AAS – Indicações, Efeitos e Características

Para uma melhor compreensão sobre o AAS, precisamos entender que seu sal – ácido acetilsalicílico – é o mesmo da Aspirina.

O AAS é um medicamento infantil de referência – aquele que possui eficácia comprovada, onde seu princípio ativo é denominado ácido acetilsalicílico.

Além disso, pode ser encontrado como Aspirina – na miligramagem adulta.

O ácido acetilsalicílico é um princípio ativo, em que sua nomenclatura acompanha o medicamento genérico, obtendo-se o de apresentação infantil, sendo 100 mg e comercialmente conhecido como AAS e, adulto de 500 mg como Aspirina.

Desta forma, o que difere estes medicamentos é a miligrama.

AAS

Indicações do AAS

O ácido acetilsalicílico infantil – AAS de 100mg – e o adulto – Aspirina de 500mg – possuem as mesmas indicações, sendo apenas necessário fazer análises em momento de administração. Entre suas indicações estão:

  • Dor na garganta;
  • Dor muscular ou nas articulações;
  • Dor de cabeça;
  • Dor de dente;
  • Gripe comum quando acompanhada dos sintomas da febre e dor.

Suas Apresentações

O AAS infantil está disponível em 100mg, podendo conter caixas com 10, 20, 30, 60,100, 120, 200 e 500 comprimidos mastigáveis. Seu uso é oral.

O ácido acetilsalicílico adulto é encontrado em 500 mg, podendo conter caixas com 20, 100, 200 e 400 comprimidos. Utilização é via oral.

Lembrando que, em questões de medicamentos, a indicação adulta pode ser administrada por pessoas a partir de 12 anos.

Efeitos

O uso deste medicamento é favorável contra diversos sintomas, entretanto, existem alguns efeitos colaterais. Os mais frequentes são:


  • Pequenas hemorragias;
  • Dor no estômago;
  • Vômito;
  • Enjoo;
  • Diarreia.

Além destes, outros efeitos podem ocorrer, mas bem raramente. São eles:

  • Úlceras no estômago;
  • Sangramentos no estômago;
  • Reações alérgicas;
  • Respiração prejudicada;
  • Anemia;
  • Em casos de uso prolongado, pode causar tonturas e sangramento no intestino.

O uso de qualquer medicamento, quando utilizado a longo prazo, pode trazer efeitos colaterais. Em virtude disso, recomenda-se que sempre consulte um médico, ao invés de se automedicar.

Contraindicações

Não devem utilizar o AAS as pessoas com as patologias e sintomas, a seguir:

  • Asma brônquica;
  • Alergia ao ácido acetilsalicílico, ou a qualquer componente da fórmula;
  • Ser propenso a ter sangramentos;
  • Conter úlceras no intestino ou no estômago;
  • Crises de asma recorrentes;
  • Pessoas em tratamento com o remédio metotrexato em quantidade de 15mg ou mais, semanalmente;
  • Modificação séria da funcionalidade do coração;
  • Modificação séria da funcionalidade do fígado;
  • Estiver entre os três últimos meses de gestação.

Uso Em Crianças e Adolescentes

Este medicamento tem associação com uma síndrome denominada Reye. Por esta razão, crianças e adolescentes que estejam com catapora ou sinais de gripe, não devem administrar o remédio sem antes ter uma avaliação médica.

Uso Durante e Após a Gestação

Este medicamento só é permitido em casos de extrema necessidade e, com recomendação médica durante os três primeiros meses de gravidez.

No período dos três últimos meses, o uso é proibido, em virtude do enorme risco em provocar complicações para o bebê e para a mãe no parto.


Durante a amamentação, o recomendado é consultar o médico.

O importante é sempre conversar com um especialista sobre qualquer medicamento que deva administrar durante a gravidez e na amamentação.

Posologia

A administração do ácido acetilsalicílico, varia de acordo com a idade e peso, da criança ou do adulto.

Crianças Com 6 a 12 Meses

  • ½ a 1 comprimido mastigável de 100 mg, somente quando por indicação médica.

Crianças de 1 a 3 Anos

  • 1 comprimido mastigável de 100 mg, somente quando houver dor.

Crianças de 4 a 6 Anos

  • 2 comprimidos mastigáveis de 100 mg, somente quando houver dor.

Crianças Entre 7 e 9 Anos

  • 3 comprimidos mastigáveis de 100 mg, somente quando houver dor.

Crianças de 9 a 11 Anos

  • 4 comprimidos mastigáveis de 100 mg, somente quando houver dor.

Em casos de a dor persistir após uma dose, pode ser feita a repetição em períodos de 8 em 8h.

Adolescentes Com Idade Entre 12 a 16 Anos

  • 1 comprimido de 500 mg, quando houver dor. A dosagem pode ser repetida de 8 em 8h.

Adultos

  • 1 a 2 comprimidos de 500 mg, quando houver dor. A dosagem pode ser repetida de 4 a 8h. Quantidade máxima é de 8 comprimidos ao dia.

Este remédio deve ser ingerido com uma bebida e não deve ser tomado de estômago vazio.

AAS Afina o Sangue?

Você já deve ter ouvido falar que este medicamento infantil, para adultos, tem o poder de afinar o sangue e na prevenção de infarto, não é mesmo?

Estudos revelam que este medicamento tem sido muito utilizado pelas pessoas com o intuito de prevenir doenças do coração e sanguíneas.

O que não é mencionado, é que o uso deste remédio a longo prazo, pode provocar sangramento gástrico e irritação.

O uso desta medicação diminui a chance de formação de coágulos sanguíneos, facilitando a passagem do sangue.

Entretanto, esta inibição age também com as prostaglandinas, que possuem a função de proteger o intestino e o estômago.

Por estas ocasiões, especialistas aconselham que a administração do remédio para fins cardiovasculares, deve ocorrer em dias alternados – a cada três dias – tendo a mesma eficácia do uso diário, prevenindo o infarto e AVC.


Além disso, é responsável por diminuir, relativamente, a chance de obter doenças de estômago e no intestino.