Perivasc: Saiba Sobre Suas Indicações, Benefícios, Contraindicações e Muito Mais

Perivasc é uma medicação que que foi desenvolvida para aliviar sintomas e tratar problemas e doenças que envolvam as veias e os vasos sanguíneos em geral.

Apresentação e Composição

A medicação tem apresentação em comprimidos revestidos com dosagem de 500 mg. É vendido, geralmente, em caixas que contêm 10, 30 ou 60 comprimidos do  remédio.


Está indicado para o uso oral e por pacientes adultos.

Cada comprimido do fármaco contém de Perivasc.

  • 450 mg de Diosmina;
  • 50 mg de flavonoides expressos de Hesperidina;

Além dos excipientes: gelatina, celulose microcristalina , talco, amidoglicolato de sódio, hipromelose, estearato de magnésio, macrogol, dióxido de titânio, óxido de ferro amarelo, glicerol, laurilsulfato de sódio e óxido de ferro vermelho.

Perivasc

Indicações de Perisvasc

A medicação, como mencionado, alivia sintomas desagradáveis e trata doenças e problemas relacionados ao sistema venoso do nosso organismo. Entre as principais prescrições médicas do medicamento estão casos de:

  • Tratamento dos sintomas da insuficiência venosa funcional, crônica ou orgânica de membros inferiores. Isso inclui manifestações como varicosidades, edema (inchaços), varizes e sensação de peso nas pernas;
  • Tratamento das consequências de casos de tromboflebites;
  • Casos de quadros pré-ulcerosos;
  • Alivia sintomas e trata problemas de úlceras varicosas;
  • Alivia sintomas e trata problemas de úlceras de estase;
  • Ajuda na redução de inchaços de quadros pós-traumáticos;
  • Alivia sintomas desagradáveis e dolorosos da inflamação das hemorroidas; entre outras situações.

Como Age a Medicação?

O medicamento aumenta a espessura, a resistência e o tônus das veias e de vasos sanguíneo menores. Com isso, alivia dores e ajuda no tratamento das situações relacionadas no tópico anterior.

Há Contraindicações Para Perivasc?

O medicamento possui poucos casos de contraindicações. O uso do remédio só não deve ser feito por pessoas com hipersensibilidade a algum dos componentes presentes na fórmula da medicação, incluindo os excipientes inativos.

Formas de Uso

Geralmente a dose indicada para alivio de sintomas e em tratamento e de 2 comprimidos revestidos de Perivasc– sendo que 1 deve ser ingerido pela manhã e o outro à noite.

Recomenda-se que os comprimidos sejam ingeridos com auxílio de líquidos e após uma refeição, para evitar desconfortos gástricos.

Já no caso de crises de hemorroidárias, recomenda-se a ingestão de 2 comprimidos, 3 vezes ao dia – totalizando 6 comprimidos diários, durante 4 dias seguidos.

Em seguida a dosagem pode ser reduzida para 2 comprimidos, 2 vezes ao dia, em um total de 4 – por 3 dias.

Uma dose diferente de manutenção pode ser prescrita pelo médico. O tratamento, em geral, dura de 2 a 3 meses.

Quais as Reações Adversas da Medicação?


Perivasc é, em geral, muito bem tolerado pela maioria dos pacientes. No entanto, como ocorre com qualquer tipo de remédio, alguns usuários podem apresentar algumas reações adversas com o uso do medicamento. Entre elas estão:

  • Náuseas;
  • Dor abdominal;
  • Tontura;
  • Vertigem;
  • Indigestão;
  • Psoríase rosácea (raro);
  • Eczema;
  • Sensação de cansaço;
  • Problemas de sono (raro);
  • Dor de cabeça;
  • Insônia (raro);
  • Alterações na pele.

A maioria das reações adversas não faz com que o paciente precise interromper o tratamento.

Precauções de Perivasc

Embora não há, até o momento, contraindicações do uso da medicação por pessoas portadoras de insuficiência renal ou insuficiência hepática, recomenda-se monitoração e cautela na prescrição do medicamento para pessoas nessas condições.

Quais são as Interações Medicamentosas?

Até o momento não existem relatos significativos que a medicação interaja de forma negativa com outros medicamentos.

No entanto, caso o paciente sentir algum sinal estranho e considerar que ele vem do uso do remédio, informar o médico e, se possível, entrar em contato com o Laboratório Eurofarma, que produz Perisvac – pelo número de telefone 0800-704-3876, e-mail [email protected] ou pelo formulário eletrônico disponível no site, que tem o mesmo nome da empresa.

Pode Ser Usado na Gravidez?

Mulheres grávidas ou com suspeitas de gravidez devem informar o médico. A prescrição ou não do medicamento nesses casos é responsabilidade do profissional de saúde.

O mesmo vale para mulheres em fase de amamentação. A mulher deve pedir consultar um médico, de preferência, pediatra. Isso para se certificar de que os componentes da fórmula de Perivasc não cause problemas ao bebê, devido a possível excreção pelo leite materno.


E no Caso de Pacientes Idosos?

O medicamento não requer alterações nas dosagens normais do medicamento, no caso de o paciente ter 65 anos de idade ou mais.

Como Armazenar o Remédio?

Perivasc deve ser guardado na embalagem. Deve ser mantido em locais com temperatura ambiente, entre 15 o C e 30 C.

Também manter a embalagem da medicação longe de ambientes úmidos ou da incidência direta da luz solar, para que os componentes da fórmula do remédio não sofram alterações.

Vale lembrar também que, como qualquer outro tipo de droga, a embalagem deve ser armazenada fora do alcance de crianças e animais de estimação, para evitar ingestão acidental dos comprimidos.

Atenção ainda com a data de validade. O medicamento tem prazo de validade, em geral, de 24 meses após a data de sua fabricação.

Fazer uso de medicamentos com prazo de validade vencida pode não surtir os efeitos esperados e o pior: colocar a saúde da pessoa em risco!


E o Que Fazer em Casos de Superdosagem?

Caso o paciente ingira doses maiores do que as recomendadas, deve ser levado a um serviço de atendimento médico. Se possível, levar a bula ou a embalagem do medicamento.

No caso de impossibilidade de deslocamento com o paciente ligar para 192 – cuja ligação é gratuita e pode ser feita 24 horas, de qualquer região do país e por qualquer aparelho de telefone.

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.