Paracetamol: Bula, Indicação, Efeitos Colaterais, Como Usar

Descubra as Informações Mais Necessárias Sobre o Paracetamol. Atente-se Aos Efeitos Colaterais e Aprenda a Como Usar o Medicamento de Forma Consciente!

O Paracetamol é um medicamento que contém ações anti-térmicas e analgésicas, podendo ser encontrado, comercialmente, pelas apresentações de xarope, gotas, comprimidos e supositórios. 

Esta medicação quando recomendada pelo médico, pode ser utilizada por adultos, crianças e gestantes. Entretanto, é indispensável obedecer as dosagens adequadas para que não hajam problemas maiores como por exemplo, lesão no fígado.

Por se tratar de um remédio genérico, possui a mesma nomenclatura do seu princípio ativo. Além disso, outros nomes comerciais deste medicamento aparecem no mercado, como Tylenol, Vick Pirena, Dorico, Febralgin, Sonridor, entre outros.

Paracetamol


Paracetamol: Quais as Indicações?

O remédio é bastante utilizado em função da diminuição da febre e alívio temporário de dor leve. É capaz de aliviar de maneira imediata as condições patológicas a serem tratadas. Entre suas indicações, estão:

  • Dores de Cabeça;
  • Sinais da Gripe;
  • Dor Muscular;
  • Dores nos Dentes;
  • Dor Corporal;
  • Dores relacionadas a Cólica Menstrual.

Apresentações do Paracetamol

Este medicamento está disponível nas seguintes apresentações:

Comprimidos 500mg

Caixas contendo 20 e 30 comprimidos;

Utilização Oral e Adulta.

Comprimidos 750mg

Caixas contendo 20 e 30 comprimidos;

Utilização Oral e Adulta.

Gotas 100mg/mL

Frascos contendo 15ml;

Utilização Oral, Adulta e Infantil.

Xarope 32mg/mL

Frascos contendo 60ml;

Utilização Oral e Infantil.

Supositório

Caixas contendo 6 supositórios;

Utilização Anal e Adulta.

Efeitos Colaterais do Paracetamol

Contudo, o alívio que este remédio pode proporcionar a diversas patologias, ele, também, pode provocar alguns efeitos colaterais. As reações adversas são comuns a todo e qualquer medicamento. Entre os mais frequentes, estão:

  • Fadiga;
  • Mudança de humor;
  • Diarreia;
  • Amarelamento da pele;
  • Urina com sangue ou escurecida;
  • Diminuição de apetite;
  • Vômito;
  • Pele avermelhada;
  • Ardência ao urinar.

Contraindicações do Paracetamol

Esta medicação é contraindicada em casos de alguma sensibilidade a qualquer componente da fórmula.

Além disso, precisa ser usado com cuidado em pessoas que contenham patologia nos rins causadas por consumo excessivo de bebidas alcoólicas ou, em pessoas que bebam mais de 3 copos de qualquer bebida com álcool ao dia.

Utilização Durante a Gestação e Amamentação

Durante a gestação, este medicamento só deve ser utilizado quando por prescrição médica. Geralmente, a dose recomendada neste período é de 500mg ao dia e por poucos dias, quando estritamente necessário.

A mesma indicação ocorre no período da amamentação. Devido ao fato do medicamento poder ser liberado pelo leite materno, e assim, provocar reações desagradáveis ao bebê, este remédio, assim como qualquer outro, deve ser evitado. Entretanto, o uso é permitido quando por indicação médica.

Orientações Antes de Usar o Paracetamol

A administração deste remédio não deve ser feito com bebida alcoólica.

É muito importante ingerir a dosagem recomendada sem que seja ultrapassada.

Como Usar o Paracetamol?

A administração deste medicamento é de acordo com sua apresentação, idade e peso do paciente. Normalmente, as indicações são:

Gotas

Adultos a partir de 12 anos: entre 30 a 50 gotas de 6 em 6h, até que desapareçam os sinais.

Pediátrico com menos de 12 anos: 1 gota por quilograma de 6 em 6h, não ultrapassando 35 gotas em cada dosagem.

Exemplo: um paciente com 20 kg deve tomar 20 gotas de 6 em 6h. Em caso de dor mais intensa, tomar 20 gotas de 8 em 8h.

Xarope

Infantil: 13mg por kg em cada dose de 6 em 6h, até que desapareçam os sintomas.

Infantil com menos de 2 anos ou 11 kg: utilizar somente quando por indicação médica, da maneira como for prescrita.

Comprimidos

Adultos a partir de 12 anos: 1 comprimido 500mg de 6 em 6h ou 1 comprimido de 750mg de 8 em 8h, até que desapareçam os sintomas.

Especialistas aconselham, que não seja feita a administração maior que 2000mg ao dia, devido ao grande risco de reação tóxica no fígado.

Supositório

Adulto: 1 supositório via anal, somente quando houver necessidade.

Paracetamol é Bom Para Gripe?

Este remédio contém entre suas indicações, tratar os sinais da gripe que apresenta coriza, dores de cabeça, dores no corpo, olhos lacrimejantes, tosse etc. Possui efeito analgésico e antitérmico aliviando, principalmente, febres, dores de cabeça, dores de garganta, dores musculares e desconfortos relacionados a esta patologia viral. Por isso, é um ótimo elemento para ser utilizado em período de gripe. 

Para Pessoas Com Problema no Fígado

O Paracetamol não deve ser utilizado por indivíduos que já apresentem lesões no fígado. A utilização dele em si, quando em excesso, pode provocar tal problema, desta forma, seu uso em pessoas que já possuam a patologia é estritamente proibida.

Neste caso, a administração deve ser feita por outros medicamentos com as mesmas recomendações como o ibuprofeno, que proporciona um dano muito menor sobre o órgão citado.

É importante lembrar que a automedicação pode causar prejuízos em relação à saúde já debilitada. Procure especialistas que possam compreender o cenário patológico e condição clínica que está enfrentando.

Faça exames periódicos, pratique exercícios físicos, tenha uma boa vida social e uma alimentação balanceada. Tudo isso é capaz de influenciar numa melhor qualidade de vida!