Lacto-Purga: Bula, Indicação, Efeitos Colaterais, Como Usar

Confira Todas as Informações Sobre o Lacto-Purga, Um Medicamento Que Deve Ter Prescrição Médica. Conheça Também Os Efeitos Colaterais e Modos de Uso.

O Lacto-Purga é um remédio específico para tratar prisão de ventre, constipação e algumas intervenções cirúrgicas. O medicamento é capaz de facilitar a eliminação das fezes.


É um estimulante do intestino que atua acumulando líquido dentro desta região para que o processo de evacuação seja mais fácil.

Lacto-Purga: Quais as Indicações?

O remédio tem indicação para tratar a prisão de ventre, bem como as situações de:

  • preparação do indivíduo para exame de diagnóstico;
  • antes e depois de intervenções cirúrgicas.

Tem indicação, também, em situações em que há a necessidade de tornar mais fácil a evacuação.

Lacto-Purga

O Lacto Purga é uma substância laxante de efeito local, que tem atuação de forma direta nas paredes intestinais.

O medicamento promove o estímulo da movimentação do intestino e faz com que a água acumulada dentro da região intestinal facilite a eliminação de fezes.

O começo do efeito acontece posteriormente a seis e 12h. A ação do laxante age na região do intestino grosso, estimulando o processo de teor natural de evacuações na área inferior do trato gastrintestinal.

Desse modo, não promove a alteração de digestões ou absorções de calorias ou nutrição essencial.

Apresentações do Lacto-Purga

  • drágea revestida; embalagem composta por 16 ou 150 drágeas revestidas;
  • administração oral, adulta e pediátrica maior de 4 anos.

Efeitos Colaterais do Lacto-Purga

A reação anafilática é um dos efeitos colaterais do medicamento. Além disso, pode acometer o organismo com os seguintes efeitos:

  • angioedema;
  • inchaço de lábios;
  • inchaço da língua;
  • inchaço da garganta;
  • hipersensibilidade alérgica;
  • tontura;
  • desidratação;
  • síncope.

A síncope e as tonturas aconteceram em período de uso do medicamento bisacodil e aparentemente são consistentes com a resposta de espasmos do abdomen e defecações.

  • dores abdominais;
  • cólica abdominal;
  • náusea;
  • diarreia;
  • vômito;
  • sangue nas fezes;
  • desconfortos no ânus;
  • inflamações intestinais.

Contraindicações do Lacto-Purga

Não deve-se fazer o consumo do medicamento em caso de íleo paralítico, bem como:


  • obstruções intestinais;
  • apendicite;
  • inflamações agudas do intestino;
  • dores abdominais de teor grave.

Não é possível, também, ingerir o medicamento em caso de desidratação intensa, alergias ao bisacodil ou quaisquer compostos da fórmula e intolerâncias a frutose ou galactose.


Interações Medicamentosas do Lacto-Purga

A utilização concomitante de substâncias diuréticas ou substâncias adrenocorticoides são passíveis do aumento do risco de perda dos sais minerais, em situação de dosagem em excesso consumida.

A perda dos sais minerais pode elevar o teor de sensibilidade aos elementos glicosídeos do coração. 

Como Usar o Lacto-Purga?

Para tratar a constipação, as drágeas revestidas precisam ter a ingestão inteira por via oral com quantitativo suficiente do líquido.

A recomendação ao consumo noturno para se obter evacuações acontece na manhã posterior.

As drágeas revestidas não podem ter o consumo com elementos que fazem a redução da acidez do trato gastrintestinal superior com os seguintes:

  • leite;
  • antiácidos;
  • inibidores de bomba de prótons com o omeprazol.

Utilização Adulta

  • uma a duas drágeas revestidas de 5 a 10mg por dia;

A recomendação é fazer uso da menor dosagem como o começo do tratamento. É possível fazer ajustes das dosagens conforme a máxima indicada para a regulagem das evacuações. A dosagem máxima por dia não deve ser ultrapassada.

Utilização Pediátrica

  • crianças maiores de 10 anos;
  • uma a duas drágeas revestidas de 5 a 10mg por dia;

A indicação é fazer uso de menores dosagens como o começo do tratamento. É possível fazer ajustes das dosagens, conforme a máxima indicada para a regularização da evacuação. A dosagem máxima por dia não deve ter excesso.

  • crianças entre 4 a 10 anos;
  • uma drágea revestida de 5 mg por dia.

O público pediátrico que sofre com a constipação de teor crônico só deve ter tratamento sob a recomendação de um médico. As dosagens máximas por dia não devem ser ultrapassadas.

Intervenção Diagnóstica e Pré-Cirúrgica

Na preparação de procedimentos de diagnósticos, para tratar pré e pós-cirurgias, em situação de exigência de evacuação facilitada, o medicamento só deve ter uso sob supervisões médicas.

Para se obter uma evacuação completa do intestino, a dosagem do medicamento indicado é de 2 a 4 drágeas revestidas, para a faixa etária adulta, em período noturno anterior ao exame, pela via oral, e o laxante supositório que promove o alívio imediato na manhã dos exames.

Para o público infantil que tenha 4 anos ou mais, a recomendação é uma drágea revestida no período noturno e uma substância supositória pediátrica, no período da manhã posterior.

O público infantil desta faixa etária que apresenta constipação crônico só deve ter tratamento sob recomendação médica.

Superdosagem do Lacto-Purga

Se ingerir uma dose alta, procure imediatamente um médico, levando se possível a embalagem do medicamento. O consumo em excesso pode causar diarreia, cólicas e perda importante de líquidos, potássio e outros sais minerais.

Uma maneira de diminuir a absorção do medicamento, é a indução de vômito e lavagem gástrica.

Armazenamento e Data de Validade

O medicamento deve ser armazenado e temperatura ambiente, entre 15 e 30°, sempre protegido da umidade e da luz e deixe-o sempre em sua embalagem original e fora do alcance de crianças e animais domésticos.

A data de validade, bem como o  lote e data de fabricação estão na embalagem. Nunca use esse ou qualquer outro remédio com a data de validade vencida.


Observação

É muito importante que o paciente tenha em mente que a automedicação pode trazer sérios riscos à saúde que, geralmente, já está debilitada.

O que pode ser bom para um tipo de organismo pode não ser para outro, e assim por diante. Consultar um médico e fazer exames periódicos é essencial para o bom funcionamento do seu organismo e da sua saúde!

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.