Aradois: Bula, Indicações, Efeitos Colaterais, Como Usar

Vai Fazer Uso do Aradois e Precisa Das Principais Informações Sobre Este Medicamento? Atente-se Aos Possíveis Efeitos Colaterais, Indicações e Formas de Uso!

O Aradois é um medicamento que só deve ser consumido a partir da prescrição médica. É específico aqueles que apresentam pressão alta ou patologias como a insuficiência do coração, a qual se caracteriza pelo coração fraco.

Aradois: Quais as Indicações?

Aradois


O especialista prescreve o Aradois para que ocorra o tratamento da pressão alta ou pela patologia chamada de insuficiência cardíaca. Em indivíduos que apresentam a pressão alta e a hipertrofia ventricular esquerda,  o medicamento da losartana potássica.

É prescrito para a redução dos riscos de derrame e dos ataques do coração, auxiliando para que estes indivíduos consigam viver mais.

O especialista também pode prescrever o medicamento para aqueles que portem a diabetes tipo 2 e a presença das proteínas da urina. Nesta situação, o medicamento é capaz de promover o retardo da piora da patologia dos rins.

Apresentações do Aradois

Utilização oral e adulta.

  • drágea revestida 50mg – caixa composta por 30 a 90 drágeas;
  • drágea revestida 100mg – caixa composta por 30 a 90 drágeas.

Efeitos Colaterais do Aradois

As reações adversas deste medicamento correspondem aos sinais de:

  • pressão baixa do sangue;
  • tontura;
  • debilidade;
  • cansaço;
  • hipoglicemia;
  • hipercalemia;
  • modificação da função dos rins, com a inclusão da falência dos rins;
  • anemia;
  • elevação da ureia sanguínea, creatinina e potássio.

Contraindicações do Aradois

A contraindicação deste medicamento é para aqueles que tenham alergia à substância da losartana, ou quaisquer componentes do remédio, bem como:

  • a funcionalidade hepática prejudicada de forma séria;
  • estar mais de três meses gestacionais.

É preciso evitar a utilização do medicamento em começo da gestação. Se tiver insuficiência dos rins e diabetes e estiver fazendo uso do remédio para a redução da pressão alta que apresente alisquireno, evitar a substância em questão.

Como Usar o Aradois?

Em casos de pressão alta, a dosagem usual do medicamento para grande parte dos indivíduos corresponde a 50 mg, 1x por dia para o controle da pressão em prazo de 24h.

A dosagem usual do medicamento para pacientes com hipertrofia do ventrículo esquerdo corresponde a 50 mg, 1x por dia. A dosagem pode ter aumento para 100 mg por dia.

O medicamento atua com a dilatação dos vasos de sangue para auxiliar o coração no bombeamento sanguíneo para todo organismo de maneira mais fácil. Esse efeito auxilia na redução da hipertensão.

Para aqueles que apresentam a insuficiência cardíaca, o medicamento auxiliará na melhor funcionalidade cardíaca.

A medicação também reduz os riscos de patologia cardíaca e dos vasos de sangue como derrame, em indivíduos com pressão alta e demais patologias.

Além dessas ações sobre a pressão, o medicamento também é responsável por auxiliar na proteção renal, se tiver diabetes tipo 2, bem como a proteinúria – perda proteica da urina em relação ao comprometimento renal.

Informação sobre a Hipertensão

A pressão que é produzido pelo coração ao fazer o bombeamento sanguíneo para todas as áreas do organismo é denominada como pressão das artérias.

Sem esta pressão, o sangue não poderia circular pelas veias. A pressão normal atua em relação a saúde adequada. Ela pode se alterar ao londo do dia, a depender do exercício realizado, estresse e ânimo.

Pressão Alta

A pressão alta é quando você mantém a pressão alterada e elevada mesmo que esteja relaxado e calmo. A hipertensão tem desenvolvimento ao passo que os vasos de sangue ficam estreitos e tornam mais difíceis o fluxo sanguíneo.

De modo geral, a pressão alta não disponibiliza sinais. O único modo de saber se você porta ou não a pressão é aferindo a pressão das artérias. Portanto, é preciso medir a pressão de forma regular.

Importância do Tratamento

Caso não seja tratada, a hipertensão é capaz de provocar danos ao organismo essencial para o coração, à vida e aos rins. É possível que esteja se sentindo muito bem e não apresente sinais, porém a  pressão alta é capaz de provocar as seguintes condições:

  • derrame;
  • ataque cardíaco;
  • insuficiência dos rins;
  • insuficiência do coração;
  • cegueira.

Ao fazer o diagnóstico da pressão alta, o especialista pode fazer a recomendação de modificações do estilo de vida. Além disso, pode prescrever remédios para o controle da pressão alta. Ela pode ser tratada e ter o controle com a utilização de remédios como este, em questão.

O especialista pode, ainda, mencionar a pressão adequada para o seu organismo. Memorizar tal valor e seguir a indicação do médico é essencial para alcançar a pressão arterial saudável.

Aradois e Pressão Alta

O medicamento, em questão, promove a redução da pressão alta de modo a bloquear, de forma específica o elemento denominado como angiotensina II.

Esta substância, de modo geral, promove o estreitamento dos vasos de sangue. O tratamento com o medicamento faz com que haja o relaxamento dos vasos.

Ainda que o especialista possa relatar sobre o remédio que está atuando através de aferir a pressão, é provável que você não perceba diferenças ao consumir o medicamento.

Não se automedique. Isto pode trazer sérios danos à saúde.