Novacort: Bula, Indicação, Efeitos Colaterais, Como Usar

Saiba Tudo Sobre o Novacort, Um Medicamento Que Deve Ter a Prescrição de Um Médico. Confira Também Todas As Indicações, Efeitos Colaterais e as Formas de Uso Desta Medicação!

O Novacort é um remédio para ter aplicação na pele, combatendo a infecção bacteriana, bem como micoses.


Geralmente, estas condições estão em conjunto de inflamações. Veja, a seguir, as informações correspondente aos tratamentos e modo de uso deste antimicótico.

Novacort: Quais as Indicações?

Novacort

O medicamento tem indicação para tratar patologias da pele, em que há a exigência de efeitos anti-inflamatórios, antibacterianos e antimicótico para tratar condições provocadas por germes sensíveis. As condições são as seguintes:

  • dermatite atópica;
  • dermatite de contato;
  • dermatite seborreica;
  • intertrigo;
  • neurodermatite;
  • disidroses.

Apresentações do Novacort

  • Creme dermatológico com 20mg + 0,64mg + 2,5mg;
  • Embalagem com bisnaga composta por 10 e 30g.

Utilização dermatológica, adulta e pediátrica.

  • Dipropionato de betametasona correspondente a 0,5 mg de betametasona;
  • Sulfato de neomicina correspondente a 1,5 mg de neomicina.

Efeitos Colaterais do Novacort

Todo e qualquer medicamento pode trazer diversas reações e efeitos adversos. Portanto, é preciso consultar o especialista para saber se o medicamento pode não ser o mais adequado ao seu caso, em virtude dos efeitos colaterais.

Dentre as reações adversas do medicamento, podemos mencionar os seguintes:

  • coceira;
  • ardência,
  • irritação,
  • foliculite;
  • ressecamento;
  • hipertricose;
  • infecção secundária;
  • dermatite de contato;
  • acnes;
  • fragilidade da pele;
  • estrias;
  • telangiectasia;
  • elevação de sudorese;
  • eritema multiforme ;
  • fotossensibilidade;
  • eritroderma;
  • lesões avermelhadas;
  • sensibilidade de pele.

Contraindicações do Novacort

O medicamento tem contraindicação se tiver alergias a quaisquer compostos do remédio. Além disso, não utilize a medicação na região dos olhos ou em volta deles.

Não utilize a medicação em infecção determinada da pele como:

  • herpes simples;
  • herpes zoster;
  • catapora;
  • tuberculose cutânea;
  • sífilis cutânea.

Se possuir uma destas patologias, procure o especialista antes do uso do remédio. Em período de tratamento com o medicamento, não pode-se fazer uso de cosméticos em cima da região da pele a ter tratamento.


Se acontecer irritações na área em que passou o remédio, procurar a recomendação dos médicos, porque só ele pode fazer a avaliação do teor evolutivo deste tratamento.

Assim, pode fazer também a decisão de quando e como tal tratamento deve ser finalizado.

Interações dos Remédios

Não há avaliação suficiente de que demais remédios possam causar alterações revelantes na ação habitual, ou que tenham interação com o medicamento.

Pode aparecer a interação com determinados remédios quando do uso em período de tratamento com a medicação, em questão.

Exemplos disso são os remédios que podem prejudicar o fígado, bem como:

  • ciclosporinas;
  • anticoagulantes como dicumarol;
  • isoniazida;
  • famotidina;
  • fenitoína;
  • rifampicina;
  • terfenadina;
  • saquinavir;
  • cisaprida;
  • indinavir;
  • ritonavir.

É imprescindível evitar a ingestão de bebidas alcoólicas em período de tratamento. O álcool pode atrapalhar o desempenho do medicamento, bem como modificar a eficácia e causar problemas ao ser misturado com o remédio, em questão.

Como Usar o Novacort?

Fazer a aplicação do remédio apenas na pele. A utilização em demais regiões que não se destaquem pela pele, como a região dos olhos, provocará, portanto, ações não desejadas e, então, efeitos desagradáveis são possíveis de acontecer.

Só utilize o medicamento Novacort, portanto, pela recomendação do médico. Utilize o remédio no local.

A aplicação deve ser feita a partir de uma camada fina do creme em relação a região prejudicada da pele, 1x por dia.

Em situações de maior gravidade ou de acordo com a recomendação do especialista, é possível, portanto, fazer a aplicação 2x por dia.

Não utilize o medicamento pelo prazo maior que quatorze dias. O tratamento deve ocorrer até este quantitativo de datas ou poderá causar problemas em relação a sua saúde.

Menores de 12 anos, então, precisam fazer uso de pequenos quantitativos do remédio. Crianças e adultos, portanto, não podem fazer uso maior de 45g a cada 7 dias. Não existem contraindicações relativas a faixa etária.

Em relação a segurança, a bisnaga terá boa lacração. A embalagem não requisita a utilização de objetos que cortem. Retirar a tampa das bisnagas.

A partir da região pontiaguda superior das tampas, por conseguinte, perfurar o lacre presente na bisnaga.

Seguir a recomendação do especialista, observando o horário, a dosagem e, também, o tempo de tratamento. Não interromper o tratamento sem que o médico assim o prescreva, portanto.

Não faça uso de automedicação. É preciso, contudo, consultar o médico e fazer exames periódicos sempre.

Hábitos saudáveis

Para manter a qualidade de vida, é preciso, portanto, sempre praticar exercícios físicos, possuir uma vida social e dispor de uma boa alimentação.


Tudo isso colabora, então, para que a saúde se fortaleça. Manter os exames periódicos sempre em dia também podem tornar mais fácil o encontro com a saúde.

A automedicação, então, pode tornar ainda mais grave o cenário clínico disponível, fazendo com que os problemas se agravem.


Os riscos  de piorar a sua condição de saúde é muito grande. Isto porque a medicação que pode ser boa para alguns, pode não ser para o seu organismo.

Consultar o médico, portanto, é imprescindível!