Trivagel N: Indicações, Como Usar, Eficácia, Contraindicações

Trivagel N é uma medicação para mulheres que apresentam alguns problemas ginecológicos, causados por agentes externos agressores. O medicamento deve ser usado com a indicação de um médico, de preferência, ginecologista.

Apresentação e Composição

Trivagel N tem consistência cremosa e a sua embalagem contém uma bisnaga com 60 g do produto, além de 10 aplicadores vaginais descartáveis.


Cada 5 g do medicamento contém as seguintes substâncias:

  • Nistatina (100.000 UI);
  • Dexametasona (0,32 mg);
  • Tirotricina (2 mg);
  • Sulfato de Neomicina (10 mg);
  • Ácido Bórico (150 mg);
  • Propionato de Sódio (50 mg);
  • Excipientes inativos: óleo mineral, emulgade, metilparabeno, lorol, propilparabeno, ácido lático e água destilada.

Trivagel N

Quais as Indicações Desse Medicamento?

Trivagel N está indicado para tratar os seguintes casos:

  • Vaginites;
  • Vulvovaginites;
  • Uretrites;
  • Cervicites;
  • Pruridos vulvares; entre outros problemas.

Como Age o Trivagel N no Organismo?

O medicamento tem ação eficaz e comprovada em impedir a proliferação e eliminar bactérias e fungos que costumam se instalar na mucosa da vagina.

Com isso, os agentes agressores são eliminados do corpo e o problema é sanado, fazendo que desapareçam os incômodos sintomas dos quadros anteriormente citados, como prurido e coceira.

O medicamento ainda tem função de reduzir edemas. Isso porque os agentes agressores presentes no canal vaginal da mulher podem deixar o local inchado.

Vale ressaltar que Trivagel N tem ação potente contra as bactérias: Mycoplasma hominis, Gardnerella vaginalis, Bacterioides sp., Mobiluncus mulieris, entre outras.

E, também, contra o fungo Candida albicans, causador da candidíase (um problema frequente na saúde ginecológica das mulheres).

Ação de Cada Componente do Medicamento

Os componentes de Trivagel N agem no organismo das seguintes formas:

Nistatina

Produz a incapacidade dos agentes agressores se proliferarem pela mucosa vaginal. Também evita a passagem deles por essa mucosa, impedindo que atinjam partes internas da vagina.

Dexametasona

Impede o desenvolvimento de bactérias e fungos que se instalaram na mucosa vaginal, levando a eliminação desses agressores.

Ainda tem função de combater inchaços locais, que ocorrem devido a infestação de bactérias e fungos no canal vaginal da mulher.

Tirotricina

É um componente presente em diversas medicações para o uso vaginal. Possui ação anti-inflamatória, antibacteriana e anti-inflamatória, além de restaurar a flora do canal vaginal e os tecidos externos do órgão genital feminino.

Ácido Bórico

Esse componente age de forma a proteger a mucosa vaginal de possíveis lesões causadas pelas outras substancias da fórmula de Trivagel N. Com isso, o canal vaginal da mulher fica protegido durante o tratamento.

Também tem ação antisséptica, promovendo uma limpeza no local em que é aplicado.

Neomicina

Trata-se de uma substância antibiótica. Ela promove a eliminação dos agentes agressores instalados na mucosa do canal vaginal. É considerado um dos mais eficazes antibióticos contra bactérias que atingem mucosas e pele.

Propionato de Sódio

Substância com função antifúngica, que ajuda a eliminar os fungos presentes no canal vaginal.

Como Usar Essa Medicação

A mulher deve, primeiramente, higienizar as mãos. Em seguida encher um aplicador, que acompanha a pomada, e introduzi-lo o mais profundamente possível no canal vaginal.

Em seguida, empurra-se o embolo do medicamento presente no aplicador dentro do canal vaginal. Após a aplicação, o aplicador desse ser descartado.


As aplicações devem ser feitas sempre antes de dormir. A melhor posição para aplicar o medicamento é deitada, com os joelhos flexionados e as pernas separadas ou em pé, apoiando uma das pernas em uma superfície mais alta.

A duração do tratamento vai depender da indicação médica. Em geral, recomenda-se fazer as aplicações por 7 ou 10 dias.

Importante! Durante o período do tratamento com Trivagel N recomenda-se evitar relações sexuais, mesmo que protegidas com o uso de preservativos.

Além disso, não é recomendado “pular” dias do tratamento. Outro detalhe é dar preferência para realizar as aplicações fora do período menstrual.

Trivagel N Tem Contraindicações?

Em alguns casos, o medicamento pode estar contraindicado ou, então, necessitar de tratamento prévio de alguma outra doença ou acompanhamento médico das reações da paciente. Entre essas situações estão:

  • Pacientes com a imunidade baixa;
  • Pacientes que têm alergia a alguma das substancias da medicação, como à neomicina, que pode ocasionar a chamada reação cruzada (processo alérgico);
  • Pacientes com problemas dermatológicos na região vaginal, com úlcera péptica, insuficiência cardíaca, diabetes, osteoporose, infecções virais, com nefropatias, hepatopatas e outras condições.

Uso Por Mulheres Grávidas e Lactantes

Trivagel N não apresenta riscos significativos para mulheres gestantes ou em fase de amamentação. No entanto, fica a critério do médico indicar ou não o medicamento para pacientes nessas condições.

Reações Adversas

O medicamento é, em geral, muito bem tolerado pela maioria das pacientes. No entanto, como todo tipo de medicação, Trivagel N pode causar efeitos indesejáveis. Nesses casos, o médico responsável costuma acompanhar a paciente durante o tratamento.

As reações adversas que podem ocorrer são:

  • Toxidade nos rins;
  • Toxidade nos ouvidos;
  • Problemas neuromusculares;
  • Irritação e sensibilidade local;
  • Leves cólicas uterinas.

Vale saber que tais reações são bastante raras e limitadas, não necessitando a interrupção do uso do medicamento. Além disso, não há reações adversas relatadas no tratamento realizado por mulheres idosas.

Superdosagem Com Essa Medicação

Não há relatos de efeitos danosos em relação ou uso excessivo do medicamento. Entretanto, é essencial que o paciente limite as aplicações de Trivagel N ao número recomendado pelo médico.


Utilizar a medicação por períodos superiores ao indicado pode causar ressecamento vaginal. Caso os sintomas não desapareçam após o tratamento, a mulher deve retornar ao médico.

Caso uma grande quantidade do medicamento seja ingerida por acidente, leve a pessoa ao médico. Pode ser necessária uma lavagem estomacal. Não tente provocar o vômito em casa.

Interações Medicamentosas

Não existem registros de interações medicamentosas que façam mal à paciente ou interfiram na eficácia da medicação. No entanto, informe sempre ao seu médico sobre qualquer outro remédio que esteja usando.

Como Armazenar Corretamente o Trivagel N

O medicamento deve ser armazenado em um local sem umidade e incidência direta da luz solar. Recomenda-se, ainda, guardá-lo em um local com temperatura ambiente (entre 15°C e 30 °C).

Mantenha a medicação em sua embalagem original e longo do alcance de crianças e animais domésticos.

Versão Genérica

Até o momento não há versão genérica da fórmula de Trivagel N. O que pode ser encontrado no mercado são medicamentos com formulações semelhantes, produzidos por outros laboratórios e comercializados com outros nomes.


Para Comprar o Medicamento

Esse medicamento exige apresentação de receita médica e sua retenção pelo estabelecimento, devido à presença de substâncias antibióticas em sua formulação de Trivagel N. 

Para que os medicamentos possam ser comercializados, eles devem ser registrados na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Em casos de dúvida, verifique no portal da Agência em “Consulta de Produtos”, pois pode ser um medicamento irregular ou falsificado.

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.