Nevralgex: Bula, Indicações, Contraindicações, Como Usar

Saiba Tudo Sobre o Nevralgex, Um Medicamento Específico Que Pode Ter a Prescrição do Médico. Confira Todas as Informações e Modos de Uso!

O Nevralgex é uma medicação específica para aliviar dores com associação a contratura dos músculos, com a inclusão das dores de cabeça tensionais.


Nevralgex: Quais as indicações?

Este medicamento apresenta efeito analgésico e, também, relaxante dos músculos. O começa deste efeito acontece a contar 30min.

Apresentações do Nevralgex

Nevralgex

  • Drágeas de 300mg + 50mg + 35mg;
  • Embalagem composta por 20 drágeas, 30 drágeas, 60 drágeas ou 100 drágeas.

Utilização oral e adulta.

Cada drágea é composta por :

  • Dipirona Mono-hidratada com 300mg;
  • Cafeína com 50mg;
  • Citrato de Orfenadrina com 35mg.

Contraindicações do Nevralgex

A medicação não deve ter uso nas situações, a seguir:

  • alergias ou intolerâncias a quaisquer compostos da medicação ou substâncias analgésicas – derivadas de pirazolidinas;
  • situações de redução elevada na contagem dos leucócitos sanguíneos relacionados a quaisquer um dos compostos do medicamento;
  • glaucoma;
  • obstruções pilóricas ou duodenais;
  • problema motor na região do esôfago;
  • úlcera péptica estenosante;
  • obstruções do colo de bexiga e miastenia de caráter grave;
  • hipertrofia prostática;
  • porfiria hepática de teor agudo intermitente – patologia do metabolismo com manifestação por meio de condições na pele ou complicação neurológica;
  • riscos de hemólises – o que pode desencadear anemias;
  • funções da medula óssea com insuficiência;
  • patologias do sistema hematopoiético;
  • broncoespasmos desenvolvidos;
  • reação anafilática com medicação para dores como ibuprofeno, paracetamol, naproxeno.

Gravidez e Lactação

A medicação não deve ter utilidade pelo público feminino em período gestacional sem que haja a recomendação médica.

Além disso, faz-se necessária uma atenção maior em relação ao uso da orfenadrina e a dipirona.

Isto porque os medicamentos são capazes de gerar um pouco de sonolência e acabar dificultando a atenção em relação a direção de máquinas e automóveis.

Por isso, é importante analisar a sua condição antes de efetuar direções e demais atividades que requisitem a atenção.

Efeitos Colaterais do Nevralgex

As reações adversas são disponíveis para alguns indivíduos, em virtude de uma série de situações. Transtornos cardíacos são notados da seguinte forma:

  • Síndrome de Kounis;
  • aumento ou diminuição do ritmo cardíaco;
  • arritmia cardíaca;
  • palpitação.

Dentre os transtornos da imunidade, é possível que surjam os sinais de:


  • reação anafilática;
  • coceiras;
  • ardências;
  • vermelhidões;
  • inchaços;
  • urticária;
  • falta de ar;
  • arritmias;
  • choque de circulação.

Em indivíduos que apresentam a síndrome da asma de caráter analgésico, as reações intolerantes surgem de forma típico no modo de ataque da asma.

As reações por medicamentos podem ter o desenvolvimento de forma imediato posteriormente a utilização da dipirona ou momentos mais tarde.


Porém, as tendências normais é que tais situações acontecem posteriormente a administração.

Houve o relato de situações raras da anemia aplástica com associação a utilização da orfenadrina.

Como usar o Nevralgex?

É possível fazer o consumo do Nevralgex, em drágeas a partir de líquidos pela média de meio copo a um copo, oralmente.

A dosagem compreende entre uma a duas drágeas, três a quatro vezes por dia. Não pode ultrapassar os limites, em questão.

Não existem pesquisas em relação a ação do medicamento com administração pelas vias sem recomendação.

Porém, a partir da segurança e para o remédio ser eficaz, o consumo deve acontecer apenas oralmente.

Nevralgex dá sono?

O que acontece, mesmo com os estudos e liberação posteriormente a pesquisa, é que a medicação é indicada para dores tensionais e contraturas.

Em situação de medicamentos que apresentam a dipirona, cafeína e orfenadrina, ainda que haja a propriedade estimulante, é possível que algumas pessoas sintam o sono como uma reação adversa.

Em determinados indivíduos, a cafeína não faz com que o sono não se manifeste, visto que os efeitos são diferenciados para cada medicação e cada organismo.

Há indivíduos super sensíveis a medicação da dipirona que fazem a apresentação do sono. Outras pessoas costumam apresentar insônia.

O fato é que a orfenadrina, que também apresenta a propriedade de relaxante muscular, causa o sono.

Nelvralgex é bom para dor de dente?

Os medicamentos para dores de dente auxiliam no alívio das dores e inflamações locais e, portanto, em grande parte das situações é possível que hajam soluções permanentes, principalmente em caso de sisos nascendo, sem haver a necessidade da consulta a um especialista.

Contudo, ao passo que a dor no dente se mantenha pelo tempo maior que de dois dias posteriormente ao início do tratamento os medicamentos, aconselha-se a consulta a um dentista.

Ele fará a avaliação do dente prejudicado e início do tratamento coerente, que pode ser a inclusão de utilização de medicamentos antibióticos em situação infecciosa.

Dessa forma, os medicamentos mais usados para sanar as dores nos dentes fazem a inclusão de:

  • substâncias anestésicas locais como xilocaína ou benzocaína – auxilia a deixar o nervo anestesiado juntamente do dente, aliviando dores de forma rápida;
  • substâncias analgésicas como dipirona e paracetamol – com elementos que auxiliam no alívio de dores moderadas e leves;
  • substâncias anti-inflamatórias como naproxeno, ibuprofeno ou aspirina – promovem a redução das dores e inflamações nos locais das gengivas em que o dente está alojado e, portanto, são utilizados em situação de dores constantes e causadas pelo dente do siso em crescimento.

Contudo, antes de fazer uso de quaisquer medicamentos, é imprescindível a consulta de médico ou profissional da odontologia para buscar orientações sobre a dose, hora e tempo de consumo do medicamento, para que haja adaptação clínica individualmente.


Deste modo, portanto, evitam-se reações adversas e interação medicamentosa como é a situação de indivíduos que tratam condições a partir de anticoagulantes, que não podem fazer o consumo da aspirina.

Para que os medicamentos possam ser comercializados, eles devem ser registrados na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Em casos de dúvida, verifique no portal da Agência em “Consulta de Produtos”, pois pode ser um medicamento irregular ou falsificado.

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.