Toragesic – Bula, O Que é, Indicações e Contraindicações

Toragesic é um potente analgésico disponibilizado em comprimidos sublinguais e produzido pelo laboratório EMS. Para saber todos os detalhes sobre esse medicamento, fique de olho no nosso artigo.

Toragesic – Indicações

Toragesic é um analgésico anti-inflamatório não hormonal com alta eficácia. Por esse motivo, ele é indicado para tratamentos no curto prazo de dores que vão de média a grande intensidade.


Para ter uma ideia da potência desse analgésico, uma das principais indicações dele é o alívio das dores provocadas por cólicas renais.

Toragesic

Toragesic – Composição da Fórmula

O efeito de Toragesic é possível graças à combinação de diversas substâncias que proporcionam um intenso efeito analgésico. Vejamos a composição da fórmula desse fármaco.

  • Trometamol cetorolaco (princípio ativo);
  • Povidona (excipiente);
  • Sorbitol (excipiente);
  • Lactose monoidratada (excipiente);
  • Estearato de magnésio (excipiente);
  • Carmelose sódica (excipiente);
  • Dióxido de silício (excipiente);
  • Sacarina sódica (excipiente);
  • Celulose microcristalina (excipiente);
  • Aroma limão.

Toragesic – Contraindicações

Por mais que Toragesic seja altamente eficaz no alívio de dores, incluindo aquelas mais severas, esse medicamento não é indicado nos seguintes casos:

– Gestantes;

– Período anterior ou posterior ao parto;

– Mulheres que estão amamentando;

– Ocorrência de sangramento no aparelho gastrintestinal;

– Presença de lesões no duodeno ou estômago;

– Ocorrência de sangramento cerebrovascular;

– Pacientes que sofreram infarto do miocárdio;

– Fumantes;

– Presença de úlceras no cólon;

– Ocorrência de AVC – Acidente Vascular Cerebral;

– Situação de risco cardiovascular elevado;

– Quadro de insuficiência cardíaca crônica;

– Diagnóstico de doença no sistema cardiovascular;

– Redução dos níveis de plasma no sangue;

– Quadro de desidratação;

– Diagnóstico de insuficiência renal moderada ou grave;

– No pós-operatório que apresenta elevado risco de hemorragia ou hemostasia incompleta;

– No pós-operatório de cirurgia de revascularização miocárdica, mediante utilização de anticoagulantes, o que inclui baixa dose de heparina;

– Tratamento com outros tipos de medicamentos classificados como anti-inflamatórios não esteroides, probenecida, pentoxifilina e sais de lítio;

– Ocorrência de hemofilia ou alterações no processo de coagulação sanguínea;

– Quadro de asma brônquica e polipose nasal concomitantes, já que nesses casos há risco maior de reações alérgicas intensas;

– Pacientes que apresentam predisposição alérgica ao princípio ativo desse medicamento (trometamol cetorolaco) ou às demais substâncias (excipientes);

– Pessoas com predisposição alérgica a outros tipos de anti-inflamatórios não-esteroidais;

– Indivíduos nos quais o ácido acetilsalicílico ou os inibidores da síntese de prostaglandinas induzem reações alérgicas;

– Como profilático na analgesia antes e durante a realização de cirurgias.

Toragesic – Efeitos Colaterais

Toragesic apresenta alguns efeitos colaterais que precisam ser conhecidos pelos pacientes antes de ingerir esse medicamento. Vejamos agora quais são esses efeitos.

Efeitos Comuns (afetam de 1% a 10% das pessoas que fazem uso desse fármaco)

  • Náuseas;
  • Dor de cabeça;
  • Tontura;
  • Dores abdominais com ocorrência de cólicas;
  • Sonolência excessiva;
  • Edemas;
  • Diarreia.

Efeitos Comuns (afetam de 0,1% a 1% das pessoas que fazem uso desse fármaco)


  • Crises de urticária;
  • Vômitos;
  • Reações alérgicas;
  • Aumento da pressão arterial (hipertensão);
  • Coceira na pele;
  • Aftas;
  • Prisão de ventre;
  • Gases;
  • Manchas ou elevações na pele;
  • Irritação na pele;
  • Transpiração excessiva.

Efeitos Comuns (afetam de 0,01% a 0,1% das pessoas que fazem uso desse fármaco)

  • Cólicas renais;
  • Alteração bioquímica associada à elevação plasmática/sanguínea;
  • Presença de sangue nas fezes;
  • Quadros anêmicos;
  • Dermatite esfoliativa;
  • Hepatite;
  • Sangramento de feridas;
  • Falta de ar;
  • Alterações nas funções do fígado;
  • Asma brônquica;
  • Doenças pulmonares;
  • Distúrbio alimentar (anorexia);
  • Edema pulmonar;
  • Manchas na pele;
  • Inflamação renal;
  • Falência dos rins;
  • Infarto do miocárdio;
  • Úlcera péptica;
  • Edema da laringe;
  • Inchaço na língua;
  • Sangramento nasal;
  • Arrotos;
  • Alucinações;
  • Euforia;
  • Sangramento retal;
  • Redução da produção de urina;
  • Presença de sangue na urina;
  • Reações alérgicas;
  • Aumento do nível de glóbulos brancos no sangue;
  • Amarelão que afeta a pele e olhos;
  • Hepatite medicamentosa;
  • Síndrome de Stevens-Johnson;
  • Perfuração gastrintestinal e hemorragia;
  • Inibição da agregação plaquetária;
  • Redução da quantidade de plaquetas no sangue;
  • Lesão no duodeno ou estômago, com ocorrência de perfuração ou hemorragia;
  • AVC – Acidente Vascular Cerebral

Toragesic – Cuidados Necessários

Toragesic requer a adoção de alguns cuidados complementares, além de conhecer previamente as contraindicações e efeitos colaterais. Esses cuidados são:

Todos os pacientes que possuem alguma doença ou alergia devem, obrigatoriamente, informar essa condição ao médico.

Caso você tenha de passar por alguma cirurgia, é necessário informar ao médico que está fazendo uso de Toragesic.

Esse medicamento nunca deve ser ingerido por mais de 5 dias, a não ser que o médico tenha autorizado.

Durante o período em que estiver usando Toragesic é necessário evitar exposição solar prolongada. O recomendado é intensificar o uso do protetor solar, óculos de sol e roupas que cubram a pele ao estar ao ar livre.

Nos casos em que o paciente apresenta sonolência, tonturas, distúrbios visuais, insônia, quadros depressivos ou dores de cabeça, é necessário abster-se de operar máquinas e dirigir veículos.

Pelo fato de esse medicamento ter a possibilidade de acarretar sangramento intestinal, durante o tratamento é necessário evitar o uso de cigarros e bebidas alcoólicas.

O uso de Toragesic deve ser suspenso no caso de reações mais intensas, sobretudo aquelas relacionadas ao fígado.

No caso de alguns pacientes, o alívio da dor pode não acontecer no período de 30 minutos após ingerir esse medicamento sublingual.

Pelo fato de conter lactose, os comprimidos sublinguais de Toragesic não são recomendados para pessoas que apresentam algum tipo de intolerância à lactose.

É Preciso Consultar o Médico?

Sim. Toragesic, por se tratar de um analgésico de alta eficácia, requer prescrição e acompanhamento médico, sobretudo no que diz respeito às causas das dores intensas sofridas pelo paciente.


Cabe também ao médico avaliar todos os riscos com relação às contraindicações, efeitos colaterais e interações medicamentosas inadequadas.

Ações Que Ajudam no Tratamento

Ao passar por períodos de dores moderadas ou severas é essencial que, além do uso de medicamentos, sejam adotadas outras ações que auxiliem na recuperação do organismo, tais como alimentação leve e nutritiva, maior ingestão de água e repouso.


Depois de saber sobre Toragesic, tire todas as dúvidas com o médico responsável pelo tratamento e compartilhe esse conteúdo com o maior número possível de pessoas para que elas também fiquem bem informadas.

Para que os medicamentos possam ser comercializados, eles devem ser registrados na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Em casos de dúvida, verifique no portal da Agência em “Consulta de Produtos”, pois pode ser um medicamento irregular ou falsificado.