Ciprofloxacino: Conheça as Suas Indicações, Eficácia, Formas de Uso

O Ciprofloxacino – também chamado de Cloridrato de Ciprofloxacino – se trata de uma medicação eficaz para combater diversos tipos de infecções.

Apresentação e Composição do Medicamento

Ciprofloxacino é apresentado em comprimidos revestidos para uso oral e indicado para pacientes adultos e acima de 5 anos de idade.


É encontrado, em geral, em embalagem contendo 14 comprimidos de 500 mg.

Cada comprimido revestido do medicamento contém 582,21 mg de Cloridrato de Ciprofloxacino.

Também contém os excipientes inativos (por comprimido): amidoglicolato de sódio, celulose microcristalina, água purificada, amido, dióxido de silício coloidal, estearato de magnésio, macrogol, opadry branco, dióxido de titânio e hipromelose.

Ciprofloxacino

Quais as Indicações de Ciprofloxacino?

Conforme mencionado, o medicamento é recomendado para o tratamento de infecções diversas, que são ocasionadas por agentes sensíveis à substância ativa do remédio.

  • Trato respiratório: o medicamento está recomendado nos seguintes casos de infecções no trato respiratório, causadas por microrganismo como, por exemplo Enterobacter, Klebsiella, Proteus, Pseudomonas, E. coli,  Moraxella, Haemophilusm, Staphylococcus e Legionella.

Está recomendado também para combater os sintomas e a doença causada pelo Streptococcus pneunomiae – a Pneumonia.

Vale ressaltar que nos casos mencionados o medicamento não costuma ser o remédio de 1ª escolha pelos médicos, mas é uma excelente opção para potencializar o tratamento principal dessas doenças;


  • Ouvido: o medicamento também é indicado para aliviar sintomas e combater infecções no ouvido médio (otite média) e sinusites (seios paranasais). Em especial se as doenças foram ocasionadas pelo Pseudomonas ou pelos Staphylococcus;
  • Trato oftalmológico: infeções no globo ocular em geral;
  • Trato urinário: para tratar infecções urinárias ou renais que se dão de dentro do órgão para fora;
  • Aparelho reprodutor: casos de infecções, por exemplo, no ovário, tubas uterinas, além da DST (Doença Sexualmente Transmissível) gonorreia e da próstata (prostatite);
  • Trato gastroinstestinal: infecções ou inflamações localizadas no intestino ou no estômago;
  • Trato biliar: inflamações ou infecções na membrana serosa do órgão, que reveste o abdômen;
  • Pele: tratamento de infecções cutâneas e nos considerados tecidos moles;
  • Osteomielietes: casos de inflamações ou infecções nas articulações ou ossos;
  • Septicemia (infecção generalizada);
  • Prevenção de infecções em pessoas que estejam com o sistema imunológico vulnerável;
  • Pacientes que estejam usando medicações que reduze as defesas naturais do organismo;
  • Pacientes com redução de glóbulos brancos no sangue;
  • Redução seletiva bacteriana do intestino, quando o paciente está se tratando com medicações que interfiram em seu sistema imunológico;
  • Processos para descontaminar seletivamente o intestino de pacientes usando imunossupressores.

No caso de adolescentes e crianças que tenham entre 5 a 17 anos de idade, Ciprofloxacino é eficaz para tratar infecções agudas na fibrose cística. O problema é de origem hereditária e eleva a produção de secreções que se alojam no trato digestivo e respiratório.

Qual a Ação do Ciprofloxacino no Organismo?

A substância faz parte do grupo das quinolonas, que tem a capacidade de bloquear alguns tipos de enzimas bacterianas.

Com isso, acontece uma considerável redução na reprodução e proliferação de bactérias no organismo, tratando e curando processos inflamatórios e infecciosos.

Contraindicações do Medicamento

Como acontece com todas as medicações, o remédio possui algumas contraindicações. O uso de Ciprofloxacino, por exemplo, está contraindicado nos seguintes casos:

  • Reações alérgicas a medicamentos da classe das quinolonas, como é o caso dessa medicação;
  • Hipersensibilidade a quaisquer outros dos componentes da fórmula da medicação;
  • Uso em conjunto com o relaxante muscular tizanidina.
  • As reações alérgicas têm como sintomas coceiras, vermelhidão na pele e inchaço nas mãos, garganta boca e pálpebras. Procurar imediatamente um serviço de atendimento médico caso o paciente apresente dificuldades para respirar ou engolir.

Como Usar o Medicamento?

Ciprofloxacino deve ser utilizado de acordo com a prescrição médica. No entanto, as indicações mais comuns de uso da medicação são:

Para Adultos

  • Gonorreia e Cistite: recomenda-se ingerir de 500 mg a 1000 mg por 1 dia apenas;
  • Infecções renais, urinárias e abdominais: de 250 mg a 500 mg por 7 dias;
  • Osteomielite:  recomenda-se 2 doses diárias de 750 mg da medicação, de 7 a 14 dias;
  • Infecções por Chlamydia: recomenda-se 1 dose diária de 250 mg do remédio, pelo tempo mínimo de 10 dias.

Para Crianças e adolescentes de 5 a 17 anos de idade

Fibrose cística associada com infecção causada por Pseudomonas aeruginosa: 20 mg por peso, 2 vezes ao dia, durante 10 a 14 dias.

Demais complicações, a dose e a duração do tratamento varia de acordo com o quadro do paciente. É essencial a prescrição médica da dosagem correta e da duração para o tratamento completo.


Que Reações Adversas Posso Ter?

Como todo medicamento, algumas pessoas podem apresentar reações adversas com o uso do medicamento. As reações mais reladas são:


  • Comuns: rash cutâneo, vômito, aumento temporário das transaminases (enzinas hepáticas);
  • Incomuns: plaquetose, trombocitopenia, confusão mental, desorientação, parestesias, alucinações, disestesia (perda de sentidos), vertigem, convulsões, problemas de visão, taquicardíaca, alterações na audição, queda de pressão, vasodilatação e vertigem. Podem ocorrer ainda alterações transitórias no fígado, insuficiência renal, edemas, icterícia;
  • Raras: depressão na medula óssea, enxaqueca, pancitopenia (redução de elementos do sangue, reações psicóticas, choque anafilático, alteração da audição, distúrbios do olfato, pancreatite, vasculite, petéquias, necrose hepática, ruptura de tendões.

Como Proceder em Casos de Superdosagem?

Caso o paciente ingira doses maiores do que as indicadas de Ciprofloxacino, ele deve ser levado a um serviço de atendimento médico. Reações graves podem ocorrer, incluindo, até mesmo, coma (raro), dependendo da dosagem ingerida,

Se não tiver como deslocar o paciente, ligue imediatamente para o SAMU, pelo número 192 (ligação gratuita, 24 horas e aceita de qualquer aparelho telefônico, incluindo celulares.

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.