Insolação – O Que é, Causas, Sintomas, Tratamento e Prevenção

Insolação é um problema bem sério que pode inclusive levar à morte. Esse quadro é provocado por uma excessiva exposição ao sol ou calor intenso, fazendo com que a temperatura do corpo fique além dos 40ºC.

Para saber todos os detalhes dessa condição e principalmente como tratar e prevenir, confira nosso artigo.


Causas da Insolação

Insolação

De forma geral, a Insolação é provocada pela exposição exagerada das pessoas ao sol, a locais com temperatura muito quente ou intenso esforço físico que aumenta a temperatura do corpo além do normal.

Vejamos as causas da Insolação associadas a esses fatores:

  • Ficar longos períodos ao sol sem utilizar protetor solar (principalmente em regiões de praia e campo);
  • Uso exagerado de roupas;
  • Permanecer por longos períodos sem hidratar o corpo;
  • Praticar atividades físicas muito extenuantes (tanto no trabalho como esportivas).

Fatores de Risco da Insolação

Com relação à Insolação, alguns fatores de risco acabam por aumentar as chances de apresentar esse problema. São eles:

  • Pessoas que sofrem de doenças crônicas, como por exemplo diabetes;
  • Bebês e crianças;
  • Idosos;
  • Pessoas que apresentam algum tipo de problema de saúde que provoca desidratação (ex.: gastroenterite);
  • Uso excessivo de bebidas alcoólicas ou bebidas que contenham cafeína;
  • Baixa ingestão de líquidos;
  • Atletas, soldados e trabalhadores que exercem esforço físico extenuante expostos ao sol (ex.: pedreiros);
  • Uso frequente de determinados tipos de medicamentos, tais como antidepressivos, antipsicóticos, diuréticos e vasoconstritores.

Todas as pessoas que apresentam uma ou mais das condições acima devem redobrar os cuidados com relação aos quadros de Insolação, sendo necessário atenção especial aos sintomas e às medidas preventivas (que trataremos mais adiante).

Sintomas da Insolação

Esses sintomas da Insolação vão surgindo aos poucos, e alguns deles podem passar despercebidos:

  • Náuseas;
  • Tontura;
  • Dor de cabeça;
  • Pulsação mais rápida;
  • Alterações visuais;
  • Confusão mental;
  • Sensação de cansaço ou fraqueza muscular;
  • Aumento da temperatura do corpo;
  • Pele quente e sem suor (seca), que pode apresentar aspecto avermelhado.

Já no caso dos sintomas abaixo, eles geralmente ocorrem de repente:

  • Palidez;
  • Dificuldade de respirar e respiração rápida;
  • Cor arroxeada nas extremidades;
  • Desmaio.

Obs.: dependendo da gravidade da Insolação, é possível que a pessoa apresente convulsão.

Como Diagnosticar Insolação

O quadro de Insolação geralmente é diagnosticado mediante avaliação clínica de acordo com os sintomas apresentados pelo paciente. Em alguns casos, pode ser necessário realização dos seguintes exames:

Hemograma, com a finalidade de verificar os níveis de sódio e potássio no sangue, assim como analisar se há ou não presença de certos tipos de gases no sangue que indiquem danos ao sistema nervoso.

Testes musculares, para analisar possíveis danos na estrutura dos músculos.

Exame de urina, com o objetivo de avaliar o funcionamento dos rins.


Exames de imagem, para avaliar possíveis danos a órgãos internos.

Os exames podem ser solicitados nos casos mais severos de Insolação e servem como parâmetro para que o médico prescreva o melhor tratamento de acordo com as condições específicas apresentadas pelo paciente.

Como Tratar Insolação

O tratamento da Insolação envolve dias etapas, a de primeiros socorros e a continuação dos cuidados que deverão ser seguidos à risca pelo paciente.

Primeiros Socorros

Enquanto o atendimento de emergência é acionado, é preciso adotar os seguintes cuidados com o paciente que está passando por um quadro de Insolação:

– Colocar a pessoa em um lugar fresco, à sombra e bem ventilado.

– Retirar o máximo possível de pelas de roupa da pessoa;

– Caso a pessoa esteja consciente, procurar mantê-la com a cabeça elevada e em repouso;

– Caso a pessoa esteja consciente, oferecer água gelada.

– Com exceção de pessoas idosas, aplicar compressas de água fria no pescoço, teste, virilhas e axilas.

– Borrifar suavemente, e várias vezes, água fria sobre o corpo da pessoa que está passando por Insolação.

– Caso seja possível, fazer a imersão da pessoa em água fria ou coloca-la em roupas ou panos encharcados com água.

Tratamento No Decorrer dos Dias (de Recuperação)

– Todos os dias, beber de 8 a 10 copos de água bem fresca (mineral ou filtrada).

– Beber soro (ou soro caseiro) de acordo com as quantidades recomendadas pelo médico.

– Ficar em repouso, até que o quadro de Insolação tenha sido totalmente resolvido.


– Fazer refeições mais leves e em menores quantidades no decorrer do dia. Obs.: evitar refeições com grande quantidade de açúcar ou gordura.

– Realizar, várias vezes ao dia, compressas com água fria para equilibrar a temperatura do corpo.

Além de todos esses cuidados, o acompanhamento médico continua sendo necessário e, somente após liberação médica, é que o paciente poderá retomar suas atividades normalmente.

Como Evitar a Insolação

É possível evitar a Insolação ao adotar uma série de medidas simples. Vejamos quais são.

– Evitar ao máximo de se expor ao sol no período entre 10h e 16h.

– Sempre utilizar protetor solar com fator de proteção acima de 30.

– Optar pelo uso de roupas leves, com cores claras e preferencialmente que nunca fiquem apertadas.

– No caso de pessoas que se exercitam nos dias quentes, é preciso beber bastante líquido (preferencialmente água) 2 horas antes da atividade e 2 horas após, mantendo o organismo bem hidratado.

– Beber bastante líquido durante o dia, especialmente água e aqueles mais saudáveis, tais como sucos naturais (sempre feitos na hora), chás naturais (não diuréticos) e água de coco. Obs.: reduzir o consumo de bebidas alcoólicas ou que contenham cafeína.

– Procurar permanecer à sombra nos horários mais quentes do dia (do período das 11 às 15h).

– Nunca permanecer longos períodos dentro do carro nos dias mais quentes. Obs.: esse cuidado deve ser redobrado no caso de crianças, idosos e animais como cães e gatos.

Além de todos os cuidados mencionados, no caso de pessoas mais sensíveis aos raios solares, é recomendado consultar um dermatologista para uso de protetores solares específicos de acordo com o tipo de pele.


Depois de saber sobre Insolação, compartilhe essas informações com o máximo número de pessoas para que elas também saibam o que fazer nessa situação e evitem problemas mais graves que podem levar à morte.

Por mais que você se sinta bem, faça um Check-up  uma vez por ano.  Exames regulares ajudam seu médico acompanhar sua saúde e identificar alguma ameaça de doença, colocando você no caminho do tratamento.

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.