveis ou, ainda, fungos. É imprescindível atentar-se pelo modo de uso do produto.

Contraindicações do Gingilone

Há a contraindicação em indivíduos que apresentem a hipersensibilidade aos compostos da substância, bem como:

  • lesões de tuberculose;
  • lesões micóticas;
  • lesões virais – varicela, herpes simples.

Informar ao médico a condição de grávida em período do tratamento ou posteriormente ao fim do mesmo. Informar também se estiver em período de amamentação.

Os benefícios e riscos do uso deste remédio em período gestacional e de amamentação precisam de avaliação especialista.

O remédio tem contraindicação para o público menor de 2 anos. O remédio não deve ter uso pelo público feminino que esteja em período gestacional sem a recomendação do médico.

Como Usar o Gingilone?

Seguir as orientações do especialista, de modo a respeitar os horários e dosagens, bem como o tempo de tratamento é imprescindível.

É importante não interromper o tratamento sem que haja o conhecimento do especialista.


Posologia

É importante friccionar um pequeno quantitativo da pomada nos locais prejudicados, três a seis vezes ao dia, ou a depender do médico.


Utilize o remédio até que os sinais da condição se aliviem ou desapareçam. Se não houver melhora dos sintomas em uma média de sete dias do tratamento, é importante que se busque o auxílio médico.

Não se automedique. Procure sempre o auxílio médico e faça exames periódicos. Saúde, sempre, em primeiro lugar.

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.