Albocresil: Bula, Indicação, Efeitos Colaterais, Como Usar

Confira Todas as Informações Sobre o Albocresil, Um Medicamento Que Deve Ter Prescrição Médica. Conheça Também Os Efeitos Colaterais e Modos de Uso.

O Albocresil atua de modo a regenerar os tecidos lesionados. Ele promove a cicatrização dos mesmas a partir da elevação da corrente do sangue da região em tratamento. 


O medicamento apresenta um efeito eficaz em combate a germes e também contra possíveis hemorragias locais.

Os efeitos do Albocresil são capazes de terem observação posteriormente a aplicação do medicamento e pode-se perceber a alteração na aparência tecidual da lesão em tratamento.

Saiba o que de fato é importante ter em mente, antes de se automedicar. Caso o seu médico tenha prescrito este medicamento, compreenda as indicações e possíveis sintomas colaterais das dosagens do remédio.

Albocresil

Albocresil: Quais as Indicações?

Para a ginecologia, o Albocresil tem indicação para tratar topicamente inflamações, lesões teciduais ou infecções do trato cérvico-vaginal. Exemplos disso, são as seguintes condições:

  • tricomonas;
  • bactérias;
  • infecção fúngica;
  • vaginite;
  • cervicite;
  • úlcera;
  • condiloma acuminado.

Este elemento deve ter utilização para tratar topicamente ectopias de teor cérvico e para fazer o controle de hemorragias posteriormente a biópsias, bem como a remoção dos pólipos uterinos.

Dermatologia e Cirurgia

O medicamento é utilizado para o aceleramento da remoção dos tecidos em necrose posteriormente à queimaduras, para higienização e estímulo de cicatrização de queimaduras, úlceras e condilomas.

Além disso, o medicamento controla hemorragias.

Odontologia e Otorrinolaringologia

Utiliza-se o medicamento em gel para tratar de forma tópica as aftas e demais inflamações que possam surgir na mucosa da boca, bem como gengiva.

É indicado para hemostasias posteriores a tonsilectomia e epistaxe.

Apresentações do Albocresil

Cada grama do medicamento em gel é constituído por:

  • 18 mg de policresuleno, bisnaga com 50 g.
  • Uso tópico e vaginal e uso adulto.

Excipientes

  • butil-hidroxitolueno;
  • polioxietilenoalquiléter;
  • edetato dissódico;
  • macrogol;
  • água purificada;
  • dióxido de silício.

Efeitos Colaterais do Albocresil

Não há o conhecimento de acontecimento frequente de efeitos colaterais a partir do medicamento. Os efeitos adversos tiveram relatos a partir da utilização composta pelo policresuleno:

  • coceiras vaginais;
  • candidíase vaginal;
  • extinção de pedacinhos de tecidos da mucosa vaginal;
  • ressecamentos vaginais e desconfortos;
  • reação alérgica sistêmica;
  • sensação de corpo estranho;
  • urticárias.

Em situação de irritação intensa, a recomendação é fazer a interrupção do tratamento. Consultar um especialista, portanto, é imprescindível.

Isto porque só um profissional da Medicina poderá compreender e prescrever o melhor tratamento para o seu caso.


A utilização oral do medicamento é capaz de provocar a desmineralização dentária. Isto pode ser solucionado a partir de um enxágue completo com água posteriormente à aplicação da substância.

Informar ao especialista o surgimento de reação indesejável pela utilização do remédio, é importante. 

Amamentação e Período Gestacional

O medicamento só pode ter utilidade em período gestacional ou de lactação quando houver a indicação estrita.

Ainda, pode-se utilizar o remédio posteriormente a considerações relacionadas aos riscos para a criança e mãe, porque não existe disponibilidade de pesquisas com relevância sobre a utilização segura do produto ao público feminino em tal cenário.

Contraindicações do Albocresil

O remédio não deve ter o uso em situações de alergias ou hipersensibilidades aos compostos da medicação.

Esta tem contraindicação para aqueles que sejam menores que 18 anos ou em público feminino em período pós-menopausa.

Isto porque não existe, até agora, pesquisas que avaliam a utilização do remédio nesta faixa etária.

Como Usar o Albocresil?

Seguir as orientações do médico, observando os horários, dosagens e tempo de tratamento é importante, portanto, para que os resultados sejam bons.

As informações referentes a abertura do lacre devem ser seguidas à risca:

  • perfurar o lacre da bisnaga com a lateral externa da tampa;
  • evite fazer a dobra da bisnaga, pois isto pode comprometer o produto.

Posologia

Na utilização ginecológica, depende do teor da gravidade da situação, as aplicações devem ser realizadas de forma diária ou em datas alternadas.

A preferência é que sejam consumidas à noite, ao dormir. A administração vaginal deve ocorrer a partir de dosador com 5g do remédio.

O aplicador, constituído de 2 partes tem o encaixe na pomada a partir do êmbolo de forma inteira no elemento.

Esta bisnaga deve ser apertada no fundo até que se preencha a parte interna do aplicador.

A introdução do aplicador acontece de forma profunda, na região vaginal, administrando o gel e pressionando o conteúdo para dentro até ficar vazio.

Posteriormente a utilização, remova o êmbolo do dosador. Este pode ser higienizado pela aplicação seguinte.

Este processo deve ser feito quantas vezes forem prescritas pelo médico. Não interrompa o tratamento sem a orientação do seu especialista.

Isto porque o tempo pré-determinado para tratamento é pensado na solução da condição apresentada.

Gel

O gel tem características principais da bioadesividade, que distribui de modo uniforme as paredes da vagina, compondo camadas finas que alcançam extensões grandes.

Na utilização dermatológica e pós-cirúrgica, faz-se a aplicação da camada do produto em locais de tratamento.

O quantitativo aplicado tem dependência da natureza e extensões da região prejudicada.

A recomendação, de modo geral, é que a aplicação do gel posteriormente ao tratamento com soluções concentradas nas situações de úlceras, queimaduras e demais tipos de condições semelhantes, de modo direta ou com a ajuda de gazes.

Siga à risca, portanto, a indicação e prescrição do médico. 

A consulta com especialistas deve ocorrer para saber exatamente o que você precisa tratar e de que modo fazê-lo.

A automedicação, por isso, é capaz de acarretar em problemas ainda maiores sobre o seu organismo.


Superdosagem do Albocresil

Ainda não foi descoberto o quadro clínico do paciente em casos de superdosagem de Albocresil. Mas é indicado que em casos de usar grande quantidade deve-se procurar imediatamente auxílio médico, levando consigo a embalagem do produto.

Busque, portanto, sempre fazer os exames periódicos. Além disso, tenha hábitos saudáveis para que atinja a qualidade de vida.


Cuidados

Mantenha o medicamento sempre a temperatura entre 15° a 30° C. Não use o produto se estiver vencido e com aspectos suspeitos na embalagem, como por exemplo, se estiver danificado.

O Albocresil é um líquido límpido castanho-avermelhado, se apresentar algo estranho ou você tiver alguma dúvida, procure ajuda de um farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

IMPORTANTE: Esse conteúdo é apenas para fins educacionais e não substitui de forma alguma a orientação de um médico. Consulte sempre um médico.