Pantogar: Bula, Indicações, Contraindicações, Como Usar

Saiba Tudo Sobre o Pantogar, Um Suplemento Específico Que Pode Ter a Prescrição do Médico. Confira Todas as Informações e Modos de Uso!

O Pantogar é uma suplementação alimentar que atua no tratamento capilar e de unhas em situação de quedas.


Além disso, tem eficácia em relação ao cabelo muito frágil, quebradiço, prevenindo o surgimento dos brancos e, ainda, rachaduras das unhas.

É um suplemento específico para quem apresentar problemas relativos aos fios capilares e a qualidade das unhas.

Pantogar: Quais as Indicações?

Pantogar

A suplementação apresenta em sua fórmula algumas nutrições relevantes da cistina, cálcio e vitaminas, benéficas para as unhas e cabelos.

Constitui também a queratina, principal composto dos cabelos.

O Pantogar tem indicação em situação da queda capilar, unhas quebradiças e fracas, bem como cabelos danificados em virtude da utilização da chapinha, alisamento, secadores, tinturas e a queima solar.

A suplementação não tem indicação para indivíduos que apresentam alopecia cicatricial e a calvície do homem.

Pantogar revela ação vantajosa em diversas situações da perda do cabelo em virtude não cicatricial.

Observa-se a melhora em relação ao crescimento capilar, relacionado ao número de cabelos que se perdem de forma espontânea e aos de análise de raízes.

O suplemento é capaz de melhorar e dar fortalecimento as estruturas dos fios.

A desordem do crescimento da unha melhora de forma considerável com o tratamento, em questão. Unhas acabam se tornando mais fortes e menos quebradiças.

O tempo deste tratamento é de três a seis meses.

Apresentações do Pantogar

  • Cápsulas;
  • Embalagem composta por 30, 60 ou 90 comprimidos encapsulados.

Utilização oral, adulta e pediátrica maior que 12 anos.

  • Queratina de 20mg;
  • Cistina de 20mg;
  • Ácido paraminobenzoico de 60mg;
  • Levedura medicinal de 100mg;
  • Nitrato de tiamina de 60mg;
  • Pantotenato do cálcio de 60mg.

Composição

As leveduras medicinais são compostas pelos seguintes ingredientes:

D–pantotenato de cálcio

Tem absorção na região do intestino delgado, conforme lei da difusão.

Riboflavina

Tem absorção na região do trato intestinal superior através do processo de transportação que faz a inclusão da fosforilação.

Esta substância faz o ingresso nos tecidos, em geral, os quais apresentam capacidades limitantes do armazenamento.

Mononitrato de tiamina

Após o consumo oral, a tiamina tem absorção de forma preferencial pelo duodeno e, em grau menor, pela porção superior e mediana do intestino delgado.

Ácido fólico

Posteriormente ao intestina absorvê-lo, o ácido tem transporte pelos tecidos específicos.

Niacina

Tem absorção em todo o sistema do intestino. Tem metabolismo em procedimento da n-metilação com desempenho de papel importantíssimo.


A partir do grau alto da administração, há o aumento do quantitativo de vitaminas que tem eliminação sem alteração via urinária.

Piridoxina

Após ser absorvida a hidrólise e a piridoxina da composição fosforiladas na região intestinal, há a apresentação do sangue de modo fosforilado.

Biotina

Posteriormente ao absorver na região intestinal e distribui-la, este elemento tem excreção pela via urinária com inalteração, contudo, de modo mínimo.

Inositol

Tem absorção rápida pela região intestinal. Tem metabolismo predominante como a glucose. O órgão com concentração alta é caracterizado pelos músculos esqueléticos e cardíacos, bem como a região cerebral.

Contraindicações do Pantogar

O Pantogar tem contraindicação, portanto, para o público pediátrico menor que 12 anos e para indivíduos alérgicos a determinados compostos da medicação.

Ainda, mulheres grávidas ou que estejam em período de lactação, bem como indivíduos com problemas de saúde, precisam fazer a consulta ao médico antes do início do tratamento.

Interação por Medicamentos

Não há o conhecimento de relatos interacionais do suplemento a demais medicações, alimentações, álcool ou fumo.

Se houver o tratamento com remédio que apresenta sulfonamida, portanto, é preciso informar o especialista antes do uso desta suplementação.

Isto porque a ação antibiótica pode trazer prejuízos.

Informar aos especialistas o uso de determinadas outras medicações, se for o caso.


Efeitos Colaterais do Pantogar

O Pantogar é, de modo geral, tolerado de forma boa. Contudo, é possível que ocorram ações adversas que podem fazer a inclusão da elevação do quantitativo do suor, aceleramento do pulso, reação da pele como urticárias e desconfortos gastrointestinais como sensações de queimações estomacais, gases, dores abdominais e náusea.

Como Usar o Pantogar?

A dosagem indicada de Pantogar em faixa etária adulta corresponde a uma cápsula, 3x por dia, em período de três a seis meses do tratamento e para os jovens com idade maior que 12 anos.

A recomendação é fazer o consumo de uma ou duas cápsulas ao dia. O medicamento, portanto, pode ter a compra em estabelecimentos farmacêuticos.

Suplementação do Pantogar

O suplemento, em questão, portanto, é composto pela cistina e pela queratina, além de outros princípios ativos. É uma medicação oral para unhas e cabelos.

Promove a nutrição a unhas e cabelos como pantotenato de cálcio, vitaminas, cistina e vitaminas presentes na levedura medicinal.

É composta também pelos elementos proteicos da queratina, essencial composto capilar. O remédio, por isso, é capaz de apresentar ações vantajosas em diversas situações da perda capilar, em virtude inespecífica.

É analisada uma melhora em relação ao crescimento capilar, tanto relacionada ao quantitativo de números dos fios que se perdem de forma espontânea e em relação a avaliação das raízes.

O remédio, portanto, aprimora a estrutura e aumento da resistência dos fios aos danos de escovações, substâncias químicas e efeitos solares.

Além disso, portanto, fortalece os fios. A desordem do crescimento da unha melhora de forma considerável com este tratamento.

Elas se destacam de forma menos quebradiça e muito mais fortificadas, a partir desta suplementação, em questão.


Atente-se a automedicação. Ela pode trazer grandes prejuízos para a saúde e acometer o seu organismo. Consulte, sempre, um especialista.

Para que os medicamentos possam ser comercializados, eles devem ser registrados na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Em casos de dúvida, verifique no portal da Agência em “Consulta de Produtos”, pois pode ser um medicamento irregular ou falsificado.

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.