Amitriptilina: Indicações, Efeitos e Características

Quer saber quando utilizar o Amitriptilina e qual sua finalidade? Acompanhe o texto e entenda os seus benefícios e contraindicações, antes de usá-lo!

O Amitriptilina é um remédio em fórmula genérica que possui substâncias ansiolíticas que acalmam e pode ter uso para tratamento de situações depressivas, bem como enurese em período noturno, quando crianças urinam dormindo.


Dessa forma, a utilização da medicação de Amitriptilina precisa ter a orientação psiquiátrica.

A medicação pode ter sua compra em farmácias tradicionais posteriormente ao se apresentar receituário médico, com nomenclaturas como:

  • Neurotrypt;
  • Tryptanol;
  • Neo Amitriptilin.

Amitriptilina

Indicações da Amitriptilina

A indicação do remédio é para o tratamento de pacientes depressivos. Há a indicação também para se tratar enureses noturnas. O remédio é composto por elementos sedativos que acalmam.

Suas Apresentações

Utilização Oral

Utilização Adulta e Pediátrica

Adulto 75mg

Pediátrico (11+) 25mg

Comprimidos com revestimento de 25mg ou 75mg – 20 comprimidos em embalagem.

Efeitos

Os possíveis efeitos desagradáveis comumente mencionados, ao longo do tratamento depressivo correspondem a:

  • boca seca;
  • sonolência;
  • tontura;
  • paladar alterado;
  • aumento do peso;
  • apetite maior;
  • enxaqueca.

Efeitos colaterais que desagradam, em virtude da utilização para urina noturna, acontecem de forma menos frequente. Tais efeitos correspondem a:

  • visão turva;
  • sonolência;
  • dificuldade em se concentrar;
  • prisão de ventre.

É possível que aconteça reação como a hipersensibilidade, acometendo:

  • coceiras;
  • erupções na pele;
  • inchaço no rosto;
  • inchaços na língua.

Estas reações são passíveis de provocar dificuldades na respiração ou ao ato de engolir. Consulte um médico, de forma imediata, se ocorrerem tais sinais.

Contraindicações

A Amitriptilina tem contraindicações para aqueles que se mostram hipersensíveis a este elemento, bem como aqueles que têm o recebimento de cisaprida em virtude de possíveis reações relacionadas ao coração, incluindo o intervalo QT prolongado, arritmias do coração e distúrbio do sistema condutivo.


O remédio não tem recomendação para utilização em etapa recuperativa aguda posterior a infartos.

A medicação pode ter uso de forma cautelosa em indivíduos que tenham histórico de funções hepáticas, convulsão, retenção de urina ou pacientes com glaucoma ou pressão elevada intraocular.

Outros pacientes que precisam consultar o especialista antes de consumir o medicamento são os portadores de:

  • patologias do coração;
  • patologias endócrinas;
  • patologias relacionadas ao nervosismo;
  • grávidas;
  • lactação.

Patologias do Sistema Nervoso

Há a possibilidade de suicídio em indivíduos com depressão que se presencia ao longo do tratamento. Em virtude disso, é contraindicada a dosagem em grandes quantitativos ao longo da terapia.

Ao passo que o cloridrato de Amitriptilina é utilizado para o tratamento de situação depressiva de esquizofrênicos, os sinais da psicose se agravam.


Grávidas

Trata-se de uma categoria de risco. Não existem estudos de controle ao público feminino grávido. Por isso, a administração do remédio para estas, devem ser especificados com auxílio médico, através de confrontos entre benefícios e riscos para a mãe e o bebê.

Não é indicado para grávidas sem uma recomendação médica.

Posologia

Para pacientes depressivos, a posologia do medicamento é composto por:

  • Em adultos 75mg/dia em dosagens com fração que pode ter aumento até 150mg/dia. A elevação é feita, preferencialmente, em dosagens iniciais noturnas.

A ação é sedativa, manifestada geralmente de forma rápida, e o efeito antidepressivo surge entre três a quatro dias. É possível o período de um mês para o desenvolvimento total.

Uma metodologia alternativa pode se tratar a de início de tratamento com 50 a 100mg noturnas, sendo que a dose pode ter aumento de 25 a 50mg todas as noites até 150mg/dia.

  • Em jovens e idosos  de modo geral, estes revelam ser tolerantes reduzidos a tal medicação e, portanto, as dosagens são entre 10 a 50mg ao dia. A recomendação é o consumo antes de ir dormir. 
  • Em crianças em virtude da inexperiência com tal remédio em terapias depressivas infantis, não há a recomendação de tratamento depressivo em pacientes menores que a faixa etária de 12 anos.

Para pacientes de enurese noturna, a posologia do medicamento é composto por:

  • Dosagens de 10mg a 20mg ao dormir à noite; para crianças entre a faixa etária de 6 a 10 anos; 25 a 50mg aos de faixa etária maior que 11 anos. As respostas iniciam logo em primeiros dias de tratamento, resultando em uma melhora que tende a ter continuidade e crescimento decorrente do prazo de terapia.

Continuidade do tratamento é, de modo geral, para que se mantenha a resposta até que se estabeleça o controle.

Amitriptilina dá Sono?

Em virtude dos compostos da medicação, sim. O remédio colabora para que a pessoa tenha sono, justamente porque sua fórmula é composta por substâncias sedativas que acalmam o organismo e sistema nervoso.

Isso, consequentemente, faz com que o paciente caia no sono de maneira mais fácil.

Pessoas que trabalham em períodos noturnos não devem fazer uso do remédio, em razão de sua função sedativa e calmante.


Isso pode trazer prejuízos gravíssimos, principalmente aqueles que trabalham com direção de transportes e afins. Procure o auxílio médico, imediatamente, se sua situação for esta.

Antes de se automedicar, não esqueça de sempre consultar o seu médico! Ficou alguma dúvida? Compartilhe conosco!

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.