Amiodarona: Bula, Indicações, Efeitos Colaterais, Como Usar

Saiba Tudo Sobre a Medicação do Amiodarona e Contraindicações. Confira Os Principais Efeitos Colaterais, Indicações e Formas de Uso. 

O Amiodarona é capaz de fazer a regularização das modificações da frequência cardíaca – arritmias. Estas condições podem acontecer em virtude de determinadas categorias patológicas. O efeito inicial posteriormente a administração oral tem variação entre dois a três dias, até o prazo de três a seis semanas.


Por se tratar de um medicamento genérico, possui a mesma nomenclatura de seu princípio ativo. Além disso, pode ser encontrado por outros nomes comerciais como:

  • Ancoron;
  • Atlansil;
  • Miodon;
  • entre outros.

Amiodarona: Quais as Indicações?

Amiodarona

A substância do Amiodarona tem indicação para as seguintes situações:

  • transtornos graves da frequência cardíaca, incluindo os de resistência a outras terapias como a patologia de Chagas;
  • taquicardia supraventricular;
  • taquicardia ventricular;
  • modificações do ritmo com associação à síndrome de Wolff-Parkinson-White;
  • em virtude das características do medicamento, a indicação é particularmente aos transtornos do ritmo que tenham a capacidade de agravamento da patologia clínica – insuficiência do coraçãoangina.

Apresentações de Amiodarona

Este remédio pode ser encontrado, comercialmente pelas seguintes apresentações:

Comprimidos 100mg

Caixas com 30 comprimidos;

Utilização Oral e Adulta.

Comprimidos 200mg

Caixas com 20 e 30 comprimidos;

Utilização Oral e Adulta.

Gotas 200mg/mL

Frascos contendo 30ml;

Utilização Oral, Adulta e Pediátrica.

Injetável

Uso hospitalar.

Efeitos Colaterais de Amiodarona

É preciso, antes e ao longo do tratamento com a substância, que haja a submissão de uma análise clínica, exames e demais prescrições de um especialista.

Esta substância pode provocar reações gravíssimas, com a inclusão de problemas de pulmão, bem como:

  • transtornos hepáticos;
  • ritmo do coração prejudicado;
  • modificações de tireoide;
  • modificações visuais;
  • modificações neurológicas;
  • modificações da pele.

É imprescindível informar o especialista sobre o surgimento de efeitos desagradáveis como os sintomas de:


  • sensação de falta de ar;
  • tosse seca;
  • transtorno para andar;
  • modificações da cor da pele;
  • tremor nas mãos;
  • constipação;
  • vômito;
  • náusea.

É possível que aconteçam efeitos nas regiões de aplicações como:

  • dores;
  • inflamações;
  • vermelhidões;
  • infiltração por extravasamento;
  • alterações de pigmentação da pele.

Contraindicações de Amiodarona

O remédio não pode ter o uso em situações de hipersensibilidade a substância, a quaisquer compostos da fórmula ou em relação ao iodo. É contraindicado também em casos de doenças relativas à tireoide e doenças do coração.

Tem contraindicação em período de gravidez, e pode causar problemas nas glândulas tireoide dos fetos. Contudo, de acordo com os especialistas, em condições de risco ou gravidade relacionada à vida, os benefícios da mãe podem fazer a superação dos riscos.

Orientações Antes de Fazer Uso de Amiodarona

Antes do início do tratamento com a substância é preciso informar o especialista sobre as possíveis apresentações de quadros de:

  • problemas de respiração;
  • problemas de fígado;
  • problemas de hipertensão;
  • modificações da glândula da tireoide.

A substância em injeção só pode ter uso em ambientes hospitalares específicos, sob uma monitorização assídua.

Agite bem o produto antes de fazer o uso em gotas, até que a substância fique bem homogênea.

A indicação geral para a utilização do medicamento em gotas ou comprimidos se dá em duas etapas, sendo o primeiro passo o ataque e o segundo a manutenção.

Indica-se a terapia da manutenção em formato assíduo, com administração por cinco datas e dois dias sem o uso da substância. As drágeas podem ter a administração em uma, duas ou três vezes por dia, em longo ou posteriormente a alimentação.

A dosagem da substância não deve ter redução aos indivíduos que apresentem insuficiência dos rins – deve-se fazer a monitorização da funcionalidade da tireoide. Em oposição a isso, indica-se a diminuição da dosagem em situação de insuficiência hepática.

Como Usar o Amiodarona?

A administração deste medicamento, varia de acordo com a patologia a ser tratada, em que grau se encontra a patologia e, também idade do paciente. Em virtude disso, a posologia pode ser das seguintes formas:

Taquicardia Ventricular

  • Estado grave: 1 comprimido de 200mg em 6 em 6h por, aproximadamente, entre 10 e 14 dias.
  • Controle: 1 comprimido de 200mg em 12 em 12h, podendo ser diminuída ou aumentada de acordo com a recomendação médica.

Em pessoas com taquicardia ventricular persistente e incomum depois de infarto, recomenda-se a administração de 1 comprimido de 200mg em 6 em 6h por, aproximadamente, cinco dias.

Quando surgem efeitos colaterais ou quando a patologia está controlada, recomenda-se a diminuição da administração para 1 comprimido de 100mg em 12 em 12h, apenas como manutenção.

Taquicardia supraventricular

  • Estado grave: 1 comprimido de 200mg em 8 em 8h por, aproximadamente. sete dias, ou até surgirem os efeitos colaterais.
  • Controle: 1 comprimido de 100mg em 12 em 12h.

Utilização em Crianças

Neste caso, a administração é pela apresentação de gotas e determinada conforme o peso da criança.

  • Estado grave: Até 10mg por kilograma, diariamente. Deve-se seguir a orientação médica.
  • Controle: 2mg por kilograma, diariamente.

Utilização Injetável

Uso hospitalar de acordo com a prescrição médica.



Amiodarona é o Mesmo que Ancoron?

Sim. Ancoron é, basicamente, uma nomenclatura de um determinado laboratório, que possui o princípio ativo Amiodarona. Além disso, Ancoron é o medicamento de referência deste sal.

Faça exames periódicos e consulte sempre um médico antes de fazer o uso de quaisquer tipos de medicações! Saúde!

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.