Anfepramona: Bula, Indicação, Efeitos Colaterais, Como Usar

Saiba Tudo Sobre a Anfepramona: Um Medicamento Que Atua no Combate da Obesidade. Além Disso, Descubra Quais Os Principais Efeitos Colaterais e Modo De Uso!

A Anfepramona trata-se de um remédio que atua combatendo a obesidade. Ele atua como um remédio estimulante, com potencial para tratar a patologia, em questão.


Pesquisas apontam que tal remédio, num curto prazo de 90 dias, consegue proporcionar a diminuição do peso que costuma variar de 10kg até 17kg. 

O remédio é, de forma muito comum, disponível no formato manipulado. Em prazos anteriores a época do verão, a ingestão aumenta.

A Anfepramona teve liberação desde o mês de junho do ano de 2017, posteriormente a um prazo de 6 meses proibido de ser comercializado.

Anfepramona

Anfepramona: Quais as Indicações?

O medicamento tem indicação para o combate da obesidade exógena. Esta se caracteriza pela patologia que é provocada a partir do alimento em excesso.

O remédio serve também para combater o sobrepeso enquanto doença. É importante dizer que a obesidade é um fator de risco de diversas patologias de teor crônico, incluindo o diabetes.

A ação do remédio acontece por meio de ação produzida de saciedade. Dessa forma, o hipotálamo central compreende que o organismo tem saciedade sem necessitar de mais quantidade de alimentos.

Ele atua como um estimulante cerebral, por meio de aumento da pressão que promove a ação tolerável.

Por isso, a substância apresenta um sistema de ação anoréxica, proporcionando que o indivíduo se sinta saciado. Além disso, há o aumento do efeito metabólico do corpo.

Há a comprovação de que o sistema de atuação deste remédio tem maior eficiência em conjunto a uma alimentação balanceada. Ainda que hajam ações adversas, o remédio é eficiente. 

Apresentações de Anfepramona

Este medicamento é comercializado pelas seguintes apresentações:

  • Comprimidos 25mg

Utilização Oral e Adulta.

  • Comprimidos 75mg

Utilização Oral e Adulta.

Efeitos Colaterais de Anfepramona

Uma das principais condições relacionadas ao medicamento é a sua potencialidade de gerar tolerância e dependência. O paciente necessitará de dosagens sempre maiores para a obtenção da mesma ação. Dentre alguns dos efeitos adversos, é possível que o remédio cause os seguintes sinais:


  • insônia;
  • boca seca;
  • irritação;
  • nervosismo;
  • problema intestinal;
  • agitação;
  • tremores;
  • ansiedade;
  • pressão alta;
  • problema de sono.

Outro fator que é importante ressaltar é que, em virtude do emagrecimento célere, é fácil observar o “efeito sanfona”. Este é aquele cenário em que há a perda do peso rápido, mas a recuperação do mesmo de mesma celeridade.

Por isso, é importantíssimo que a utilização do medicamento seja realizado a partir de especialistas, por meio de reeducação alimentar e alteração de hábitos ruins.

Em razão do quantitativo das ações colaterais da utilização do medicamento, o mesmo teve proibição para a comercialização e prescrição clínica. Contudo, a revogação de tal questão foi cancelada.

Contraindicações de Anfepramona

A utilização do medicamento não tem indicação para os seguintes públicos:

  • grávidas;
  • mulheres em período de lactação;
  • público pediátrico;
  • idosos;
  • portadores da arteriosclerose;
  • hipertensos;
  • alérgicos a quaisquer compostos da fórmula;
  • patologia crônica.
  • problemas cardíacos.

O Que Preciso Saber Antes de Usar a Anfepramona?

Ainda que seja um grande potencializar da perda do peso, de modo a fazer com que o indivíduo perca peso em período curto de tempo, é possível apresentar grandes quantitativos de reações adversas.

Uma dessas reações adversas é que o remédio torna o indivíduo um dependente químico, de maneira que a dose necessita de aumento para continuar atingindo as metas de início da utilização.

Por isso, é imprescindível que o interessado em fazer uso do remédio consulte o médico para compreender a instrução adequada para o tratamento.

Como Usar a Anfepramona?

A dosagem recomendada desta medicação é conforme a orientação médica, que irá avaliar a quantidade de peso em que o paciente necessite eliminar.

Geralmente, a administração indicada é de no máximo 75mg diários, devendo ser ingerida cerca de 2h antes do almoço, reduzindo assim, a fome. Não recomenda-se o uso após o almoço, devido a grande possibilidade de motivar a falta de sono.

Uma importante recomendação, é que o uso deste remédio não dure mais que um mês, sem pausas. Se houver necessidade de um período maior de tratamento, deve ser feito um intervalo, para que assim não aconteça o perigo de dependência.

O tratamento com este medicamento, normalmente, varia de 15 dias a 90 dias. Desta forma, a utilização é por curto período de tempo, e recomendada para pessoas com índice de massa corporal – IMC- maiores de 30.

Anfepramona Emagrece?

Sendo um tipo semelhante as substâncias anorexígenas que provocam a anorexia, o remédio promove o emagrecimento do paciente. Isto acontece em virtude da atuação, já mencionada anteriormente, do medicamento, que atua na região central do hipotalâmico que causa saciedade.


Este libera a noradrenalina. Contudo, sua utilização contínua provoca dependência, fazendo com que a ingestão precise sempre de aumento.


Esse aumento de dosagem deve acontecer para que haja a eficácia obtida desde o início – visto que há a redução do efeito com o passar do tempo.

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.