Calotrat – Bula, O Que é, Indicações e Contraindicações

Calotrat é uma solução empregada para uso externo e serve para tratar alguns problemas que afetam a pele, sobretudo na região das mãos e pés.

Para saber todos esses detalhes sobre este medicamento, fique de olho no nosso artigo.


Para Que o Calotrat é Indicado?

Calotrat é recomendado para eliminar verrugas, calosidades, calos e também atua no alívio das dores provocadas por esses problemas.

O uso do Calotrat é exclusivamente externo, podendo ser aplicado em adultos e crianças.

Calotrat

Como o Calotrat Age?

Quando o ácido salicílico é aplicado na pele, ele age de forma queratolítica, produzindo uma descamação um pouco mais significativa da pele.

O ácido láctico, por sua vez, atua no processo de queratinização, diminuindo a hiperqueratose típica das verrugas.

Quando essa substância é empregada em altas concentrações, ela provoca a epidermólise, o que acarreta a destruição do tecido queratósico e consequentemente da verruga e do vírus que provoca esse problema.

O ácido láctico também é reconhecido por ter efeito antisséptico.

O colódio elástico, outro componente contido no Calotrat, traz uma substância viscosa que favorece uma aplicação precisa de todos os ingredientes ativos sobre a verruga, formando também uma película que auxilia na hidratação e eliminação do tecido – resolvendo o problema de forma definitiva.

Composição da Fórmula

O Colotrat é disponibilizado em frascos com 5ml e produzido pelo laboratório Kleyhertz, sendo esse medicamento composto pelas seguintes substâncias:

– Ácido salicílico;

– Ácido láctico;

– Colódio elástico.

Contraindicações do Calotrat

Calotrat é uma solução de uso frequente por pessoas que apresentam calos ou verrugas, não oferecendo riscos maiores à saúde.

No entanto, é preciso observar as contraindicações apresentadas, já que esse medicamento não pode ser usado nos seguintes casos:

– Grávidas;

– Lactantes (mulheres que estão amamentando);

– Pessoas suscetíveis a reações alérgicas decorrentes do uso de um dos componentes contidos na fórmula do Calotrat;

– Pacientes diagnosticados com diabetes;

– Crianças com idade inferior a 2 anos;

– Pessoas que apresentam doença vascular periférica;

– Indivíduos que apresentam infecção cutânea.

Obs.: adultos ou crianças diagnosticadas com outros tipos de doenças, principalmente aquelas associadas à pele, devem obrigatoriamente informar essa condição ao paciente.

Efeitos Colaterais do Calotrat

Antes de começar a usar Calotrat também é importante conhecer os possíveis efeitos colaterais ligados ao uso externo dessa solução. Vejamos quais são.

– Irritação na pele;

– Reações alérgicas na pele (no caso de pacientes com predisposição a essa hipersensibilidade).

Na ocorrência de um desses efeitos colaterais, sobretudo no caso de alergias, é recomendado suspender o uso dessa solução e consultar um dermatologista para reavaliar o tratamento proposto.

Cuidados Gerais ao Usar Calotrat

– Calotrat nunca deve ser aplicado sobre verrugas não habituais nas quais há pelos, marcas de nascença, pintas, verrugas genitais, rosto ou em membranas mucosas.


– Essa solução também não pode ser usada sobre a pele inflamada, irritada ou infectada por algum agente;

– Caso surjam irritações na pele, o uso de Calotrat deve ser suspendido imediatamente;

– Em hipótese alguma, este produto pode entrar em contato com os lábios e olhos;

– Antes de aplicar essa solução, é preciso lavar, enxaguar e secar bem a área na qual essa aplicação será realizada;


– O Calotrat deve ser espalhado de maneira uniforme com o bastonete anexado à tampa;

– Basta espalhar uma camada fina dessa solução por toda extensão da verruga, calo ou calosidade, mantendo cuidado para que o líquido não escorra e afete a pele em volta;

– Depois disso, basta deixar o Calotrat secando por poucos minutos;

– O procedimento de aplicação deve ser repetido mais 1 ou 2 vezes por dia, até que a verruga, calosidade ou calo se desprendam e seja facilitada a remoção utilizando água morna ou levemente quente;

– Depois que a calosidade, calo ou verruga são removidos, é recomendado usar um protetor local para permitir que a área se recupere totalmente sem exposição. Esse protetor deve ser trocado duas vezes ao dia após higienização da região afetada;

– Caso o Calotrat, por algum motivo, entre em contato com os olhos ou lábios, é necessário enxaguar a região afetada com bastante água fria por 15 minutos;

– É preciso evitar de inalar os vapores emitidos pelo Calotrat, pois para algumas pessoas as substâncias contidas na fórmula podem ser intoxicantes;

– Por se tratar de um produto altamente inflamável, o Calotrat deve ser mantido a distância de situações/locais de fogo ou chamas;

– Essa solução também deve ficar longe do alcance de crianças e animais domésticos já que, quando ingerida, ela pode provocar graves efeitos no organismo.

Interações Medicamentosas

Os dermatologistas recomendam que o uso paralelo de Calotrat com outros medicamentos ou produtos antiacneicos que possuem esfoliantes deve ser evitado, já que essa mistura inadequada pode provocar reações indesejadas na pele.

É possível que surja um efeito irritante e dessecante quando ocorre a utilização simultânea de Calotrat com preparações antiacneicas compostas por enxofre, resorcinol, peróxido de benzoíla, tretinoína, cosméticos medicinais, loções adstringentes ou maquiagens, o que ocasiona uma irritação excessiva na pele.

É indicada uma certa precaução quando são usados medicamentos que contenham ácido acetilsalicílico ou salicilatos.

Antes de iniciar o tratamento com Calotrat, o médico dermatologista deve ser informado quanto a todos os medicamentos, cosméticos e maquiagens usadas pelo paciente no dia a dia para evitar que certas interações de substâncias prejudiquem a pele.

A Importância de Consultar Um Médico

Por mais que calos, calosidades e verrugas sejam problemas simples, quando o paciente apresenta essas situações de forma recorrente ou possui outros problemas que afetam a pele é fundamental buscar orientação médica, mais especificamente de um dermatologista.

Por vezes pode ser necessário uso de soluções externas complementares para tratar esses problemas ou evitar que eles apareçam.

A definição dos medicamentos depende também da região do corpo afetada pelos calos, verrugas ou calosidades.


Além de saber sobre Calotrat, converse com seu dermatologista sobre todas as alternativas de prevenção e tratamento de calos, verrugas e calosidades e tenha uma pele cada vez mais bonita e rejuvenescida.

Para que os medicamentos possam ser comercializados, eles devem ser registrados na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Em casos de dúvida, verifique no portal da Agência em “Consulta de Produtos”, pois pode ser um medicamento irregular ou falsificado.

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.