Faseolamina: Bula, Indicações, Efeitos Colaterais e Como Usar

Saiba Tudo Sobre a Faseolamina , as Informações e Modos de Uso Desse Suplemento!

A Faseolamina é uma proteína específica que auxilia o organismo de diversas maneiras. O emagrecimento, por exemplo, é uma das preocupações que deixou o caráter estético para compactuar com uma saúde melhor.


Por isso, esta proteína é capaz de beneficiar muito aqueles que querem emagrecer. Trata-se de uma forma saudável de perder peso e, ainda, é por meio da alimentação e das atividades físicas que, determinadas suplementações podem auxiliar neste procedimento.

A proteína, em questão, pode ser encontrada também nos feijões brancos que auxiliam não somente ao emagrecimento, mas na melhora do efeito insulínico, bem como na prevenção do diabetes.

Faseolamina: Quais as Indicações?

Faseolamina

De modo resumido, é possível ressaltar que esta proteína promova o bloqueamento da alfa-amilase. Trata-se de um elemento enzimático que permanece, de forma natural, no nosso organismo.

Em razão de que a atividade principal da alfa-amilase é, de fato, fazer a “quebra” dos carboidratos e atuar liberando a glicose dos elementos celulares, inibe-se a enzima que reduz o quantitativo energéticos disponibilizado na corrente sanguínea.

Por isso, com pouco elemento de glicose na corrente sanguínea, existe menor quantitativo de nutrientes para os elementos celulares realizarem o armazenamento de gorduras.

Desse modo, em caso de o organismo não conseguir realizar a absorção dos carboidratos, ele não pode fazer uso das calorias que estão sendo fornecidas.

Perda de Peso

É importante ressaltar que esta composição pode auxiliar na prevenção ou na eliminação dos quilos em excesso.

Ao realizar o bloqueamento do efeito de, no mínimo, um tanto da alfa-amilase antes, ainda, de alcançar a região intestinal, o suplemento faz a redução do quantitativo calórico que provém das substâncias dos carboidratos.

Em razão de não conseguir realizar a degradação de amidos em açúcar simples, a sistema digestório acaba tendo a obrigação de fazer a excreção por meio de fezes, um tanto destes elementos consumidos ao longo da alimentação.

Os resultados esperados para quem quer perder peso, se combinado com uma dieta sensata, é a redução da fome, a qual acelera a perda de peso, esse varia entre 500 g a 1 kg semanal.

Controle da Glicemia

A substância é relevante não somente para quem tem diabetes, porém também para aqueles que necessitam do emagrecimento.

Conforme estudos divulgados no ano de 2011, o feijão branco e seu extrato são capazes de baixar o nível glicêmico pós-prandial.

Este, trata-se de açúcar na corrente sanguínea, posteriormente a alimentação.

A Faseolamina promove a redução dos valores de glicemia da alimentação. Esta ação, por conseguinte, faz a redução da necessidade de produzir insulina em uma área pancreática.

Para aqueles que apresentam ou, então, procuram a prevenção contra o diabetes, atentem-se.

Trata-se de uma liberação reduzida de insulina, capaz de favorecer os tecidos hormonais sensíveis, de modo a dificultar o aparecimento da denominada “resistência à insulina”.


Em relação aqueles estão com sobrepeso, a substância é capaz de facilitar o controle do apetite e dificultar que haja gordura acumulada. Tudo, de novo, em razão do efeito insulínico.

O hormônio excessivo que circula pela corrente de sangue pode desencadear hipoglicemia. Esta situação em que existe pouco teor de glicose no sangue.

Isto acontece em virtude da insulina auxilia a encaminhar o excesso para a parte interna dos elementos celulares.

Em relação ao organismo, a hipoglicemia se revela em fome. Isto porque a ausência do açúcar quer dizer pouquíssimo combustível para o corpo e, respectivamente, para toda a funcionalidade metabólica.

Portanto, apresenta-se a vontade de consumir coisas doces – ou uma sensação de fome – pouco depois que se alimentou.

Ainda, o excesso de insulina promove o estímulo de gorduras acumuladas na área abdominal.

Aprimoramento da saúde do intestino

Parte dos elementos de carboidratos que não sofrem a absorção, acabam tendo excreção pela região intestinal. Porém, existe ainda outra trajeto para estes carboidratos.

Eles podem ter transformação em alimento para os elementos bacterianos presentes no intestino.

Posteriormente a deixar o estômago, o carboidrato não digerido passa pela fermentação intestinal, num procedimento que apresenta muitos benefícios para a flora do intestino.

Já sabemos que, uma parede no intestino saudável é fundamental para prevenir a prisão do ventre e o câncer de cólon.

Apresentações do Faseolamina

  • Faseolamina de 500 mg.

Efeitos Colaterais do Faseolamina

A reação adversa deste suplemento é a diarreia. Este sintoma, de modo geral, apresenta-se em primeiras datas de tratamento.

Contraindicações do Faseolamina

O produto tem contraindicação em público feminino em fase gestacional, diabéticos ou pessoas que se caracterizem dependentes da insulina.

Como Usar o Faseolamina?

Para a obtenção de resultados ainda melhores com este produto, é preciso fazer o consumo de colher de farinha em água. Isto de forma imediata, antes das refeições principais.

Caso você escolha o produto em cápsulas, consuma uma. Ela pode ser encontrada em concentração de 250 mg, 500 mg ou 1000 mg.

Deve, também, ser diluída num copo com água, pela média de 20min antes de realizar uma alimentação.

É essencial lembrar que, como está em atuação sobre a alfa-amilase, a substância terá ação em acompanhamento de uma fonte do carboidrato.

Por conseguinte, em razão da digestão do amido, dar-se-á início ainda na boca. Não fará sentido a ingestão do suplemento posteriormente a alimentação.


Dosagem ideal

Não há uma dose específica para este suplemento que faça a obtenção de todas as vantagens ao organismo, porém, há a recomendação de que não ultrapasse 1000 mg do elemento por dia, sob risco de reação adversa como diarreia e distensões do abdômen.

Além disso, é importantíssimo que você consulte um especialista antes de fazer uso deste produto. Só o médico poderá saber com precisão a necessidade, dosagem e demais informações sobre este produto para o seu organismo.


É importante lembrar, que todos os suplementos e vitaminas, são absorvidos melhor se consumido junto as principais refeições.

Para que os medicamentos possam ser comercializados, eles devem ser registrados na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Em casos de dúvida, verifique no portal da Agência em “Consulta de Produtos”, pois pode ser um medicamento irregular ou falsificado.

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.