Pantoprazol: O Que é, Indicações, Contraindicações, Efeitos Colaterais

Pantoprazol, chamado também de Pantoprazol  Sódico Sesqui-hidratado, se trata de um fármaco indicado para o alívio e o tratamento de desconfortos e problemas do trato gastrointestinal em geral.

É indicado para adultos e pacientes acima de 5 anos de idade.


Apresentação e Composição do Pantoprazol

O medicamento é apresentado em comprimidos revestidos de 20 mg. Está disponível em embalagem contendo 14 ou 28 cápsulas da medicação.

É indicado para o uso oral e como já mencionado, para o uso adulto e por crianças com mais de 5 anos de idade.

Cada comprimido revestido de Pantoprazol contém 22,7 mg de Pantoprazol Sódico Sesqui-hidratado.

Além dos excipientes: carbonato de sódio, manitol, povidona, crospovidona, hipromelose, estearato de cálcio, povidona, polimetacrílicocopoliacrilato de etila, propilenoglicol, dióxido de titânio, citrato de etila, água purificada e corante amarelo quinoleína.

Pantoprazol

Indicação do Pantoprazol

Como já citado, este medicamento está indicado para o alívio e o tratamento de problemas em geral no trato gastrointestinal, como:

  • Presença de secreções anormais nos órgãos gastrointestinais;
  • Alívio de dores, enjoos e náuseas;
  • Exceção na produção do ácido gástrico;
  • Gastrites, estomatites, duodenites e outros processos inflamatórios;
  • Problemas de digestão;
  • Refluxo;
  • Lesões nos órgãos do trato gastrointestinal ocasionadas ou não por agentes externos, entre outros problemas.

Como usar o Medicamento?

As doses e a duração do tratamento devem sempre seguir as indicações médicas. No entanto, o esquema, em geral, indicados pelos médicos é de duração de 4 a 8 semanas.

O alívio dos sintomas ocorre rapidamente, cerca de 30 minutos após a administração do comprimido revestido.

Problemas de maior gravidade pode durar de 8 meses a 1 anos ou mais. Já as doses indicadas, para praticamente todos os tipos de problemas é de 2 comprimidos ao dia, tomados 2 vezes ao dia pela manhã e à noite.

Crianças acima de 5 anos de idade devem, em geral, ingerir metade das dosagens indicadas para pacientes maiores de 15 anos e adultos.

Vale ressaltar que os comprimidos devem ser tomados inteiros com ajuda de líquido. Recomenda-se a tomada das cápsulas após as refeições.

Contraindicação

Este medicamento costuma ser bem tolerado pela maioria dos pacientes. No entanto, em alguns casos ele pode estar contraindicado.

Não está recomendado o uso do medicamento em casos, por exemplo, de alergias a formulação de Pantoprazol.

Também deve ser evitado o uso da medicação por pacientes que tenham reações alérgicas a remédios da mesma classe ou pessoas com HIV (Aids), que estejam sob tratamento com o fármaco atazanavir.

O medicamento não deve ser administrado para crianças com menos de 5 anos de idade.

Mulheres grávidas ou com suspeita de gravidez só devem fazer uso do remédio com autorização médica.

Já as mulheres em fase de amamentação não devem administrar o remédio, pois os componentes da fórmula podem serem excretados pelo leite materno, causando danos ao bebê ou à criança.

Efeitos Colaterais

Como ocorre com todo tipo de medicação, Pantoprazol pode causar efeitos colaterais em alguns pacientes, embora seja bem tolerado.

Os efeitos colaterais observados que ocorreram em menos de 5% de pessoas que usaram o fármaco foram: dor de cabeça e diarreia.


Além disso, foram observados outros efeitos colaterais com o uso da medicação, como:

Efeitos incomuns (aconteceram entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam esta medicação): distúrbios do sono, dor de cabeça, boca seca, diarreia, náusea, vômito, inchaço e distensão abdominal, dor e desconforto abdominal, prisão de ventre.

Ainda houve: aumento nos níveis de enzimas do fígado (transaminases, -GT), vertigem, reações alérgicas como coceira e reações de pele (exantema, rash e erupções), fraqueza, cansaço e mal estar.

Efeitos raros (aconteceram entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam esta medicação): hipersensibilidade, alterações nas células do sangue, choque anafilático, alterações de peso, aumento nos níveis de triglicerídios e colesterol, distúrbios de paladar, depressão, ansiedade.

Também ocorreram:, distúrbios visuais em geral, urticária, aumento nos níveis de bilirrubina, dor nas articulações, inchaços na pele ou mucosas,  crescimento anormal de mamas em pacientes do sexo masculino, dores musculares, elevação na temperatura do corpo.

Efeitos muito raros (aconteceram em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam esta medicação): desorientação mental, alterações nas células do sangue.

Reações com ocorrência desconhecida: alucinações delírios, paranoias, redução de magnésio e sódio, problemas no fígado e coloração amarelada na pele e olhos, processos inflamatórios nos rins (como nefrites), rashs cutâneos, fotobobia.


Reações em pacientes pediátricos: foram relatadas que podem ocorrer as mesmas reações adversas observadas nos pacientes adultos.

As mais comuns, no entanto, foram: falta de ar, dor no peito, dor de cabeça, febre, distúrbios no trato gastrointestinal em geral.

Interações Medicamentosa de Pantoprazol

Algumas situações não se recomenda o uso concomitante de Pantoprazol com outros remédios e substâncias. Entre as principais interações medicamentos que podem ocorrer são com:

  • Cetoconazol;
  • Vitamina B12 (cianocobalamina);
  • Atazanavir;
  • Cafeína em excesso (tendência a tremores);
  • Carbamazepina;
  • Diclofenacos;
  • Diazepam;
  • Diclofenacos;
  • Etanol;
  • Digoxina;
  • Glibenclamida;
  • Naproxeno;
  • Metoprolol;
  • Nifedipina;
  • Teofilina;
  • Fenitoína;
  • Piroxicam;
  • Anticoagulantes orais;
  • Metotrexato.

No caso de casais que não desejam ter filhos é indicado o uso de outros métodos de contracepção, como as camisinhas ou DIU (Dispositivo Intra-Uterino), pois a medicação pode reduzir a eficácia de anticoncepcionais orais.

Exames Laboratoriais

Recomenda-se interromper o uso da medicação 3 dias antes de realizar exames laboratoriais, pois podem ocorrer alterações nos resultados.

Superdosagem Com o Medicamento

Caso o paciente ingira uma dose excessiva do Pantoprazol, deve ser encaminhado a um serviço de atendimento de urgências e emergências médicas.

Se possível, levar a embalagem e a bula do medicamento e informar os profissionais de saúde o quanto foi ingerido do medicamento pelo paciente em situação de superdosagem.

Podem ser necessárias medidas de suporte para a segurança do paciente. Não tentar provocar o vômito.

Caso não seja possível deslocar o paciente até um estabelecimento de saúde, entrar em contato com o SAMU (telefone 192).

O atendimento é 24 horas e a ligação gratuita. Uma equipe especializada irá até o local onde o paciente em superdosagem se encontra.


Raramente a superdosagem com esta medicação costuma deixar sequelas graves ou óbito. No entanto, se faz indispensável o atendimento médico.

Como Comprar o Pantoprazol

O medicamento não requer a receita médica para ser adquirido. No entanto, não use este e nem outro medicamento sem indicação médica. Não coloque a sua saúde em risco!

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.