Doença de Chagas: O Que é, Causas, Tratamentos

Saiba Tudo Sobre a Doença de Chagas, Uma Patologia Que Acomete a Saúde Humana. Confira os Principais Sintomas e Tratamentos!

A Doença de Chagas é uma condição inflamatória que tem sua disseminação a partir de fezes de inseto. Saiba as causas e formas de tratar a doença, bem como a possibilidade de se melhorar a qualidade de vida com os possíveis elementos medicamentosos.


O Que é a Doença de Chagas?

doença de chagas

Esta patologia trata-se de uma inflamação provocada pelo parasita que é disposto nas fezes dos insetos. É extremamente comum em lugares como a América Central, do Sul e México.

Determinadas situações da patologia já tiveram identificação, também, na região dos Estados Unidos.

A Doença de Chagas é denominada, também, como chaguismo e tripanossomíase americana. Tem esta nomenclatura em virtude de quem descobriu a patologia – um clínico do Brasil chamado Carlos Chagas – com indicação 4 x ao Prêmio Nobel de Fisiologia e da Medicina.

Em nosso país, uma média de 3milhões de indivíduos apresentam a infecção com a patologia. O que pode ser positivo nisso é que o quantitativo se referente apenas aos indivíduos que tiveram infecção anteriormente e que prosseguem tratando a doença.

No ano de 2006, o país ganhou a certificação internacional de que houve a interrupção das transmissões da patologia. Isto aconteceu em virtude das atitudes sistematizadas e de sucesso em relação ao controle dos químicos instituídos desde 1975.

Este foi o momento em que a região endêmica da patologia fazia a cobertura de dezoito estados, além de 2.200 cidades.

Atualmente, essa transmissão não ocorre mais através do contato com os parasitas, porém indiretamente, através de alimentos com a contaminação de fezes ou insetos que tenham o parasita.

Causas da Doença de Chagas

A doença, em questão, tem transmissão pelo trypanosoma cruzi, parasita da mesma classe do parasita africano, que se responsabiliza pela patologia do sono.

Este elemento é passível de ser encontrado em fezes de determinados insetos, ainda mais nos denominados barbeiros.

Este é um dos grandes transtornos da saúde nos países já mencionados. Em virtude da imigração, a patologia prejudica, também, indivíduos em demais continentes, hoje.

Há a possibilidade de fazer a contaminação, também, por meio de alimentos crus e que apresentem a contaminação com as fezes do elemento, bem como transfusões sanguíneas ou transplante de órgão que tenha a contaminação.

Esta patologia também pode ter o caráter congênito, em caso de mães que tenham a infecção e transmitam o mal para o feto em período gestacional.

Sintomas da Doença de Chagas

A patologia de Chagas apresenta dois estágios: o de teor crônico e o agudo. A etapa aguda pode fazer a apresentação dos sinais moderados ou, ainda, ser assintomático. Dentre os sintomas mais recorrentes, caracterizam-se:


  • Mal-estar;
  • Febre;
  • Inchaço;
  • Vermelhidão localizada na picada;
  • Inchaço de um olho;
  • Cansaço;
  • Dores no corpo;
  • Irritação na pele;
  • Dores de cabeça;
  • Aparecimento de nódulos;
  • Diarreia;
  • Vômito;
  • Náusea;
  • Elevação do tamanho do baço;
  • Elevação do tamanho do fígado.

Tais sinais desta etapa são passíveis de sumir sozinhos. Caso haja persistência e não tenham tratamento, a patologia é capaz da evolução em etapa crônica, porém só depois da etapa de remissão. É possível que passem anos até que demais sinais surjam. Ao passo que os sinais tenham o desenvolvimento, finalmente, é possível fazer a inclusão de:

  • Problemas de digestão;
  • Constipação;
  • Dores abdominais;
  • Dificuldade para deglutir;
  • Batimento irregular do coração.

Tratamento Para Doença de Chagas

O intuito principal de se tratar a doença, em questão, é acabar com o parasita que dissemina a condição, reduzindo e aliviando sinais. 

Caso apareçam os sinais da patologia, tanto em etapa aguda quanto crônica, há a necessidade de tratar a condição.

Para esta etapa aguda, determinados remédios com a devida prescrição do especialista podem auxiliar neste processo. Não acontece o mesmo caso, ao passo que a patologia já tenha evoluído para a etapa crônica, em que a medicação não basta para tratar.

Contudo, é possível fazer uso dos remédios, aqueles que tenham menos de 50 anos para o impedimento que a patologia tenha progresso.

Os remédios mais utilizadas para tratar a patologia, em questão, correspondem a:

Apenas um especialista é capaz de mencionar o remédio com melhor indicação para a sua situação, bem como a dose adequada e tempo de tratamento.

Seguir sempre à risca todas as recomendações do médico é imprescindível. Não utilize da automedicação. Não faça a interrupção do uso dos remédios sem a consulta do especialista. 

Prevenção da Doença de Chagas

Não existem, ainda, vacinas que combatam a patologia, em questão. A recorrência de casos desta condição está ligada de forma direta à situação habitacional, em grande parte dos casos – casas de sapê, casas de pau-a-pique, etc.

Os cuidados ao se conservar as casas devem ser imprescindíveis. Aplicar sistematicamente os inseticidas e utilizar telas em janelas e portas são atitudes de prevenção que precisam ser adotadas, de forma principal nas residências rurais.

O melhor modo de prevenir é combatendo o inseto que transmite a doença.


O Ministério da Saúde tem realizado atividades de campo para o combate do parasita. Até um tempo passado, o país acreditou que a patologia havia sido eliminada do Brasil.

Após uma campanha intensa de erradicação deste mal, em que a contaminação acontece pelas picadas do inseto que faz o abrigo do parasita – que provoca a infecção perigosa e nociva ao órgão cardíaco e demais – preocupou novamente a sociedade.


Situações tiveram registros, em relação a contaminação oral, nas zonas de urbanismo do Brasil. As incidências mais atuais, ocorreram pela ingestão de resíduos de insetos que se misturam nas alimentações com açaí e caldo de cano.

Os dados destas situações aumentam aproximadamente 20% todos os anos.

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.