Hemorroidas: O Que é, Informações, Causas, Tratamentos

Confira Todas as Informações Sobre Hemorroidas. Veja as Causas, Sintomas e Opções de Tratamento Para Esta Condição que Acomete a Saúde!

As Hemorroidas são um cenário clínico que podem mudar radicalmente os hábitos dos indivíduos que sofrem de tal condição.


Isto porque a situação pode desencadear diversos desconfortos ao paciente. Confira todos os tipos de tratamento para essa situação e saiba o que utilizar para manter a sua saúde em dia.

O Que é Hemorroidas?

Hemorroidas

Hemorroidas são determinadas veias que se dilatam e ficam salientes na área do ânus. Elas podem se destacar, portanto, como externas ou internas.

Podem causas sinais como dores anais, coceiras e dificuldades para eliminar as fezes. Em alguns casos, há a presença do sangue na defecação.

Este tratamento consiste em se aplicar pomada com substâncias vasoconstritoras de teor analgésico e anti-inflamatório, medicamento para o alívio das dores ou, então, as intervenções cirúrgicas.

Causas da Hemorroidas

Não há uma razão com exatidão para que surjam estas condições. Contudo, a alimentação desregrada, uma postura do corpo que não é adequada ou até mesmo a prisão de ventre, portanto, são contribuintes de tal composição.

Ainda, demais situações podem originar o surgimento destas condições. São elas:

  • obesidade;
  • hereditariedade – questões genéticas;
  • gravidez.

Sintomas da Hemorroidas

Os sinais das hemorroidas, de modo geral, fazem a inclusão de:

  • coceira na região anal;
  • Sangue bem vermelho em volta das fezes ou nos papeis posteriormente a higienização;
  • dificuldades para defecar;
  • dores anais que podem aparecer ao estar no banheiro, sentado ou andando, de forma especial as externas;
  • saída de líquidos esbranquiçados pela região anal, de forma principal em situação de hemorroida interna.

Ao passo que se tenha condição externa, é possível sentir saliências nas regiões anais ou fissuras anais.

Tratamento Para Hemorroidas

Estas condições apresentam cura. Há diversos medicamentos que podem ter indicação para o tratamento deste cenário clínico. Neste caso, o especialista pode prescrever:

Ambas as medicações apresentam elementos vasoconstritores, analgésicos e anti-inflamatórios, que podem ter uso sob a recomendação dos especialistas. Ainda, é possível que tenham uso os medicamentos como:

Estes, portanto, podem ter uso sob a recomendação do médico para o alívio de inchaços e dores provocadas pela condição clínica.

O Velunid ou Diosmin também podem ser receitados para o aprimoramento da circulação do sangue e proteção das veias.

Contudo, ao passo que a hemorroida não desapareça com os tratamentos mencionados, é possível que haja a necessidade de recorrência a uma intervenção cirúrgica.


Tratamento Caseiro

Caso não tenha gravidade, a hemorroida pode ter o tratamento somente com determinados cuidados como o consumo da água, bem como:


  • obter uma alimentação saudável e fonte de fibras;
  • evitar o esforço com levantamento de pesos;

Além disso, demais cuidados para que a hemorroida não volte são imprescindíveis para o tratamento de forma caseira.

Determinados outros hábitos podem auxiliar na prevenção da incidência da condição. São eles:

  • Não forçar o organismo para eliminar as fezes;
  • Não levar muito peso, fazer esforço na academia, por exemplo;
  • Evite utilizar o papel higiênico;
  • Faça compressas de gelo;
  • Lave a região com sabão e água ou utilize lenço umedecido, ao passo que não esteja em casa;
  • Faça banhos de assento;
  • Evite bebida alcoólica, porém, faça o consumo de muito líquido;
  • Permaneça no banheiro somente o tempo necessário para evacuar;
  • Caminhe sempre que possível, nunca permanecendo por muito tempo na mesma posição.

Hemorroidas e Gravidez

Em período da gravidez, o útero, então, cresce e torna mais difícil o retorno sanguínea nas regiões inferiores do corpo.

Há também a ocorrência maior de prisões de ventre. Isto pode promover um aumento dos riscos da trombose hemorroidária.


Uma média de 15% das mulheres em período gestacional são prejudicadas por esta condição. Ela pode surgir, portanto, em até 3 meses posteriores ao parto.

Para a redução deste risco, o fundamental é realizar o pré-natal correto, porém você também pode acompanhar as dicas para que se evite dores:

  • Faça o consumo de fibras: a alimentação que é fonte deste alimento é capaz da regulagem do funcionamento intestinal, reduzindo a prisão do ventre e o esforço para eliminar fezes. O esforço pode provocar mais dores e tornar o cenário pior;
  • Consuma mais água: Isto evita que as fezes ressequem e auxilia no processo de defecação;
  • Fazer compressas: tanto as frias quanto as quentes, podem ajudar no alívio das dores. Experimente ver qual delas é melhor para você;
  • Fazer banho de assento com água em temperatura morna: ele auxilia no alívio dos sinais e atuam como atitude anti-inflamatória. Não precisa adicionar nada nesta água;
  • Evitar ficar muito tempo sentada: deitar-se lateralmente sempre que houver a possibilidade. Se precisar ficar sentada, faça alternação entre levantar-se e caminhar para que a barriga não faça pressão na pélvis e veias;
  • Cautela para a higienização: Utilize a água, lenços umedecidos para bebês ou específicos para higienização das hemorroidas. Evitar lenço com álcool e perfume, que irritam;
  • Procurar um proctologista: há remédios que podem ter utilidade em período gestacional. O especialista pode avaliar o cenário e fazer a prescrição.

No Consultório Médico

Procurar especialistas é imprescindível, caso note-se sangue nas fezes, durante ou posteriormente ao evacuar. O principal sinal desta condição, portanto, é isto.

Importante também se faz anotar os sinais que apresentou e fazer a descrição ao especialista. Aproveitar, então, a consulta para a retirada de dúvidas é essencial. Confira o que questionar ao seu médico:

  • Minha situação é hemorroida mesmo ou pode ser outra patologia?
  • Como eu devo me adaptar para o aceleramento da recuperação?
  • Este tratamento terá sucesso?
  • É preciso realizar uma intervenção cirúrgica?
Você terá que responder às seguintes questões ao médico:
  • Quando se deu o início destes sintomas?
  • Há muito desconforto para eliminar as fezes ou se sentar?
  • Você tem uma boa alimentação? Ela é rica em fibras?
  • Alguém da sua família apresenta hemorroida?
  • Notou sangue nas fezes?

Siga à risca as prescrições do médico e cuide da sua saúde com muita atenção!

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.