Lisador – Bula, O Que é, Indicações e Contraindicações

Lisador é um dos medicamentos com efeito analgésico mais encontrados nas prateleiras das farmácias, com preço acessível e consumido por diversas pessoas.

Para saber todos os detalhes sobre este fármaco, acompanhe nosso artigo.


O Que é Lisador?

Lisador é um medicamento comercializado em formato de comprimidos e em gotas com substâncias de efeito analgésico e antitérmico, sendo indicado para o tratamento de diversos desconfortos e problemas.

Lisador

Para que o Lisador é Indicado?

Os comprimidos de Lisador são recomendados para alívio de dores em geral, tais como:

– Dor de cabeça;

– Dores musculares e na coluna;

– Cólicas renais;

– Cólicas gastrointestinais;

– Dores associadas ao fígado;

– Dores nas articulações;

– Dores pós-operatórias.

O Lisador também tem efeito antitérmico, auxiliando no combate à febre, que pode ser provocada por diversas circunstâncias.

Composição da Fórmula

A fórmula do Lisador é composta das seguintes substâncias:

Dipirona (princípio ativo);

– Cloridrato de adifenina (princípio ativo);

– Cloridrato de prometazina (princípio ativo);

– Estearato de magnésio (excipiente);

– Dióxido de silício (excipiente);

– Talco (excipiente);

– Amido (excipiente);

– Sacarose (excipiente).

Contraindicações do Lisador

O Lisador, por mais que ofereça benefícios no tratamento de diversos problemas, não é recomendado nas situações mencionadas abaixo:

– Crianças menores de 12 anos;

– Grávidas;

– Mulheres que estão amamentando;

– Pacientes diagnosticados com úlcera gastroduodenal;

– Pessoas que apresentam predisposição a reações alérgicas mediante uso de qualquer um dos componentes da fórmula do Lisador;

– Indivíduos que sofrem com problemas renais;

– Pacientes diagnosticados com problemas relacionados ao coração ou aos vasos sanguíneos;

– Pessoas que apresentam problemas ou alterações no fígado;

– Indivíduos com quadros de redução dos glóbulos brancos;

– Pacientes com deficiência genética da enzima glicose-6-fosfato-desidrogenase;

– Pessoas que apresentam hipersensibilidade aos medicamentos que são derivados de pirazolônicos ou que contenham ácido acetilsalicílico;

– Indivíduos diagnosticados com porfiria (doença congênita que provoca uma coloração arroxeada nos fluidos corporais nos períodos em que ataca);

– Pacientes com histórico de agranulocitose (problemas no sangue).

Cuidados Necessários ao Tomar Lisador

No decorrer do tratamento com Lisador, o recomendado é que o paciente não opere máquinas e também não dirija veículos, já que o uso contínuo desse medicamento por determinado período altera a capacidade de atenção.

O uso de álcool é proibido durante o uso de Lisador, já que as bebidas alcoólicas prejudicam a absorção dos princípios ativos e podem provocar reações indesejadas e graves.

Pelo fato de conter açúcar, o Lisador deve ser usado com ainda mais cuidado no caso de pacientes diagnosticados com diabetes.


Efeitos Colaterais do Lisador

Consideradas as contraindicações do Lisador, é preciso conhecer os efeitos colaterais que podem surgir devido ao uso desse fármaco. Vejamos quais são.

– Vermelhidão na pele;

– Erupções na pele;

– Coceira;

– Redução da pressão arterial;

– Perda ou redução do apetite;

– Náuseas e/ou vômitos;

– Prisão de ventre;


– Quadros de diarreia;

– Desconforto epigástrico;

– Boca seca.;

– Quadros de azia;

– Dificuldade de urinar;

– Estado febril;

– Queimação;

– Vermelhidão cutânea;

– Paralisia da pupila do globo ocular;

– Glaucoma;

– Pele ressecada;

– Dores de cabeça;

– Vertigem (tontura);

– Zumbido no ouvido;

– Alterações na coordenação motora;

– Cansaço;

– Tremores;

– Visão borrada;

– Nervosismo;

Insônia.

O aparecimento de um ou mais dos efeitos colaterais muitas vezes está associado ao uso prolongado desse medicamento e também devido às condições particulares de cada organismo.

Caso surjam vários efeitos colaterais ou algum deles se manifeste de forma mais intensa, é essencial informar tal condição ao médico para que a dosagem seja adequada ou o medicamento seja substituído.

Qual a Dosagem Indicada de Lisador?

Comprimido

De forma geral, é indicado ingerir de 1 a 2 comprimidos de Lisador, obedecendo intervalos mínimos de 6 a 8 horas, nos casos de adultos. Obs.: o uso de comprimidos não é recomendado para crianças.

Gotas

A dose indicada de Lisador no formato líquido é de 30 a 60 gotas, cumprindo intervalos mínimos de 6 a 8 horas, nos casos de adultos.

Já para crianças acima de 2 anos, a dose indicada é de 8 a 16 gotas, obedecendo intervalos mínimos de 6 a 8 horas.

Obs.: essa é apenas a dosagem mais comum quanto ao uso do Lisador. Caberá sempre ao médico responsável pelo tratamento estipular a dosagem adequada de acordo com as condições clínicas de cada paciente.

A Importância de Consultar Um Médico

Por mais que esse fármaco seja eficaz enquanto analgésico e antitérmico é importante considerar que, quando tais problemas aparecem de forma frequente, é preciso consultar um especialista para avaliar as causas.

Antes de iniciar o uso prolongado do Lisador também é indicado consultar um médico, já que esse medicamento, como todos os outros, ao ser usado por períodos maiores acarreta efeitos colaterais e, ao interagir com outros medicamentos, pode provocar problemas para o organismo.

Tratamentos Alternativos

Além do uso do Lisador e demais analgésicos, para tratar problemas como dores de cabeça, desconfortos musculares, cólicas etc. é possível contar com alternativas naturais que funcionam como complemento, o que evita ingerir doses excessivas do medicamento.

Abaixo algumas dicas naturais de plantas que atuam como analgésico.

– Chá de camomila;

– Chá de camomila com mel;

– Chá de gengibre com limão;

Chá de hortelã;

– Chá de maracujá com mel;

– Chá de boldo;

– Chá de alfazema;

– Chá de jasmim.

Esses chás podem ser ingeridos de 2 a 3 vezes ao dia, sendo uma delas 30 minutos antes de dormir. Eles ajudam a relaxar o corpo e também combatem infecções e inflamações que estão relacionadas às dores, febre e demais desconfortos.


Vale lembrar que o uso desses chás não elimina a necessidade de usar os analgésicos, antitérmicos e demais medicamentos prescritos pelo médico.

Depois de ver sobre o Lisador, compartilhe esse conteúdo com seus amigos e familiares para que eles também fiquem bem informados quanto ao uso desse medicamento e conheçam as alternativas complementares para alívio de dores.

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.