Citalopram: Saiba o Que é, Para Que Serve e as Contraindicações

Citalopram é um medicamento antidepressivo para o uso adulto, disponível em comprimidos revestidos de 20 mg cada. Ele está indicado para o tratamento da da Depressão, assim como para a sua prevenção ou recaída.

Também é usado para tratar Transtornos de Ansiedade com ou sem agorafobia, como a Síndrome do Pânico, além do Transtorno Obsessivo Compulsivo.


Como Age o Citalopram

O Citalopram é um antidepressivo da classe dos chamados ISRS’s (Inibidores Seletivos da Recaptação da Serotonina. A serotonina, por sua vez, se trata de um neurotransmissor que está diretamente envolvido na comunicação dos neurônios.

 

Citalopram

Essa comunicação tem funções diversas como regular o humor, as emoções, o apetite, o sono, entre outras.

Quando essa comunicação sofre alguma falha, a pessoa pode sofrer de depressão ou ansiedade excessiva o que impacta muito negativamente na sua vida.

Aí entram medicamentos que atuam impedindo que a serotonina seja removida da fenda cerebral sináptica, mantendo, assim, as funções já citadas em funcionamento normal.

Tempo de Efeito

Como a grande maioria das drogas antidepressivas, o Citalopram inicia o seu efeito contra os sintomas da depressão ou dos transtornos da ansiedade em um prazo médio de 2 semanas.

Em 8 semanas, costuma atingir o seu potencial máximo.

Além disso, não há prazo para a redução da eficácia da droga. Assim como os demais antidepressivos o máximo efeito é mantido pelo tempo em que a droga for usada.

Contraindicações

Citalopram não está indicado para o uso por pacientes com menos de 18 anos ou por pessoas com hipersensibilidade a algum dos componentes de sua fórmula.

Posologia

A posologia indicada de Citalopram depende do quadro do paciente, da sua resposta ao tratamento e da indicação do médico. No geral, as posologias indicadas para o uso da medicação são:

Tratamento de Depressão

Recomenda-se 20 mg por dia de Citalopram, administrado uma única vez ao dia. A dose pode ser aumentada posteriormente para 40 mg de Citalopram ao dia em dose única, de acordo com a resposta do paciente.

No caso do tratamento para idosos indica-se não ultrapassar a dose única de 20 mg ao dia.


Tratamento de Transtorno do Pânico

A dose inicial recomendada é de 10 mg ao dia, durante a 1 ª semana de tratamento. No geral, aumenta-se a dose para 20 mg diários a partir da 2 ª semana. Ainda pode haver pacientes que necessitem de um novo ajuste da dose para 40 mg ao dia.

Para pacientes idosos, recomenda-se iniciar o tratamento com dose única de 10 mg e, se necessário, aumenta-la para o máximo de 20 mg ao dia.

Tratamento de Transtorno Obsessivo Compulsivo

O tratamento inicia-se, em geral, com uma dose diária de 20 mg. Dependendo da resposta do paciente, nas semanas seguintes, a dose recomendada pode aumentar para 40 mg ao dia.

Vale ressaltar que, independente da resposta do paciente, não se recomenda dose diária acima de 40 mg de Citalopram.


Caso o paciente não tenha uma resposta adequada com a dosagem máxima recomendada, o médico responsável deverá rever o tratamento do paciente.

Doses acima de 40 mg ao dia podem causar aceleração no batimento cardíaco, sem resposta terapêutica eficaz para o tratamento do paciente.

Os comprimidos revestidos devem ser tomados diariamente sempre próximo ao mesmo horário, ingeridos em uma única dose, com o auxílio de líquido.

Duração do Tratamento

Não há um tempo pré-estabelecido para o tratamento com a medicação Citalopram. Isso porque a duração do tratamento depende do quadro do paciente, da resposta dele ao tratamento e da indicação médica.

Em geral, uma melhora considerável para os sintomas da depressão costuma ser percebida durante as 4 primeiras semanas do tratamento. No entanto, o tratamento com medicamentos antidepressivos visa não causar recaídas.

Dessa forma, os profissionais costumam indicar que o tratamento com o Citalopram seja mantido por, pelo menos, 6 meses ou mais, até que aconteça uma melhora com menos riscos de recidiva.

Já no caso de portadores de depressão recorrente unipolar, o tratamento com Citalopram pode durar diversos anos ou mesmo toda uma vida. Isso para evitar recaídas da doença durante a vida do paciente.

Para a síndrome do pânico tem-se observado que o tratamento com Citalopram é eficaz e benéfico para o paciente com, pelo menos, 3 meses de duração. A terapêutica pode ser estendida por mais algum período para evitar a reincidência da doença.


No Transtorno Obsessivo Compulsivo, a melhora dos sintomas começa a partir de 2 a 4 semanas. O tratamento é, em geral, mantido por alguns meses. A retirada do medicamento, no entanto, deve ser feita de maneira gradual, durante diversas semanas.

Efeitos Colaterais

Citalopram é uma medicação, em geral, bem tolerada. Seus efeitos colaterais costumam acontecer em intensidade leve e durante as 2 primeiras semanas do tratamento apenas. Entre os principais efeitos colaterais relatados estão:

  • Sensação persistente de boca seca;
  • Sonolência;
  • Sudorese excessiva;
  • Enjoos;
  • Náuseas;
  • Tremores;
  • Diarreia;
  • Problemas de ejaculação, no caso dos homens;
  • Dor de cabeça leve;
  • Insônia;
  • Astenia;
  • Constipação, entre outros.