Melocox: Bula, Indicação, Efeitos Colaterais, Como Usar

Saiba Tudo Sobre o Melocox, Um Remédio de Ação Anti-Inflamatória Prescrito Para Portadores de Artrites e Demais Inflamações de Articulações. Confira Quais São Seus Efeitos e Indicações, Antes de Fazer o Uso.

O Melocox é uma substância anti-inflamatória não esteroide que faz a redução da produção de elementos responsáveis por inflamações. Portanto, auxilia no alívio dos sinais da patologia como a osteoartrite ou a artrite reumatoide, que se destacam pelas inflamações articulatórias. 


Depois de consumir o medicamento, a ação tem início por uma média de 40 a 45min, depois que foi ingerido.

Melocox: Quais as Indicações?

melocox

O medicamento tem indicação para tratar os sintomas da osteoartrite e da artrite reumatoide dolorosas, bem como patologias degenerativas articulatórias ou artroses.

A osteoartrite é uma patologia de caráter crônico que tem associação com a cartilagem e lesões dos tecidos que circundam. Estes são caracterizados pela rigidez, dores e perda da funcionalidade. A artrite decorre das lesões das

O Melocox tem indicação para dores, supercrescimento ósseo, inchaços e a própria rigidez que se efetiva nas patologias mencionadas. Além da medicação, o tratamento para elas é a prática física.

Apresentações do Melocox

  • Embalagens com Drágeas compostas de 7,5mg;
  • Embalagens com Drágeas compostas de 15mg;
  • Cada embalagem é constituída por 10 e 70 drágeas.

Utilização oral e adulta.

Efeitos Colaterais do Melocox

A utilização contínua do remédio pode provocar ações secundárias como as seguintes:

  • dores de cabeça;
  • dores abdominais;
  • diarreia;
  • náusea;
  • anemia;
  • vômito;
  • tontura;
  • má digestão;
  • vertigem;
  • prisão de ventre;
  • dores estomacais;
  • sonolência.

Contraindicações do Melocox

O Melocox tem contraindicação para o público em período de gravidez e público feminino em amamentação, bem como:


  • público pediátrico entre 0 a 12 anos;
  • indivíduos que apresentam alergias a substância do ácido acetilsalicílico;
  • asma;
  • inchaço de língua;
  • inchaço de lábios;
  • inchaço de face;
  • pólipo nasal;
  • urticária depois da utilização de anti-inflamatórios;
  • indivíduos que apresentem úlcera gastrintestinal recente ou ativa;
  • patologia de Chron;
  • sangramento cerebro-vascular;
  • indivíduos com problemas de fígado;
  • indivíduos com problemas cardíacos;
  • indivíduos com problemas renais;
  • alérgicos a composição ou algum elemento específico deste remédio.

Orientações Antes de Fazer Uso de Melocox

Antes de fazer uso deste remédio, é preciso falar com o especialista, principalmente se:

  • maior de 65 anos;
  • portador de patologia ou sinais do sistema gastrintestinal;
  • em tratamento em conjunto de anticoagulantes;
  • úlcera péptica;
  • patologia cardiovascular;
  • riscos para patologia cardiovascular;
  • pacientes com insuficiência cardíaca congestiva;
  • insuficiência dos rins;
  • síndrome nefrótica;
  • em tratamento a partir de substâncias diuréticas;
  • em tratamento a partir de inibidores da ECA;
  • deficiência da lactose;
  • absorção ruim da glicose galactose;
  • consumo de medicações, com a inclusão dos que não foram prescritos por nenhum especialista.

Em prazo de tratamento com este remédio, é preciso cuidar em relação a direção de automóveis, porque o remédio pode provocar problemas de sono e visão.

Não se deve interromper o tratamento, sem antes consultar o médico. Além disso, é imprescindível seguir a dosagem, a hora e o tempo de tratamento.


Como Usar o Melocox?

As drágeas devem ter o consumo com água ou outros líquidos, em conjunto a alimentações. A dosagem por dia deve ser consumida em uma única vez. O máximo a ser consumido por dia é 15mg.

Siga todas as recomendações do seu médico.

Artrite Reumatoide

A dosagem indicada é de 15mg, com administração uma vez ao dia, conforme as recomendações do especialista.

Osteoartrite

A dosagem indicada corresponde a 7,5mg, com administração uma vez ao dia, conforme recomendação clínica.

Jovens

A dosagem máxima por dia, indicada para o público jovem entre 12 a 18 anos corresponde a 0,25mg/kg e não se deve exceder 15 mg.

Melocox é Bom para Cólica Menstrual?

Os medicamentos para a cólica menstrual atuam para o alívio das dores e desconfortos abdominais causados pelo endométrio em descamação e contrações do útero. Além disso, também previnem que surjam cólicas mais intensas no tempo da menstruação. O medicamento tem eficácia, nesta situação, porém não é a medicação mais adequada para a condição.

De modo geral, há o aconselhamento dos especialistas da Ginecologia, sobre remédios que reduzam a síntese do elemento de prostaglandina. Este é um químico  sintetizado pelo corpo, que se responsabiliza pelador da menstruação, bem como o Ponstan e o Ibuprofeno.


Melocox Dá Sono?

Há relatos de que, em alguns pacientes, o medicamento em questão causou sonolência. Pode ser que seja o seu caso ou não. O que deve-se ter em mente é que cada organismo reage de uma forma em relação ao remédio. Portanto, é imprescindível que se faça uma análise do próprio comportamento após a ingestão do remédio. Isto porque o medicamento acabará incapacitando o paciente a dirigir ou a realizar atividades em que é preciso de atenção.

Além disso, é importante não esquecer que a automedicação pode provocar sérios problemas de saúde. É possível, também, que problemas ainda maiores estejam desencadeados, em razão das condições pré-existentes e uso inadequado da medicação. Cuide da saúde: consulte, sempre, um especialista e faça exames periódicos.

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.